Eles custam muito dinheiro, mas estão encostados ou ‘esquecidos’ no banco

O Corinthians decidiu nesta semana afastar o volante Cristian do elenco. Assim, vai continuar pagando o salário astronômico de R$ 400 mil mensais até que ache um futuro para o jogador. Mas o clube alvinegro está longe de ser o primeiro ou o único do momento a gastar dinheiro com um atleta praticamente encostado. A verdade é que, por motivos diversos, todos os grandes clubes nacionais desembolsam dinheiro para manter atletas que não usam muito.

O próprio Corinthians tem atualmente pelo menos mais dois casos. Contratados como salvadores da pátria na temporada passada, Guilherme e Giovanni Augusto não conseguiram boas atuações, caíram em desgosto e mal entram em campo, mesmo com salários consideravelmente altos.

Os rivais também têm seus exemplos. Principalmente o Palmeiras, que resolveu montar um elenco gigante e acaba não tendo espaço para colocar todos os seus atletas em campo. Só no setor de ataque, Eduardo Baptista conta com três nomes que mal usa: Rafael Marques, Alecsandro e Erik, este último contratado à peso de ouro junto ao Goiás. No meio, o time também tem Arouca mais encostado.

Já o Santos contratou Emiliano Vecchio na temporada passada, mas só colocou o argentino em campo em nove partidas, todas em 2016. O atacante Thiago Ribeiro, que voltou recentemente de empréstimo, é outro que tem um alto salário, mas muito pouco espaço no elenco.

Mas isso, claro, não é exclusividade paulista. No Rio de Janeiro, o Vasco ainda tenta se livrar de Julio dos Santos, o Flamengo busca um destino para Marcelo Cirino e o Botafogo está perto de rescindir contrato com Canales. Já o Fluminense apostou em Osvaldo, mas acabou descobrindo que é melhor dar mais espaço à crias da casa, e acabou encostando o veterano.

O Flamengo ainda conta com Leandro Damião ganhando um alto salário para ser ‘apenas’ reserva e com o meia Éderson que não consegue se livrar das lesões.

Problema semelhante, por exemplo, ao do Atlético-MG com Luan, que vem passando mais tempo no departamento médico que à disposição. E também o do rival Cruzeiro, que mal consegue contar com o zagueiro Dedé.

No Sul, o gostinho é mais de decepção. No ano passado, o Internacional abriu os cofres para vencer a concorrência e contratar o atacante Nico López, que vinha muito bem no Nacional-URU. O problema é que ele nunca rendeu como o esperado e hoje mal sai do banco de reservas.

Já o Grêmio pagou bem menos em Maxi Rodríguez, mas tinha esperanças semelhantes com o meia, que hoje é oferecido a quase todos os clubes.

Fonte: http://espn.uol.com.br/noticia/679088_eles-custam-muito-dinheiro-mas-estao-encostados-ou-esquecidos-no-banco

Veja também

  • “O Flamengo ainda conta com Leandro Damião ganhando um alto salário para ser ‘apenas’ reserva (…).” — Se o Damião está encostado e custa caro a sua manutenção, então porque há o interesse da renovação de contrato? ESPN… &;-D

    • O alto salário atual do Damião não é pago, de forma majoritária, pelo Santos? A questão é como as coisas vão ficar se renovarem.
      Outro ponto para reflexão: será que o interesse da renovação do Damião seria uma contra partida pela flexibilização da Doyen para a transferência do Marcelo Cirino? Como ela não aconteceu, será que ainda existe o “real” interesse na renovação do Damião?
      SRN

      • Putz! Bem colocado! &;-D

  • A verdade é que o Flamengo apostou no Ederson e infelizmente ele ainda não correspondeu, digo aposta por que antes dele vir para o Flamengo ele já tinha problemas com lesões seguidas na Lazio da Itália e mesmo ocorrendo em locais diferentes acredito que seja algum tipo de problema crônico do atleta.

    SRN #CanelaDeVidro

  • Essa desculpa da entrada do Fagner ja era, o Médico msm disse, que ja era pra ele ter voltado, como tem o joelho podre ta tendo essa dificuldade em voltar, um joelho que ja foi operado varias vezes, ele se machuca com extrema facilidade, na seleção ele conseguiu se machucar sozinho

  • Esse jogador é um bandido… isso não existe no futebol. O jogador que deu essa entrada é um covarde e deveria está na cadeia.

    • Essa desculpa do Fagner já encheu o saco. No futebol quantas entradas violentas já aconteceram e nem por isso o jogador ficou praticamente UM ANO sem entrar em campo (EXCETUANDO-SE OS CASOS GRAVISSIMOS).
      È melhor a torcida aceitar que esse Ederson é de vidro.
      NUNCA TEVE SEQUENCIA EM LUGAR ALGUM E PROVAVELMENTE NÃO É NO FLAMENGO QUE IRÁ SE FIRMAR.
      Em suma: dinheiro jogado no lixo!!!
      .

      • Não caro amigo, o Ederson sempre teve problemas musculares, isso foi resolvido, o problema foi a entrada criminosa sim, teve um edema ósseo, mas agora vai voltar, vamos ver…

        • Voce mesmo citou a palavra “sempre”.
          Sejam problemas musculares, agora edema òsseo, depois neurologicos, depois ginecologicos, depois geriatricos e por ai vai..a verdade e que esse “atleta” é uma ameba (para não falar CHINELINHO).

          • Talvez se fosse você que tivesse levado uma porrada dessas, nem em pé você conseguiria ficar, como falei problemas musculares foi RESOLVIDO, o que ele tem hoje é proveniente dessa porrada.

          • Kkkkkk

      • Edema ósseo é muito complicado, Luis Paulo. O Gustavo Escarpa, do Fluminense, teve uma fissura no dedo do pé e vai ficar quase 2 meses fora. Isso porque é um cara jovem.

        O Ederson teve azar mesmo, mas já deve estar de volta nos próximos jogos.

Comentários não são permitidos.