Renovação com a Jeep trava e Flamengo retira marca de uniformes e site

As conversas entre Flamengo e a montadora Jeep sobre a renovação do patrocínio esfriaram e o clube mandou retirar a marca da empresa de seus uniformes e até do site oficial. Em um primeiro momento, enquanto as negociações caminhavam, o clube colocou a marca no uniforme de apresentação de jogadores como Juan, Arão e Muralha, como forma de agrado.

Mas nas últimas apresentações a ordem era retirar o nome da empresa das costas do uniforme. Os jovens Arthur Henrique e Antonio Carlos ergueram camisas sem a Jeep estampada. E Chiquinho e Rodinei fizeram o mesmo ontem em Mangaratiba.

O clube aguarda a definição da montadora, que trocou recentemente de diretor-geral e agora responde a sua matriz, a Fiat, para definir sobre investimentos. Três respostas já foram adiadas desde dezembro. Em 2015, a Jeep pagou R$ 6 milhões correspondente ao ano para aparecer na barra da camisa. Agora, seria alçada às costas, mas por um preço mais alto.

Alternativas para ocupar o espaço estão na mesa, mas com ofertas financeiramente inferiores. O Flamengo ainda não trata a Jeep como carta fora do baralho, mas também não vai mais expor a marca de graça, e corre risco de ficar ‘a pé’ em 2016.

Jeep não aparece mais na lista de patrocinadoresO departamento de marketing não se pronuncia e acredita que não vai reduzir a receita oriunda dos patrocinadores. Atualmente, além da Adidas, que paga R$ 35 milhões, o clube recebe R$ 25 milhões da Caixa, recebia R$ 20 milhões da Viton, que vai sair, e quantias menores da Tim.

Através de sua gerência de comunicação, o Flamengo informou que não comenta negociações comerciais em andamento. O responsável pela pasta é José Sabino desde que o ex-vice de marketing Luiz Eduardo Baptista deixou a diretoria para integrar chapa de oposição.

A definição sobre os patrocinadores deve demorar um pouco mais e é possível que o Flamengo estreie na temporada com lacunas no uniforme. AViton 44, que deveria pagar R$ 20 milhões em 2015 mas deixou de honrar parcelas, não vai renovar. O clube pegou R$ 10 milhões de empréstimo ontem para equilibrar prejuízos.

Fonte: Extra

Veja também

  • Que falta faz o Bap agora..

  • O Flamengo tem uma exposição extraordinária e quem o patrocina se beneficia com certeza do marketing.
    Este ano, devido às projeções de que o Fla será novamente protagonista em
    tudo o que disputar, se não fosse essa Mega crise no Brasil, as empresas
    estariam disputando no tapa patrocinar o Fla.
    Mas, a crise está grande demais e se para o Fla será difícil, pode crer que para os demais será ainda muito pior.

    Mas, seria muito bom se a Netflix, a rival da Sky onde o Bap é presidente, viesse patrocinar o Fla!

  • Extra… Materia paga pra tumultuar… Não duvido nada q o tal Bap esteja por trás disso… Com intuito de sufocar financeiramente o clube… Qual necessidade de citar o Bap na matéria? Todos sabemos q negociações entre grande corporações correm em total sigilo…o. Fla deveria boicotar essa merda de jornal e proibir a entrada desses fdp no clube… Não tem notícias e ficam plantando intrigas… Ja foram duas hj

    • Mandou MUITO bem no seu comentário, Bode!!

      • E outra ricardo… Quem garante q não tem outra empresa melhor vindo… Nós não sabemos…

    • Eu falei isso ano passado nas eleições. O BAP é influente e não me surpreenderia se o flamengo encontrasse dificuldades para renovar os patrocinios.
      Não confio mais neles !

      • Quem patrocina o Fla não fará isso pra agradar ou desagradar o Bap.
        O Flamengo tem uma exposição extraordinária e quem o patrocina se beneficia com certeza do marketing.
        Este ano, devido às projeções de que o Fla será novamente protagonista em tudo o que disputar, se não fosse essa Mega crise no Brasil, as empresas estariam disputando no tapa patrocinar o Fla.
        Mas, a crise está grande demais e se para o Fla será difícil, pode crer que para os demais será ainda muito pior.

