É o fim do jejum? Vasco e Fla duelam em Manaus

Sem derrotas para o Rubro-Negro desde março de 2015, Vasco joga por empate na Arena da Amazônia para ir a final; sem Juan, flamenguistas só passam com vitória

Vascaínos e rubro-negros têm uma rivalidade em que chamar o adversário de freguês é comum. O cruz-maltino provoca com a série invicta contra o Flamengo – não conhece o sabor amargo da derrota no clássico há oito jogos. O flamenguista, por sua vez, tira sarro por não perder decisões de campeonato para o arquirrival desde 1988.

Neste domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Amazônia, pela semifinal, ao Vasco basta manter a série invicta contra o Rubro-Negro para chegar à final do Campeonato Carioca e seguir na luta do bicampeonato que não vem desde 1992 e 1993. Já ao time de Muricy Ramalho resta uma única saída: vencer. Quem vai tirar onda com o rival no fim do dia?

Campeão da Taça Guanabara, o Vasco só tem motivos para entrar em campo de moral elevado. Foi justamente em uma semifinal de Estadual contra o Flamengo, no ano passado, que o clube teve o “respeito” de volta e deu início a série de oito partidas sem perder para o rival. Como se não bastasse a vantagem do empate, o Cruz-Maltino vem de cinco vitórias e três igualdades no clássico. O técnico Jorginho terá quase força máxima diante do Rubro-Negro. Marcelo Mattos, expulso no jogo do título contra o Fluminense, é a única baixa. Diguinho deve jogar.

Depois de passar quatro jogos sem gols – entre a derrota para o Confiança e o revés para o Volta Redonda -, o Flamengo reencontrou o bom futebol justamente contra o Vasco, dia 30 de março, em Brasília. No empate por 1 a 1, foi superior ao adversário e desde então não passou em branco em nenhum dos quatro jogos seguintes. Nos últimos três, aliás, não foi vazado e sempre marcou três. Encara o Cruz-Maltino no 4-4-2, esquema utilizado contra Botafogo (2×2), Boavista (3×0) e Bangu (3×0). O Rubro-Negro vive seu melhor momento na temporada e chega forte para tentar vencer o arquirrival contra o qual não triunfa desde 22 de março de 2015. Na ocasião, sob forte chuva, Alecsandro fez os gols da vitória por 2 a 1, no Maracanã.

Leonardo Garcia Cavaleiro apita o jogo, auxiliado por Wagner de Almeida Santos e Daniel do Espírito Santo Parro. A TV Globo exibe o duelo para RJ, ES, TO, BA, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF. O Premiere e o Premiere HD também transmitem a partida. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, com vídeos.

ESCALAÇÕES

Vasco: Jorginho tem quase força máxima para decisão com o Flamengo. Sem nenhum jogador no departamento médico, Marcelo Mattos, suspenso, é a única ausência e dá lugar a Diguinho. Na lateral esquerda, Julio Cesar está recuperado de lesão e a tendência é que volte no lugar de Henrique. Com isso, o Vasco decide uma vaga na decisão com Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Diguinho, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos.

Flamengo: Muricy Ramalho tem apenas um desfalque no time titular para a semifinal: Juan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com César Martins confirmado, o Flamengo vai a campo com Paulo Victor, Rodinei, César Martins, Wallace e Jorge; Cuéllar, Willian Arão, Mancuello e Alan Patrick; Marcelo Cirino e Guerrero.

QUEM ESTÁ FORA

Vasco: Marcelo Mattos, expulso contra o Fluminense, é a única baixa do time de Jorginho.

Flamengo: Juan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, é o principal desfalque. Nixon e Sheik, recuperando-se de lesões, também não jogam. Fernandinho, que não foi inscrito no Carioca, é a outra baixa.

PENDURADOS

Vasco: ao término da segunda fase, os cartões são zerados.

Flamengo: ao término da segunda fase, os cartões são zerados.

Fonte: GE

Veja também

  • Fim do jejum nada! Não se iludam !!
    É melhor até a gente já ir ficando na posição. Vamos lá: Fiquem de joelhos e encostem os cotovelos no chão. Pronto, já estamos de 4, agora podemos levar mais uma pirocada do Vasco.

    Não to aguentando mais essa situação.. Fora Muricy !!

Comentários não são permitidos.