Em lua de mel com Fla, Diego diz: “Três anos de contrato é muito curto”

Diego está em casa. Sente-se assim no momento em que pisou o solo carioca e foi recebido de forma apoteótica pela torcida do Flamengo: “Aquilo foi sensacional”. O Rio de Janeiro também o impressiona pela relação com a natureza: “Estou curtindo muito”. Completamente à vontade, o meia quer fazer história no Rubro-Negro. Se diz, desde já, ansioso em disputar a Libertadores pelo clube, algo que está muito perto de ser sacramentado para 2017. São muitos sonhos, que o fazem considerar pequeno seu período de contrato com o time da Gávea.

– Quando paro para pensar no que está acontecendo e no que pode acontecer, me animo muito. Claro que o trabalho precisa ser muito bem feito, estamos no caminho certo. Eu tenho três anos de contrato, e a sensação é de que três anos é até curto pelo que podemos viver juntos aqui. Vendo seriedade da diretoria, dos jogadores, da comissão técnica e o amor da torcida, tudo isso gera uma expectativa positiva muito grande. Disputar uma Libertadores por esse clube deve ser uma sensação única e que eu quero experimentar.

Diego recebeu a reportagem do GloboEsporte.com no fim do treino desta sexta-feira, na beira do campo do Ninho do Urubu, onde concedeu entrevista ao vivo. Confira abaixo os principais trechos da entrevista.

Comportamento em campo
Eu era um pouco inconsequente nas minhas reações. Era natural pela minha idade. Hoje sei que preciso ser um exemplo para as crianças. Então é preciso segurar as emoções em campo.

Momento no Fla
Sempre joguei 80% dos jogos e fui titular, mas nos últimos anos faltava aquele brilho. Precisava encontrar uma outra equipe. Era uma vontade que eu tinha no meu coração, e hoje posso dizer de boca cheia que estou feliz.

Diego e os demais jogadores
Minha relação com grupo é sensacional, com todos. Guerrero é tímido, mas tem um caráter sensacional. Talvez o mais extrovertido seja o Gabriel. Fernandinho e Juan pegam muito no meu pé. Falei para eles deixarem disso porque é perda de tempo. Depois eu vou chegar com tudo também (risos). A galera aqui não dá mole. Alan Patrick, Réver… enfim. A galera aqui gosta de uma zoeira, não perde a oportunidade, mas faz muito bem para o ambiente.

Disputa com o Palmeiras
São 10 jogos, tem grandes possibilidades de o Palmeiras perder pontos, mas se a gente olhar só para eles, nós vamos perder nossas forças. Sabemos da nossa qualidade.

Eu sempre tive vontade de defender o Flamengo quando voltasse ao Brasil. Dessa vez uniu o meu desejo com o desejo do Flamengo”
Diego

Chamou o Robinho para jogar no Fla?
Não conversei com o Robinho sobre isso. Ele está bem no Atlético-MG e tenho respeito a esse momento decisivo. Qualquer grande jogador é bem-vindo. Um jogador e uma pessoa que admiro, qualidade indiscutível, mas essa possibilidade não cabe a mim decidir.

Como vai ser enfrentá-lo?
É melhor ele ficar longe. Evitar o contato vai ser bom para mim e para ele. Para mim porque ele é liso e habilidoso pra caramba, e para ele porque eu já rasguei a camisa dele uma vez quando joguei contra ele estava no Real Madrid. Se tiver que fazer isso de novo eu vou ser obrigado porque ali dentro nós queremos vencer. Brincadeiras à parte, vai ser uma honra enfrentá-lo novamente. É sempre um prazer reencontrá-lo.

Santos tentou te contratar?
A última procura do Santos foi tímida. Não passou de um telefonema. Mas eu sempre tive vontade de defender o Flamengo quando voltasse ao Brasil. Dessa vez uniu o meu desejo com o desejo do Flamengo.

Vai comemorar se marcar no Santos?
Estou no Flamengo, vim porque eu quis. Dou a vida por essa camisa, estou encantado por esse clube. Quero vencer sempre. O que eu faria é um detalhe e independe do carinho que tenho pelo Santos. Mas se marcasse um gol na Vila Belmiro, eu pensaria o que fazer

É melhor ele ficar longe. Evitar o contato vai ser bom para mim e para ele. Para mim porque ele é liso e habilidoso pra caramba, e para ele porque eu já rasguei a camisa dele uma vez quando joguei contra ele estava no Real Madrid”
Diego sobre enfrentar o Robinho

A vontade de defender o Fla
Diego fala sobre a vontade de defender o Flamengo: “Sentimento foi aumentando com o tempo. Via a conquista de títulos, jogos no Maracanã, a torcida, e isso foi me atraindo cada vez mais. Estava seguro com relação a isso, e quando cheguei pude comprovar que foi a melhor opção a ser seguida.

Qual foi seu momento “ai meu coração” no Flamengo?
“Cada etapa tem sido uma emoção, mas a recepção no aeroporto foi sensaciona

Muso do Fla?
Diego fala sobre a vontade de defender o Flamengo: “Sentimento foi aumentando com o tempo. Via a conquista de títulos, jogos no Maracanã, a torcida, e isso foi me atraindo cada vez mais. Estava seguro com relação a isso, e quando cheguei pude comprovar que foi a melhor opção a ser seguida.

Já é carioca?
Estou curtindo muito o Rio. Muito legal ter uma cidade desenvolvida com essa natureza. Sempre que dá um tempo eu passeio com a família para conhecer novos lugares.

E o Diego nos dias de folga?
“Ir ao teatro e reunir amigos para a resenha é o que eu mais gosto. Jogo futevôlei quando posso. O importante é estar fazendo o que gosto com as pessoas que amo.

Fonte: Globo Esporte

Veja também

  • Tecnicamente acho que não temos o que falar mas o que na minha opinião ele está fazendo a diferença é o respeito e admiração pela história e ídolos do clube. O que ele disse do maestro no bem amigos demonstra claramente que sempre admirou o nosso Mengão. SRN

  • Além de craque de bola e exemplo de dedicação ao clube , valeu Diego .

  • Vai ser muito ídolo

    Acredito que ficará no mínimo uns 6 anos

  • Joga muito! Era o que faltava nesse meio campo! Rendimento enorme desde que chegou, de mativer assim, vai fazer companhia para Muralha na seleção!

  • Demorou mas chegou e já está com moral lah em cima com a galera. Habilidoso, sério, e tem tudo para enfim ajudar o fla sair desse jejum de libertadores. Vamos flamengo, vamos ser campeões, vamos flamengo, minha maior paixão, vamos flamengo…. SRN.

Comentários não são permitidos.