“Nilmar, ex-Corinthians, quer voltar ao Brasil. Alguém se habilita?”

A fase não anda nada boa para Nilmar nos Emirados Árabes.

O ex-jogador do Internacional e Corinthians pretende voltar ao futebol brasileiro.

O Al-Nasr admite abrir mão do atacante desde que não tenha prejuízo financeiro. Nilmar, 31 anos, chegou ao clube em julho de 2015 e recebe cerca de R$ 1 milhão por mês.

Além das 3 passagens pelo Internacional, Nilmar andou pelo futebol da Espanha, França e do Qatar.

A última convocação para a seleção aconteceu em 2010 sob comando de Mano Menezes.

Fonte: Bruno Voloch | Yahoo Esportes

Veja também

  • Esse é outro enganador igual ao Pato.
    A mídia que faz com que esses merdas ganhem esses slaários altissimos. Vivem de uma temporada eternamente. Não fizeram nada demais pelos seus clubes ou seleção.
    Essa vida deles é muito boa!!!!!

    • Sempre jogou bem. Sofreu um pouco com as contusoes mas sempre foi muito bom. Me lembra o savio. Rapido, agudo.

  • Sério mesmo? Eu não entendo essa galera. Um Nilmar no elenco vale pelo Cirino, Gabriel e Sheik juntos.

    Eu acho uma boa sim, está na hora do Flamengo começar a fazer mais esse tipo de investimento. Se livrando desses três que citei acima, e trazendo Nilmar e Maicosuel, acho que já é um grande adianto.

    Atualmente a parte mais deficiente do elenco do Flamengo é essa, os lados de campo.

    Além de negociar os três que citei, ainda devolveria o Fernandinho.

    Com Nixon, Everton, Ederson e Thiago Santos, é só trazer dois caras de mais peso que resolve. Acho Nilmar e Maicosuel uma dupla para elevar o nível desse ataque.

    • O que adianta trazer esses caras que só tem nome???
      Vão ganhar 1 milhão e continuar no banco pro Everton, Cirino,Fernandinho e Sheik.
      Podem trazer qualquer cara de nome que os titulares já estão “escolhidos”.
      Que o diga Mancu e Cuellar!!!

      • Não é para traze-los com esses aí no elenco. O objetivo é justamente esse, reformular. Dispensar os que aqui já estão, e trazer uns dois de mais peso, mais qualidade.

    • Caro Edson… Eu me pergunto se já não estaria na hora de testar Thiago Santos (que já jogou uma vez e foi muito bem) e o Nixon na ponta… Acho que nosso time tem 3 pontos fracos que são as falhas na zaga que teimam em acontecer embora tenham diminuído, as perdas de gols “feitos” por absoluta falta de pontaria, principalmente dos nossos atacantes e a falta de qualidade dos nossos pontas. Nixon na minha opinião finaliza melhor que Cirino, Everton, Gabriel…. E o Thiago Santos no jogo que eu vi ele atuando jogou muito… Driblou muito e deu muito trabalho ao adversário…

      • Também acho meu amigo. Não sei porque o Xino ainda não teve chances. Eu gosto do futebol dele, não é nada de outro mundo, logicamente, mas é bem melhor que Cirino e Gabriel. Beemm melhor.

      • Tenho defendido isso tb. Já é hora de dar chance a eles.

        • Bom, parece que ele vai dar uma sequência para o Ederson… No início do ano eu tinha muita esperança no Ederson, mas agora já não tenho tanta… Melhor mesmo dar esta sequência a ele, jogando no lugar onde atuou bem no passado porque assim teremos certeza de que ele jogará bem ou de que não jogará nada. E nesse segundo caso, então tem que ser descartado. SRN

    • Eu gosto tanto do Nilmar quanto do Maicosuel. Não são craques mas ajudam bastante. Se o Alan Patrick vem jogando isso tudo sozinho, imagina ele e o Maicosuel juntos com liberdade para encostar no Guerrero com Arão e Mancuello vindo de trás. Agora no caso do Nilmar, o problema é o salário, acho difícil ele aceitar menos de 350, 400 mil.

      • Douglas, eu pagaria até 500 mil para ser sincero. Dispensando Sheik, Cirino, Gabriel e Fernandinho. Dá para abrir espaço no orçamento para dois ótimos jogadores, incluindo um Nilmar, um Maicosuel.

        Pagaria 500 em um e 200, 300 no outro.

        • Considerando que pagam 400 mil pro Emerson, 500 mil no Nilmar é tranquilo…

    • É verdade, esse sim eu gostaria de ver no Mengão.

  • Não, obrigado. Próximo!

    • Tô assim também

  • kkkkkkkkkk

Comentários não são permitidos.