Tite se desculpa após declaração sobre Daniel Alves

Compartilhe com os amigos

Tite comentou que não poderia julgar sem ter os fatos verdadeiros em mãos, mas se desculpou pelas frases

O Flamengo derrotou o Madureira neste sábado (02) e se consagrou campeão da Taça Guanabara. Contudo, a coletiva do técnico Tite não foi só felicidades. Isso porque o treinador rubro-negro se desculpou depois da fala em relação a Daniel Alves ao dizer que não poderia julgar sem todas as provas verdadeiras.

Pessoal, me desculpem pela resposta que dei no caso Daniel Alves. Perdão. O erro, na medida que foi julgado pela justiça, foi condenado. A comparação que fiz sobre o caso, foi inoportuna, sem sentido. A etapa profissional que tivemos juntos foi de muita correção e respeito. Reafirmo que acredito na educação como orientação, como punição, como fui modelado pelos meus pais —, destacou o técnico Tite.

RELEMBRE O CASO

Após a vitória diante do Fluminense, o técnico Tite foi abordado em coletiva de imprensa sobre o tema. Dessa forma, o técnico do Flamengo destacou que não poderia fazer julgamento do caso sem ter todas as provas em mãos. Contudo, as falas do comandante geraram repercussões negativas entre a imprensa e os torcedores.

Eu não posso fazer julgamento sem ter todos os fatos e as informações verdadeiras a respeito. Posso falar conceitualmente. Conceitualmente, todo erro deve ser punido. Mas não sou julgador e não tenho todos os fatos. Fora que há uma etapa de um profissional que trabalhou comigo e existem outras etapas profissionais e pessoais que ele também exerce —, disse Tite, em coletiva após o jogo.

O CASO DANIEL ALVES

Daniel Alves trabalhou com o técnico Tite na Seleção Brasileira. Contudo, o jogador, que precisou encerrar a carreira devido aos crimes cometidos. Isso porque, o ex-atleta foi condenado a quatro anos e meio de prisão por estuprar uma mulher de 23 anos no banheiro de uma boate, na Espanha, em dezembro de 2022.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • A mídia procura qualquer coisa para criar engajamento, acham que o Tite tem que ter opinião sobre tudo, e oque eles queriam era que o Tite condenasse o Daniel Alves, mas quem o fez foi a justiça da Itália.

  • Não entendi!
    PERGUNTARAM ao Tite o que ele pensava a respeito do caso.
    Ele respondeu que, sem evidências, não poderia ter uma definição pessoal.
    O que há de errado nesta conduta?
    Cada pessoa, pode ter uma definição, entendimento, julgamento, sobre fatos e penso que Tite usou a liberdade de expressão para falar, inclusive, que não tinha elementos para definir, julgar ou entender o caso do Daniel Alves. Se ele, sem conhecimento de causa, dissesse que o Daniel Alves errou ou não errou, seria um equívoco, mas não foi isso que ele fez!
    O que Tite também falou, eu assino embaixo: “Conceitualmente, todo erro deve ser punido”. A intensidade da punição é outra conversa. Alguém discorda disso?