Campeão com sobras! Flamengo atropela o Madureira e conquista Taça Guanabara com ampla vantagem; veja gols

Compartilhe com os amigos

Flamengo confirmou a primeira posição da fase de classificação do Campeonato Carioca


Ainda não é o troféu que a torcida rubro-negra espera, mas é um bom início! O Flamengo é campeão da Taça Guanabara, dada para o time que termina a fase de classificação do Campeonato Carioca em primeiro. Neste sábado (02), o Mais Querido bateu o Madureira por 3 a 0, no Maracanã, pela 11ª e última rodada. Os gols do confronto foram marcados por Arrascaeta, Pedro e Léo Pereira.

Dessa forma, o Flamengo conquistou a 24ª Taça Guanabara da história, se isolando ainda mais como maior vencedor. O Vasco é o segundo, com 13, o Fluminense aparece com 12, e o Botafogo fecha o G-4, dono de oito troféus. Além disso, América, Americano e Volta Redonda possuem um.

Nesta edição do Campeonato Carioca, com a vitória deste sábado (02), o Flamengo pulou para 27 pontos, contra 21 de Fluminense e Nova Iguaçu. Assim sendo, o time de Tite aguarda para saber quem será o quarto colocado, que será o adversário nos dois próximos fins de semana pelas semifinais, com datas a definir pela FERJ.

O JOGO

Tite deu a primeira oportunidade para Viña entre os titulares. Além disso, o treinador concedeu novas chances para David Luiz e Bruno Henrique. Por outro lado, o Rubro-Negro não pôde contar com Gabigol, Gerson e Wesley, entregues ao departamento médico. No caso do ‘Coringa’, que passou por cirurgia no rim, a ausência é mais longa, de aproximadamente dois meses.

ARRASCAETA ABRE O PLACAR NO PRIMEIRO TEMPO

A primeira boa chance do jogo aconteceu aos 11 minutos. Nicolás de la Cruz bateu falta, a bola desviou na barreira e quase ‘matou’ o goleiro adversário, que só observou, tirando o grupo de ‘uuuhhh’ da torcida. Os uruguaios do Mengão estavam com tudo.

Aos 19 minutos, Luiz Araújo partiu para cima da marcação pelo lado direito, cruzou no segundo pau para Bruno Henrique. Desse modo, o camisa 27 ganhou no alto, escorou de cabeça para Arrascaeta, que bateu de primeira, sem deixar a bola cair. Belo gol do camisa 14 rubro-negro!

Com 28 jogados, o Flamengo perdeu boa chance. De La Cruz roubou no meio, acionou Arrascaeta, que carregou. O camisa 14 rolou para Luiz Araújo dentro da área, mas o ponta pegou mascado na bola, jogando para fora. Por conta do forte calor no Rio de Janeiro, o Rubro-Negro jogou em um ritmo mais lento, sem a tradicional marcação pressão deste início de temporada.

Portanto, o campeão da Taça Guanabara só voltou a assustar aos 41 minutos. Viña chegou à linha de fundo, cruzou bonito no segundo pau, achando Erick Pulgar. O chileno subiu no segundo andar, mas cabeceou rente à trave esquerda do Volta Redonda. O lateral apareceu no ataque novamente aos 43′, em belo chute de longe, porém, o arqueiro espalmou para escanteio.

GOLAÇOS DE PEDRO E LÉO PEREIRA NO SEGUNDO TEMPO

Na reta final do primeiro tempo, Fabrício Bruno teve um trauma na cabeça e foi substituído no intervalo por Léo Pereira. Dessa forma, David Luiz, que começou o jogo do lado esquerdo, passou para a direita. Com poucos minutos em campo, o camisa 4 teve motivos para comemorar rapidamente.

Logo aos seis, Pedro aproveitou saída de bola mal feita do Madureira, roubou a pelota, deu um chapéu no goleiro do Volta Redonda e só empurrou para as redes vazias. Foi o oitavo gol do atacante na Taça Guanabara, empatando na artilharia com Carlinhos, do Nova Iguaçu. Além disso, o camisa 9 chegou ao tento de número 77 no Maracanã após a reforma para a Copa do Mundo, empatado com Gabigol.

Depois do golaço, o Maracanã pôde presenciar outro lance de encher os olhos. Aos 23 minutos, falta da entrada da área para o Flamengo. O Rubro-Negro tem craques como Arrascaeta e De La Cruz, mas quem pegou a bola foi o zagueiro Léo Pereira. Como extrema categoria, o camisa 4 bateu e saiu para o abraço, pela terceira vez na temporada.

Na etapa final, Tite deu oportunidades para garotos do Ninho, como Victor Hugo, Igor Jesus e Matheus Gonçalves. Dessa forma, o treinador preservou Arrascaeta, Pedro e De La Cruz. Ainda, mais cedo, Everton Cebolinha entrou na vaga de Luiz Araújo. Com as mexidas, Bruno Henrique virou centroavante e quase marcou de cabeça, aos 31, mas o goleiro do Madureira fez a defesa.

Em rara aparição do Madureira, Xuxa finalizou aos 32 minutos, com Xuxa. Após forte chute, Agustín Rossi precisou defender em dois tempos. O Flamengo respondeu aos 35, em tentativa de Victor Hugo, encaixada pelo goleiro Douglas, que entrou no segundo tempo. No entanto, o Mengão só administrou a reta final e ouviu os gritos de “É CAMPEÃO” da torcida.

PRÓXIMO JOGO

Assim sendo, o Flamengo aguarda o próximo adversário, que será definido nos duelos do domingo (03). Dessa forma, o Rubro-Negro pode enfrentar Nova Iguaçu, Vasco, Botafogo ou Fluminense na semifinal. Neste momento, o clube de São Januário seria o rival, já que ocupa a quarta colocação. Dessa forma, os embates serão marcados nos fins de semana de 09/10 e 16/17 de março.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3X0 MADUREIRA
Competição: 11ª rodada do Campeonato Carioca
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Data: 02 de março de 2024
Gols: Arrascaeta 19’/1º, Pedro 6’/2º, Léo Pereira 23’/2º

Flamengo: Rossi, Varela, Fabrício Bruno, David Luiz e Viña, Erick Pulgar, De La Cruz e Arrascaeta, Luiz Araújo, Bruno Henrique e Pedro. Técnico Tite.

Madureira: Mota, Dadinha, Marcão, Arthur e Evandro; Waguinho, Arthur Santos e Gustavo Coutinho; Juninho, Patryck Ferreira e Arthur Martins. Técnico: Josicler Oliveira.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • E tem torcedor aqui quer que o Karolino perca a vaga pro Léo Ortiz. Muito bom os 3 zagueiros.