Baile perfumado do Flamengo no Barradão: 2 a 1 no Vitória

O torcedor do Flamengo sente um perfume cada vez mais agradável. Hoje, num jogo complicado, em pleno Barradão contra um guerreiro Vitória que saiu na frente, o Rubro-Negro – com Guerrero no banco – virou para 2 a 1, gols de Fernandinho e Gabriel, e empatou em pontos com o líder Palmeiras na Série A, com 46.

Curiosamente os dois jogadores foram os mesmos que marcaram os gols na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta na rodada passada. Foi a vitória de número 14 do Flamengo, que também passa a ser o time de melhor campanha como visitante, com seis vitórias e doi empates em 12 jogos fora de casa.

O JOGO

O Flamengo entrou com uma surpresa na escalação, com Guerrero no banco, Leandro Damião enfiado e Fernandinho e Gabriel pelos flancos. Deu certo? Não. Embora o Vitória estivesse muito inseguro na defesa e o Flamengo chegasse próximo á área – e, verdade seja dita, Damião era perigoso – o time pecava ao não ser mais incisivo na hora de finalizar.

Já o Vitória tratou de ciscar em cima dos erros de marcação, buscando a velocidade de Marinho. Foram inúmeras as oportunidades que o time baiano criou, principalmente em chuveirinhos (os baianos cruzaram o dobro de vezxes do Fla na etapa inicial, 10 a 5). Num desses lances, aos 21 minutos, o estreante Zé Love se jogou numa bola chutada pelo lateral-esquerdo Diego Renan que acabou virando um cruzamento rasteiro e mandou para a rede de Muralha.

O Vitória desenhava ir para o intervalo com uma justíssima vantagem por 1 a 0 no placar quando o Flamengo fez valer a sua força na melhor jogada do time no primeiro tempo, uma trama na qual Arão tocou para Pará ir ao fundo e cruzar na cabeça de Fernandinho, que deu uma de centroavante e empatou a partida aos 43 minutos.

No segundo tempo a tendência era o Vitória – precisando vencer opara sair da zona de rebaixamento – se lançar ao ataque, mantendo a marcação adiantada. Foi o que ocorreu nos 15 primeiros minutos, com o time baiano apresentando maior volume enquanto o Flamengo só conseguia sair com Willian Arão. A entrada de Alan Patrick no lugar de Fernandinho mostrou que a intenção do treinador Zé Ricardo era fechar mais o meio e liberar de vez Gabriel, então muito apagado. E não é que aos 15 minutos deu certo? Gabriel entrou pela direita, triangulou com Diego e dentro da área chutou cruzado para fazer a virada.

Foi uma ducha de água fria para o Vitória, que só não foi à nocaute aos 18 porque uma finalização de Leandro Damião morreu no travessão e não no gol. O lance acordou o time da casa e o jogo ficou elétrico, com as duas equipes construindo chances de gol. Kieza obrigou Muralha a fazer uma defesa espetacular aos 22.

Nos minutos finais, o Vitória se perdeu e ainda teve Diego Renan expulso. Já o Flamengo criou várias oportunidades para ampliar, principalmente num chute de Damião e numa cabeçada de Réver. Merecia até golear. Agora, dependendo qe que ocorrer com o Verdão hoje, contra o Grêmio, no Sul, o Rubro-Negro poderá assumir a ponta na próxima rodada, quando fará o encontro de titãs contra os palmeirenses. E como este time tem essência, a fragrância é a melhor possível.

Fonte: UOL

Veja também

  • O plano inteligente e que cabe no bolso da gente!

  • Boa tarde!
    Algum de vocês sabem me dizer o whatsapp da coluna??

  • Perfida essa descricao do jogo pelo UOL.

    Completamente feita por quem nao viu o jogou ou esta completamente bebado e nao saca nada de futebol.

    SRN

  • Baile não foi, mas foi uma vitória importante e interessante.
    Importante porque ficamos ali colocados e colocamos a pressão na porcada. Quarta deve ser um jogo do caramba.
    Interessante que o time soube se reestabelecer no decorrer do jogo em face às dificuldades que todos irão nos impor.
    Não pensem que iremos dar espetáculo sempre… Os adversários irão nos pressionar e buscarão nos anular em campo.
    O nosso segundo tempo e final de primeiro tempo foram bons.
    Logo, vamos comemorar e deixar de bobagens sobre isto ou aquilo. Coloquem na cabeça que este time nem rendeu o que pode mas está jogando com vontade, determinação e sendo inteligente para controlar a partida em vários momentos.

  • Falar em baile é brincadeira!
    O primeiro tempo do Flamengo foi sofrível! Mérito do excelente cruzamento do Gabriel para a cabeçada do Fernandinho.
    Não entendi as entradas do Fernandinho no time titular, mas parece que deu certo.
    A saída do próprio Fernandinho com o Gabriel não jogando nada antes do seu gol, demonstra talvez uma dificuldade do ZR em analisar as situações do jogo.
    Gabriel fez o gol, mas qualquer técnico em um dia de juízo teria tirado o Gabriel ao Fernandinho. Mas, futebol também é meio que de alguns lances inusitados que dão certo.
    Precisamos melhorar muito para conseguir bater o palmeiras em são Paulo.
    Acredito que o Flamengo vai chegar ao título aos trancos e barrancos.

  • agora vamos ver se o zé e um cara estudioso, contra o palmeiras não pode entra com fernandinho e gabriel porque os dois não produz nada, na minha humilde opinião entraria com um meia de marcação ou até o mancuello, mas quarta feira vai ferver. vamos flamengo. vamos ser campeões.

Comentários não são permitidos.