Vídeo: Muricy destaca prazer em trabalhar no Flamengo

O repórter André Plihal passou um dia com Muricy Ramalho e fez um levantamento dos primeiros meses de trabalho do treinador no Flamengo.

Feliz como há muito tempo não se sentia, Muricy comentou sobre os problemas no centro de treinamento, a falta de um estádio e o estilo de jogo da equipe.

Fonte: ESPN

Veja também

  • Reportagem bonita de se ver, Muricy rindo a toa espero todos terem paciência com ele quando o time sofrer derrotas nesse percurso inicial pois as entrevistas dele mostram que ele tá acreditando muito que vai da certo e o torcedor tem que comprar isso pois se o Muricy não der conta vamos recorrer a quem só sobraria o Tite de melhor nível o resto é tudo atraso não tem nem coragem de estudarem ou não é coragem e humildade mesmo de reconhecer que tá tudo evoluindo SRN

  • Até eu me sentiria motivado. Acordar olhando o mar da Barra é bem diferente do que acordar olhando o Rio Tietê! kkkkkkkkkk

  • Bom ver o chefe rindo. Sinal de que o trabalho tá fluindo e que as expectativas são boas. O que foi acordado está sendo cumprido e ele tem entregado o que ele prometeu, identidade, tática e raça.

  • Só falta uma casa mesmo, Muricy. O Eduardo Bandeira bem que podia dar esse presente para você e para a Nação, reativando o projeto do estádio para 30 mil na Gávea, que podia seguir o modelo do belo Stade de Suisse (fotos em anexo), cuja capacidade também é de 30 mil lugares.

    • sabe o valor total desse estádio?

      • Caríssimo, Aldrey! Porém algumas variantes devem ser levadas em consideração, como o fato de ser também uma usina de energia solar e o fato de ser na Suíça, onde tudo é muito caro. Acredito, e aqui confesso ser no chute, pois não tenho qualquer expertise no assunto, que sem maracutaias conseguiríamos construir algo similar por uns R$300… 400.000.000,00. Metade desse valor poderíamos arrecadar cotizando o estádio em seis partes (1 atrás de um gol, 1 atrás do outro, 2 em uma lateral e 2 em outra, 1 em cada metade do campo) e procurando empresas interessadas em adquirir as cotas como a Brahma, Tim, Caixa, Adidas, etc. Cada cota poderia ser fixadas em R$25.000.000,00 na lateral onde ficam as cabines de imprensa, R$50.000.000,00, atrás dos gols e R$75.000.000,00, na lateral oposta às cabines, mais cara pela maior exposição em jogos televisionados. Creio que o maior problema seria mesmo o político, como sempre, e aí a Nação precisaria entrar em campo.

        • Muito interessante, Brunn! Além de lindo e moderno!
          No caso, ele ficaria no lugar do que hoje seria a Arena Mc’Fla?
          E as dimensões do Estádio, “caberiam” na Gávea?

          SRN

          • Oryan, o estádio ficaria onde hoje está o campo, em lugar diverso da arena McFla. Isso conforme o antigo projeto de revitalização da Gávea como se pode observar na foto em anexo. Parece que a atual gestão fez um novo projeto, “um verdadeiro Plano Diretor da Gávea”, com a Edo Rocha, mas nunca vi, infelizmente. Se alguém tiver acesso, poderia postar aqui.

    • Esse camarote aí matou um monte de lugares. Ma o estádio é lindo. Sò que deveria ser feita uma previsão para ampliação.

    • Estádio bonito da porra! um desse aí na gávea os antis iam pirar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Imagina, Eric!

      • Com 30 mil lugares estaria sempre lotado. Caldeirão ia ferver em todos os jogos.

        • Sócio torcedor ia bombar!!!

  • Esse player é uma merda, na moral..

  • Estamos em boas mãos… Tanta na presidência quanto no treinador.

  • Fico muito feliz ao ver essa reportagem. Quem diria que o Flamengo mudaria seu rumo em 180 graus tão rapidamente.

  • Nosso Mengão vai arrebentar esse ano se Deus quiser. Quem trabalha com honestidade e transparência como o Flamengo vem fazendo há alguns anos, uma hora colhe os resultados, e essa hora chegou. Acredita nisso Nação Rubro Negra!!! HeeeeeeeeeeeOOooooooooooooooo
    BOoooorrrrrrAaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    Qquuuuueeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
    O
    FLAaaaaaamEngOooooooooooo
    ChEgggoOOoooooooooooooooooo

Comentários não são permitidos.