Furada? Antônio Carlos e Arthur têm 3 meses de Flamengo, mas nenhum jogo

Rachado com a Ferj, o Flamengo decidiu que disputaria o Carioca 2016 com uma equipe alternativa. Para isso, o clube contratou dois reforços exclusivamente para o tal time misto: o lateral-esquerdo Arthur Henrique, de 21 anos, e o zagueiro Antônio Carlos, de 23. Em janeiro, em respeito a acordos comerciais, a estratégia mudou, e o Rubro-Negro entrou no estadual com o elenco principal. Resultado: três meses e quatro dias após serem apresentados em Mangaratiba, os dois ainda não estrearam.

Arthur, formado na base do São Paulo e ex-América de Natal, sequer foi relacionado para o banco de reservas em nenhum dos 19 jogos oficiais do Flamengo na temporada. Nos treinos abertos à imprensa, só obteve destaque em treino realizado no dia 7 de março, quando fez bonita jogada e recebeu elogios de Muricy Ramalho. Nos últimos dias, quando Chiquinho treina no meio de campo, o jogador aparece na lateral esquerda.

O contrato do lateral com o Rubro-Negro vence em 31 de maio, e o procurador dele, Paulo Pitombeira, ainda não foi procurado para discutir renovação. A intenção do estafe do jogador é se reunir em breve com a diretoria para obter uma posição. Vale destacar, porém, que o vice de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, explicou em entrevista ao GloboEsporte.com a necessidade de se ter um elenco robusto para o Brasileirão, principalmente em função da longa maratona de viagens à qual os comandados de Muricy Ramalho serão submetidos.

Antônio Carlos é cria do Fluminense, mas obteve momento de fama com a camisa do Corinthians na final da Copa São Paulo de Futebol de Júnior de 2012. Capitão da equipe, fez os dois gols sobre o próprio Tricolor e foi protagonista na conquista do título. Além do Alvinegro Paulista, o defensor já vestiu as camisas de Oeste e Avaí profissionalmente.

O contrato de Antônio Carlos com o Flamengo é um pouco mais longo, vai até 31 de dezembro. O jogador é vinculado ao Tombense-MG, que também tem direitos federativos de Chiquinho. O zagueiro tem vínculo até dezembro de 2019 com o time que é ligado ao empresário Eduardo Uram. A seu favor, o jovem conta com a possibilidade de César Martins, emprestado ao Fla pelo Benfica até 30 de junho, voltar para Portugal, o que abriria mais espaço. Em compensação, o clube segue em busca de um zagueiro experiente para reforçar a equipe no Brasileiro.

Cinco contratados são titulares

Antonio Carlos entrou no segundo tempo do amistoso contra o Santa Cruz (derrota por 3 a 1), ainda na pré-temporada, mas ainda não estreou em partidas oficiais pelo Flamengo. O máximo que conseguiu foi ser relacionado para o banco de reservas na partida contra o Bangu – quando Muricy Ramalho escalou um time reserva – ainda na primeira fase do Campeonato Carioca.

O Flamengo já recebeu consultas de clubes das Séries A e B por Antonio Carlos, mas a situação segue como está até que sejam definidos os planos da comissão técnica para o jogador. O zagueiro perdeu espaço ainda na pré-temporada, quando apresentou resultados físicos abaixo da média do grupo e, por isso, precisou de mais tempo para entrar em forma. Assim, acabou ficando para trás até de Léo Duarte, de 19 anos, que em janeiro foi campeão da mesma Copinha em que Antonio Carlos brilhou há quatro anos.

A diretoria do Flamengo fez 10 contratações nesta temporada. A última delas, do atacante Fernandinho, que foi regularizado nessa quinta-feira. Metade dos reforços são titulares no time de Muricy Ramalho, outro que chegou neste ano. Rodinei, Juan, Cuéllar, Willian Arão e Mancuello ganharam a vaga rapidamente. Os demais contratados – fora a dupla que ainda não estreou e Fernandinho, que só terá condição de jogo para a Copa do Brasil – são Alex Muralha, que fez uma partida oficial, e Chiquinho, que atuou cinco vezes este ano pelo Flamengo.

Fonte: GE

Veja também

  • Já falei em outros post’s que esse antonio carlos ou o léo duarte que merecem a titularidade são infinitamente melhores que o wallace além de jovens são mto bons já o arthur henrique ai nunk vi jogar não posso tecer um comentário.