    • Cara, complicado defender a diretoria por tudo, como se eles estivessem sempre certos, e em toda e qualquer notícia que faça alguma critica a eles seja encarada simplesmente como “mentira do extra” “notícia plantada pelo BAP” etc tudo pelo simples fato de criticar um grupo honesto e que nós gostamos.

      Agora, não vejo ninguém acima das críticas, vou esperar pra ver o que será do patrocínio do Flamengo. Se eles perderem dinheiro nas negociações serão criticados com justiça porque prometeram manter os valores.

      Então se eles não sabiam se iriam conseguir manter que ficassem calados e não fizessem promessas, porque aí vai ficar feio, vai parecer promessa de eleição…

      • Comentário perfeito. O Brasileiro é muito personalista, e no nosso Flamengo hoje existe essa idéia de que tudo é culpa de quem é oposição. A JEEP nunca cederia a posição de nenhum executivo brasileiro para patrocinar esse ou aquele clube, a verdade é que existe uma crise mas a diretoria cansou de arrotar que manteria ou aumentaria os valores dos patrocinios durante a campanha da reeleição. Esse maniqueismo de que a diretoria está sempre certa e o mundo a sua volta conspira contra ela é no minimo falta de conhecimento de mercado publicitário e de ações executivas em geral.

        • Complementou o raciocínio perfeitamente, penso exatamente desta maneira.

      • Isso! Vamos esperar! Se não mantiverem os patrocínios, ou não vierem outros melhores ou pelo menos mais ou menos no mesmo patamar, aí sim devemos criticar… Mas mesmo assim, se vc fizer uma busca de notícias, vc vai ver q eles não tem credibilidade nenhuma… Pelo contrário, são tendenciosos e maldosos! SRN

      • Desculpe-me Ferreira Duarte, discordo um pouco do seu ponto de vista. Isso aí não é critica e matéria tendenciosa. Estamos em um momento de incerteza econômica e as empresas pensam bem antes de investir seus recursos. A matéria trata o atual Flamengo como se fosse a “casa-da-mãe-Joana” que era até 2012. Por melhor que seja a nossa diretoria se não houver interessados em pagar um preço justo para expor sua marca em nossa camisa não se pode fazer um contrato de patrocínio de qualquer jeito.
        O que vejo de pior na matéria é o fato do jornal falar que o Flamengo está contraindo empréstimo para equilibrar prejuízos. Se eles tivessem bom senso e conhecimento de causa saberiam que qualquer empresa que tem um orçamento que se aproxima de meio bilhão de reais/ano tem um fluxo de caixa em que a receita oscila durante o ano e necessita de capital de giro.
        SRN

        • Flávio, não estou defendendo o extra ou seu estilo pobre de escrever notícias.

          Estou centralizando meu comentário na leitura pouco criteriosa de parte da torcida do Flamengo, em alguns casos beira a alienação.

          Veja, toda e qualquer notícia que critique direta ou indiretamente EBM ou seus aliados passa a ser uma notícia repugnante aos olhos de muitos – vamos dizer fans da diretoria – e seja imediatamente repudiada.

          Passamos por crise política e econômica no Brasil concordo.

          Agora, concorda que se nossos diretores também sabem que o ambiente de negocios está em crise porque ficam fazendo promessas de que irão manter as bases orçamentárias???

          Se não podem cumprir uma promessa, não prometam.

          Se podem cumprir então cumpram. Estou aguardando a conclusão do orçamento do Flamengo e consequentemente a montagem do Plantel de jogadores que eles prometeram.

          A forma como o extra escreve ou deixa de escrever não é problema do Flamengo nem meu afinal não compro esse jornal.

          Eu só quero me manter um torcedor despersonalista.

          Eu sou fan do Flamengo. Qualquer presidente ou diretor desta instituição será passível de críticas sim pois ninguém está acima do Flamengo.

          Quando eles acertam eu dou parabéns, quando erram eu comento o erro.

          Não é achando que a diretoria é honesta e por isso acerta tudo que faz que o Flamengo vai voltar a ser campeão mundial, é com muito trabalho e pouca falação.

