Ginástica artística do Flamengo tem novos técnicos

A ginástica artística do Flamengo ganhou dois reforços em 2017. Visando um novo ciclo olímpico para Tóquio em 2020 e a formação de atletas da base rubro-negra, o Mais Querido contratou os treinadores Ângelo Sabino e João Carlos para se juntarem ao plantel de profissionais que comandam os treinos no ginásio Cláudio Coutinho diariamente. Ângelo chegou para assumir as equipes Juvenil, Adulto e final do Infantil, além de ser o responsável técnico por todas as categorias de base. Já João Carlos veio para ministrar as práticas do Pré-infantil e Mirim, e auxiliar na categoria Infantil, Juvenil e Adulto. Sobre 2017, Ângelo projeta.
“2017 vai ser um ano de recuperação das atletas que já estavam no clube, pois tivemos algumas mudanças técnicas no final do ano passado e isso prejudicou um pouco o planejamento, mas nada que não possa ser reestruturado. Para as atletas mais novas, o trabalho vai ser normal”, declara o treinador.
Já seu companheiro de ginásio, João Carlos tem um incentivo a mais para estar no Mais Querido, além do desafio profissional.
“Quis ser treinador assistindo a Jade no Pan de 2007, aqui no Rio de Janeiro. Ela sempre foi uma motivação e hoje vê-la apoiando o meu trabalho é muito gratificante. Em 2007 ela deu um boom na carreira com esse Pan. Ganhou muitos fãs e com certeza impactou uma geração que a assistia ali. Eu fui uma dessas pessoas. Agora seguimos na luta para formar uma geração futura tão boa quanto Flávia, Rebeca, Jade”, declara o técnico.
João Carlos retorna ao clube após o hiato de um ano. Antes disso, entre 2014 e 2015, ele havia estagiado no Rubro-Negro. Segundo o próprio, a experiência prévia foi fundamental para sua formação.
“Comecei oficialmente no Flamengo em 2014, onde cumpri os 2 anos de estágio. Fiquei no Fla até o final de 2015 , quando fomos campeões brasileiros na categoria Pré-infantil e também tivemos bons resultados individuais na categoria Infantil. Minha experiência profissional foi toda formada aqui, onde tive a oportunidade de estar perto dos melhores treinadores, como a Daniela Antunes, Ângelo Sabino, Francisco Porath (então treinador do clube). Com certeza minha formação veio daí”, relembra. Sobre seus desafios para 2017, o treinador é objetivo.
“Na categoria Pré-Infantil a competição alvo é o campeonato Brasileiro, que esse ano acontecerá  em setembro. A preparação é feita para que as atletas estejam no auge nesse período, buscando principalmente o título por equipes. Esse ano estamos com uma equipe onde a maioria está ingressando na categoria, ou seja, nunca competiram. Será um desafio para todas, mas estamos nos preparando bem pra isso”, finaliza.

As equipes de ginástica artística do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Fonte: Site Oficial Flamengo

Veja também