  • Gostei muito da contratação do Muricy, mas isto é um dos poucos pontos negativos dele. Não entendo porque ele não usou mais os garotos q vieram da base e estas apostas nos jogos contra os pequenos. Por exemplo, no jogo contra o Boa Vista já estava 3 x 0 aos 12 minutos do segundo tempo então eu colocaria algum jogador que ainda não foi testado.

  • eu acho que antonio carlos e bom, mas nao posso ver pq o cara nao joga kkk nao entendo….ai ele vai pra outro time, ai fica no banco, ok….ai algum titular se machuca e ele joga bem!! ai nos lascamos rs

  • sinceramente, eu não entendo esse treinador.

  • Não entendo como o Flamengo revezou tanto os jogadores esse ano, reclamou de cansaço e mesmo assim não usou todos os jogadores.

    Sabendo que o César Martins vai embora e que o Jorge provavelmente vai ser convocado para as Olimpíadas, esses dois já eram pra ter sido testados nesse carioqueta.

    • Tambem acho, isso parece ser birra do muricy com os caras, teria que ter testado esses carinhas ai, nem que fosse por um meio tempo…

    • E ainda tem os moleques da base campeões da copinha que ele prometeu dar chance, mas não o fez, escalando-os uma vez apenas em um time cheio de reservas. E o Ronaldo quando foi escalado jogou foi fora da posição dele. Queria muito vê-los jogando com os titulares. Apóio o Muricy, mas essa é uma falha dele. E é uma pena que nossa tradição de aproveitar moleques da base esteja sendo ignorada. Isso deveria ser cláusula contratual.

      • Também gostaria muito de ver esses garotos atuando mais.

        Mas existe uma cultura que me irrita, que é a da cobrança imediata. O Vizeu tava indo muito bem, mas bastou perder um gol na cara do goleiro, um mísero gol, e já perdeu espaço, já tão falando até em contratar centroavante.

        Temos que mudar isso, a começar pela imprensa.

  • Não se pode dizer que foi uma furada, pois os dois não jogaram, não tiveram oportunidade assim como Léo Duarte, Ronaldo e outros garotos. Penso que esse fato também tem que ser discutido no dp de futebol poque o flamengo tem um projeto e também investimento na base e o treinador ignora. Essea dois jovens contratados tambem, é preciso saber porque não jogaram, se não servem não deviam ser contratados, e se foram contratados sem necessidade, sem referência tem que ser inveatigado, pois também é prejuízo pro clube, pequeno mas prejuízo. Já que estamos falando em diminuição de dívida, em consorcio Plaza, isso, aquilo, então temos também temos que encontrar maneira de discutir contratações no flamengo, pois o DP de futebol tem feito um esforço enorme pra contratar jogadores que não nos serve, que ficam encostados ou que quando estão jogando não tem futebol pra vestir o manto sagrado. Fernandinho por exemplo, não se pode contratador um jogador porque está encostado em outro clube. Se não serve pro Grêmio menos ainda pro flamengo. Penso que isso tem que ser repensado, temos que parar que contratar jogadores meia boca pois assim como tantos outros prejuízos, jogadores que não jogam ou não servem pra vestir o manto, encostados também é prejuizo ao clube.

    • A única explicação é que querer substituir de vez o bonde da Stella, expurgando a todos conforme o fim de seus contratos e, assim, apesar de provisoriamente o número do elenco parecer elevado, chegaríamos no Brasileirão em um número condizente;
      Plantel elevado na medida certa, nem pouco para faltar opções no transcorrer de um campeonato longo, nem muito, para não causar desperdício; Nem formado por puros cabeças de bagre, para não prejudicar demais o time, nem formado por craques, para não ficar impagável;
      Algumas contratações parecem bem estranhas, mas outras foram indiscutivelmente excelentes, portanto, ainda é prematuro criticar o DP de futebol;
      Continuo achando, apesar de todas as explicações dadas e que também faziam sentido, que o erro foi não ter arriscado em escalações diferentes em jogos como contra o Confiança, mas isto já faz tanto tempo que repetir isto acaba sendo injusto também;
      E vamo que vamo, SRN.

Comentários não são permitidos.