Mogi x Fla: Tyrone é suspenso e Marcelinho é absolvido por confusão

O ala-pivô Tyrone, do Mogi das Cruzes, foi suspenso por dois jogos devido à confusão em que se envolveu com Marcelinho, do Fla, em jogo pela NBB. Marcelinho foi absolvido. Os dois foram julgados pelo STJD na noite desta terça-feira, em São Paulo.

Marcelinho acusou Tyrone de ter sido maldoso em um lance logo no início do terceiro quarto do jogo. A arbitragem optou por não marcar falta. Logo após a partida, o jogador do Flamengo criticou Tyrone, dizendo que o ala-pivô era “sujo” e foi “desleal” no lance. O americano se defendeu, alegando que “joga duro” e sugerindo a aposentadoria de quem não concordasse.

Tyrone foi julgado por duas condutas no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Recebeu pena de advertência por uma e na outra, levou a suspensão de dois jogos. Já Marcelinho também foi julgado pelo artigo 250 do CBJD, mas acabou absolvido.

Veja também