Agência 1511, conta 1895

Antes que os radicais azuis xiitas de plantão venham ladainhar e acusar de corja, patricete e defensor da volta aos tempos da irresponsabilidade fiscal-financeiro-racional, torno a dizer pela sexagésima sexta vez que ENTENDO A IMPORTÂNCIA DO SANEAMENTO BÁSICO FINANCEIRO em andamento.

Contudo, não podia deixar de comentar brevemente uma matéria que saiu por aqui dia desses. Bem… Se você chegou até aqui é porque deve ser daqueles que lê tudo sobre o Flamengo. Até faltar opções e passar para as páginas de gosto duvidoso e de menor elaboração. Eh, eh, eh… Há boa chance então de ter lido a matéria sobre o Lucas Paquetá, cria da nossa base, que já anda treinando com os profissionais e deve pintar em campo já nessa temporada.

Calma… Calma… Sem muitas empolgações. Não podemos cair no mesmo erro de um monte desses garotos que, ao se depararem com uma chance entre os profissionais, já chegam com um corte de cabelo moderno, uma chuteira laranja em um pé e uma verde no outro, se achando a reencarnação de Zicos, Adílios, Leandros e outros desses deuses que envergaram o Manto em tempos idos… Hmmmm… Eu já comentei que tinha 10 anos de idade em 1981? Pode haver infância de maior ostentação clubística?

Pois bem. Sobre o garoto Paquetá, nos resta torcer e desejar boa sorte a ele, em detrimento de um amigo meu que acompanha bem as divisões de base ter me confessado não enxergar lá isso tudo no garoto.

O que chamou atenção realmente na tal matéria foi a abordagem crua e direta de um Smurf qualquer desses aí ao ser entrevistado.

Nossa equipe naquela situação conhecida. Promessas de campanha dos tais “seis reforços de peso” transmutadas em meia dúzia de (com otimismo) medianas contratações, e uma das primeiras opiniões do tal diretor sei lá das quantas é a de que o garoto certamente é um ATIVO e renderá muito aos cofres do Fla futuramente. Sério isso?

Até o garoto soube fazer o básico e deu uma daquelas costumeiras entrevistas dizendo querer construir uma história no Flamengo e blá, blá, blá… Tudo bem… todos nós sabemos que basta um ucraniano desses sacudir uma grana e as negociações são feitas, mas essa é uma outra questão e não há como negar o poder do dinheiro. Mas… Mas… Um garoto começa a trilhar o caminho final para o Time de Futebol Profissional do FLAMENGO e é tratado como um ATIVO? Tem alguma coisa muito errada nessa abordagem. Muito errada mesmo.

Daí, se a gente seguir essa mesma linha de raciocínio, é fácil concluir.Os tais “reforços de peso” prometidos são passivos que não são de interesse para as finanças do nosso banc… quero dizer, clube. Ainda que, de forma inquestionável, time competitivo, craque, ídolo, boas campanhas, são itens que tendem a ajudar nas receitas desse troço de pobre (segundo a visão smurfética) chamado futebol.

Fonte: Blog do Torcedor

Veja também

  • Sinceramente, não entendi onde quis chegar! Mil desculpas pela crítica, mas o texto ficou muito mal elaborado.

  • Mais uma viúva da Patricinha! Nada mais faz do que defender a volta do amadorismo. Se gosta tanto, devia torcer pelo time de segunda da colina.

  • Em contabilidade, ativo é o conjunto de bens e direitos capazes de gerar receita. Os atletas do clube são ativos sim, porque podem gerar receita para o clube. Mesmo que não sejam vendidos, p.ex. na forma de marketing, bilheteria, prêmios, etc. Faz ideia de quanto o Zico gerou para o Fla além do dinheiro da venda? Ele talvez tenha sido nosso maior ativo. Chamar um jovem promissor de ativo não tem nada demais. Fazer xilique por isso é o que preocupa….

  • Que falta fazem, nos dias de hoje, verdadeiros cronistas, no mundo do futebol. Um texto , onde o autor já inicia se “desculpando” pelo que “produziu”, já dava indícios de que nada de bom viria a seguir. E foi dito e feito, o que aconteceu. Uma sucessão de não sei o que, e ainda nem teve a “coragem” de assinar o texto.

  • Falou, falou e não disse nada!

  • não entendi nada, 15/11/1895 ano da fundação, o mais não entendi sinceramente

  • Neguinho escreve muita merda… Mercado de inverno nat europa acabou de abrir, estamos em janeiro, muita especulacao, certeza q os caras estão correndo atrás dos nomes e sei q virão… Mas estao esperando o q!!? Nossa moeda eh o real e arealidade eh essa… Vai chupar um canavial de rola torcedor imediatista corneta… Torcedor cliente do caralho… Tem q torcer pro time q for a campo e reclamar na hora certa, o trabalho ta só começando e blogueiro do caralho cobrando, falando merda… Isso eh o qmais atrapalha o mengo, bando de fdp reclamando, postando bobagens, deixxando o resto da torcida ansiosa… Vtnc

  • Sinceramente não entendi até agora qual é a deste artigo!

  • Defendo a atual diretoria e inclusive acho que ela foi a melhor coisa que aconteceu ao Fla desde a geração dourada dos anos 80.Mas não sou um xiita azul e é óbvio que o tal jogador é um ativo do clube,assim como todos os outros e dizer isso não significa que ele não possa construir uma história vitoriosa no clube antes de ser vendido ao exterior,porque sabemos que isso acontecerá cedo ou tarde,ainda mais agora com a nossa moeda desvalorizada.

    Com relação as promessas de contratações de peso para 2016,vamos aguardar,pois elas estão sendo tentadas e acho que a diretoria está certa ao ser cautelosa nas negociações para não gastar quase todo o orçamento em um ou dois jogadores apenas.

  • Que o garoto é um ativo do clube todos sabem, ser tratado dessa forma escancaradamente por um diretor numa entrevista que pode rodar o mundo inteiro é outra coisa. Realmente foi uma falta de sensibilidade, inclusive lembrei de uma vez que o Bandeira disse que antes de formar jogadores o Flamengo era um clube cidadão que formaria acima de tudo cidadãos e torcedores do Flamengo.

Comentários não são permitidos.