Dedicação e inteligência! Mancuello brilha como titular do Fla em início de temporada

Dedicação e inteligência. Essa são as palavras que explicam o motivo de Mancuello brilhar mais no Flamengo em um mês do que brilhou por todo o ano de 2016. A sequência como titular e as boas atuações no Estadual se devem muito às horas extras de treinos na praia e academia durante as férias.

Depois de chegar como solução no ano passado e não se consolidar, também em virtude de uma lesão, o argentino deu duro e aceitou o desafio do técnico Zé Ricardo de atuar em uma posição diferente da sua original. O resultado: dificilmente sai do time e já avisou a amigos: “Jogo até de centroavante”.

Com a chegada de Conca, Mancuello está sendo usado na ponta direita, mas sua versatilidade e melhor preparo físico têm rendido não só gols, como também passes e tabelas por todo o campo.

— O Mancu é um jogador extremamente inteligente. Sua leitura de jogo facilita na adaptação à posição. Logicamente, ele ainda terá desafios grandes pela frente, mas estamos satisfeitos com o redimento dele até agora — enalteceu Zé Ricardo.

Comprado ao Independiente por R$ 12 milhões, o argentino teve proposta para voltar ao ex-clube, dentre outras ofertas, como do Boca Juniors e América-MEX. Mesmo assim, quis dar certo no clube em que escolheu jogar mesmo com propostas financeiramente melhores, como a do Atlético-MG. O bom português não esconde que Mancuello chegou para ficar no futebol brasileiro.

Fonte: Extra

Veja também

  • Esse argentino é muito sarrante. Quem acompanha o FlaTV sabe do que eu tou falando. Em plenas ferias o cara treinando com o baixinho Romário. Se era a condição física que o impedia de jogar o seu 100%, creio que foi uma fase que ficou pra trás com a atual sequência.

  • Pois é Zé todos sabemos disso. Não adianta ficar dizendo o óbvio. Eu sempre o defendi como titular e o defendo. Não tem como ele ficar no banco e você dar preferência a Cirino, Gabriel, que nem dá para comentar. Agora deixa o cara de titular e ESQUEÇA esses quebra-galhos.

  • O título é injusto. Na minha opinião dedicação, ou a falta dela. Não foi fator determinante para o Mancuello não se firmar, no ano passado.

    • Ele perdeu posição devido à contusão no carioca, depois só ficou no banco, mas entrava no decorrer das partidas, sendo inclusive decisivo em algumas delas.

  • É o que eu falei desde o ano passado, é só dar chances e continuidade de trabalho que certamente será titular e peça importante no elenco.

    A mesma coisa com Donatti e Cuellar.

Comentários não são permitidos.