Emoção x Razão

Salve! Coluna objetiva de hoje sobre o jogo de ontem. Sem mais delongas, vamos direto ao que interessa.

Emoção:

As escolhas e preferências de jogadores do Zé Ricardo é um assunto quase que diário e estamos chovendo no molhado pois o mesmo tem suas convicções e não vai abrir mão delas, sejam táticas ou de escolhas pessoais na escalação.

A capa dessa coluna tem haver da forma como nossos jogos vem se desenhando, de forma heróica, na raça, as vezes nos últimos lances. Erros táticos e atuações são logo esquecidos na euforia do gol da vitória.

O jogo de ontem teve o script perfeito de vexames do Flamengo. Não preciso nem lembrar de vários, todos sabemos. Ouvi falar sobre lição. Quantas vezes é preciso para aprender a respeitar o adversário? Time lento, sonolento, esperando o tempo passar, toma o gol, entra no desespero, a bola pesa, o que é pra chutar toca, o que é pra tocar chuta e fim, quarta eliminação no ano em mata-matas.

Razão:

2016-09-29-photo-00003555

A derrota fere, irrita, faz nosso dia ser ruim mas não podemos deixar o time na mão nesse momento. Que a nação se inflame e mostre o porquê de ser a maior do Brasil nos melhores e nos piores momentos. Vamos lotar o Santos Dumont, esses jogadores vão sentir na pele o que é jogar no Flamengo e vão dar a vida nesse jogo de sábado. Estar ao lado nas vitórias é fácil, difícil são nas derrotas! Eu sou Flamengo em todos os momentos e você? Vamos mostrar para todos porque a maior torcida do mundo faz a diferença!

Acima de tudo Rubro Negro!

André Barros

 

Veja também

  • Como diz o ditado, “há males que vêm para o bem”. Conversando com um colega paulista, ele me falou um coisa para lá de interessante: “A PIOR COISA QUE PODERIA TER ACONTECIDO NO ANO PARA O PALMEIRAS FOI A DESCLASSIFICAÇÃO DO FLAMENGO.”. E nem precisou completar o resto… &;-D

  • Entendo que um técnico use time misto para poupar jogadores que disputam 2 campeonatos, mas porque não manter pelomenos a zaga titular? Porra, zagueiros, com certeza se desgastam menos que meio campistas, atacantes e laterais. Gosto do Zé mas hoje me sinto obrigado a manda-lo p …. deixa p lá. Ainda confio no trabalho dele, mesmo pq ele está começando e bem até. Mas convenhamos ele ainda erra. Caralho. Esse era um campeonato mata mata né? Ou estou enganado? Perder no Brasileiro, de pontos corridos é uma coisa, até se justificaria colocar time misto, pois poderíamos nos recuperar mais adiante. Agora, zaga mista em mata mata? Qual é a lógica nisso? Suponho que entramos em campeonatos para ganhar né? Então temos que usar as lógicas de escalação sincronizadas com as regras do respectivo campeonato. Acha que no tempo do Zico tinha essa frescura de time misto? E os caras ganhavam bem menos né? Sem mais

    • Essa zaga mista foi a mesma que jogou contra o Palestino no Chile e eles foram bem, quando saiu a escalação a primeira coisa que li foi as criticas com a insistência com o Cirino e Chiquinho. Ninguém falou do Juan, ninguém esperava que ele fizesse uma partida ruim. A culpa da derrota não foi a zaga e sim à estratégia do Zé de jogar no contra-ataque somado à displicência no primeiro tempo e a fadiga no segundo.

      Lembrando que são os fisiologistas que decidem que pode jogar e quem não pode, Réver, Diego e Damião não tiveram pré-temporada, eles não iriam aguentar jogar tanto nessa intensidade.

  • Contra o Cruzeiro tivemos alguns erros táticos no final do primeiro tempo, já no segundo tempo foi o cansaço que matou o time, como ganhamos o jogo todos esqueceram isso (inclusive eu). Contra o Palestino aconteceu a mesma coisa somado à displicência, agora que perdemos sempre arrumamos culpados.

    Mas é isso aí, vida que segue, agora é apoiar o time independentemente do resultado de sábado, e para ganharmos esse título os jogadores precisam saber que ainda apoiamos eles mesmo depois do vacilo de ontem.

Comentários não são permitidos.