          SRN.

  • O clube fez 3 projeções: queda nas receitas, manutenção e crescimento delas. Como é de praxe, a diretoria não comenta as negociações. É aguardar para ver o resultado final.

  • Já tô começando a ficar preocupado não renovação de alguns patrocinadores, outros travaram, manutenção de Pará, Walace e Márcio Araújo. Além disso, no primeiro esboço do time titular MA está presente

  • Com essa desorganização do futebol braseiro as empresas estão perdendo o interesse de expor sua marca nos clubes.

    • Se fosse so no futebol ne hildemberg… Ta tudo fodido nesse país nojento, repleto de corruptos e bandidos incompententes…

      • Cara, vou ter que discordar da expressão “bandidos incompetentes”

        Nossos políticos são os gato-mestres da competência nas artes da bandidagem kkk

        • Kkkkkkkkkk verdade! São mestres em foder com o povo! Incompetente eh o povo brasileiro, q não sabe votar e vive só de oba-oba! SRN

  • Agr é hora de a torcida ”bancar” o time sendo Socio-Torcedor.
    na Europa so existem dois patrocinadores normalmente, que sao, a forcenedora de material, e o patrocinador master, e mesmo assim eles são referencia.
    devemos analisar os motivos pois, embora eles ganhem bem mais com os contratos, é proporcional ao que gastam com jogadores.
    espero que consigamos renovar com os patrocinios, mais caso nao, temos que mostrar a força da torcida nessa hr, ja que os reforços estão chegando, e ate semana passada quase todo mundo concordava com o planejamento que vinha sendo feito

  • Não vejo razão para pânico. Não se esqueçam que é um ano de olimpíada, e muitas marcas vão investir lá. Fora a crise braba. E que eu saiba não tem nada certo, logo, tudo vai se ajustando. O Fla poderia pelo menos igualar as receitas de 2015, que já seria bom, diante do quadro econômico. Essas negociações são complexas. Me recordo que BM estaria negociando com netflix, e que seria um “trunfo”, quem sabe pode pintar. Ainda é prematuro para tecer comentários mais contundentes. SRN.

  • Ano 2016 tá difícil, ainda mais com essa crise!

    • E vai piorar… Estamos so especulando com a crise ainda… Segundo semestre ela vem forte

  • Três anos lutando na parte de baixo da tabela do Brasileirão, claro que ninguém quer pagar esses valores de time na Libertadores.

    Quando o Flamengo estiver disputando todo ano na parte de cima, aí sim vai chover empresas.

    • Almir, ao final de 2012 o Flamengo estava praticamente falido, não tinha crédito nenhum na praça. Éramos motivo de chacota e passados 3 anos o panorama é totalmente diferente. Acho que caminhamos de forma correta ao priorizarmos o acerto da casa primeiro. Acredito que 2016 será um ano de redenção e inicio de um ciclo campeão.
      SRN

      • Fala Flavio,
        Não precisa me lembrar essa questão administrativa, eu conheço bem a façanha dos blues nesse quesito.

        Eu estou me referindo a uma realidade que é de outra natureza: no futebol, passamos 3 anos de miséria de resultados, e isso reflete no interesse dos patrocinadores.

        Grande abraço.

  • O que mais me estranha é que disseram em campanha que estava tudo bem encaminhado. Virou o ano e renovaram com o mesmo valor com a Caixa; mesmo diante das declarações da própria Caixa que o retorno foi mais do que o esperado. Deveriam ter fechado a 26 ou 27 milhões. Bap era mestre nisso. Os que estão agora estão patinando. Não comentam nada, para não servir de crítica para a imprensa.

    Falaram ainda que tinha além das atuais; outras interessadas. Até agora nada. Com o tempo saberemos se Bap fazerá falta ao Flamengo.

    • Brunao… brasil quebrou bicho… Não tem essa de investimento… Olha nossa situação perto dos outros clubes… Não eh assim q a banda toca…

  • Ainda é cedo para falar algo concreto, vamos aguardaró lembrando que é promessa de campanha e está previsto no orçamento um valor no minimo igual ao do ano passado.

  • Só me faltava essa…

Comentários não são permitidos.