Globo apresenta nova divisão de cotas a clubes

A Globo reuniu no último sábado 21 clubes para apresentar um novo modelo de divisão de cotas de televisão. Os atuais contratos dos times serão encerrados em 2018, e a nova proposta da emissora é para um ciclo de seis anos, a ser iniciado em 2019. A novidade é o modelo mais equilibrado, mais próximo de algumas das ligas europeias.

O novo modelo passará a dividir as cotas da seguinte maneira: 40% da quantia total será espalhada igualmente entre os clubes, 30% será referente ao número de partidas transmitidas para cada equipe e, por fim, os últimos 30% serão distribuídos conforme a performance esportiva no ano anterior.

Como as negociações são individuais, a decisão da Globo não necessariamente será uma realidade. Ainda assim, a apresentação para os clubes é o começo da negociação que visa diminuir o incômodo de alguns times com as disparidades de valores do modelo atual. Desde 2016, a emissora carioca já vinha com o plano de mudar as cotas.

Participaram da reunião do último fim de semana América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Avaí, Brasil de Pelotas, Chapecoense, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Londrina, Náutico, Ponte Preta, São Paulo, Sport, Santa Cruz, Vasco, Vila Nova e Vitória.

A mudança da Globo tem relação com a entrada da Esporte Interativo na luta pelos direitos televisivos do Campeonato Brasileiro. A emissora da Turner conseguiu os contratos de alguns times para os torneios nacionais de 2019 a 2024 na televisão fechada.

Na última quinta-feira, o presidente do Atlético Paranaense, Mario Celso Petraglia, afirmou em reunião no clube que as cinco equipes que fecharam com o Esporte Interativo e estão na Série A (Atlético Paranaense, Coritiba, Palmeiras, Santos e Bahia) negociarão com a Globo em conjunto pelos direitos de televisão na rede aberta no ciclo de 2019 a 2024.

A irritação do dirigente era pela divisão de todos os segmentos que envolvem direitos televisivos. “Há uma grande injustiça na divisão do PPV. O Atlético não se conforma com isso e vamos melhorar, assim como melhoramos a TV fechada, vamos melhorar aberta e PPV. Acreditamos que em 2019 vamos dobrar o que recebemos”, afirmou.

Pelo menos o Santos já confirmou a negociação em conjunto. Os cinco times deverão marcar a primeira reunião em breve.

Fonte: Máquina do Esporte

Veja também

  • Façam um estudo envolvendo: torcida, visibilidade e audiência. Ai vamos ver quem realmente merece a maior parte do bolo. Querer forçar a barra é que não dá. Imagine um Campeonato Brasileiro sem Flamengo como ficaria o campeonato? A queda seria monumental…sem Atlético-PR, nem sentiria a falta. FATO. Pegue os números e compare: audiência, visibilidade, patrocínio…Não pode querer se igualar ao Flamengo né. Ai é forçar muito a barra, mesmo que seja só em cotas de TV. Não dá.

  • Porque os patrocinadores de camisas e os fornecedores de materiais esportivos não pagam igual aos clubes ? Porque cada um tem seu valor

  • Ah pelo amor de Deus, os cara ficam o tempo todo choramingando, porque só agora vieram se queixar?…São mesmo muito burros, quem é que vai pagar pra ver um jogo do Atlético contra qualquer outro Time na TV fechada?

    Perdendo ou ganhando o Flamengo dá audiência tánto na tv aberta como na tv fechada

  • Sinceramente eu nunca gostei desse tal Esporte Interativo, os caras são iguais o dá Band passam o programa inteiro falando baboseira, o Flamengo tem que se preocupar em fazer sua parte agora se os caras querem se matar por dinheiro aí já é problema deles

  • Eu acho que não tem porque espernear…o que o Flamengo precisa fazer é negociar por IBOPE, e deixar que o resto se arrume. Em tempo, mesmo que no pro-rata se retire algum dinheiro do Flamengo na questão IBOPE isso será recompensado, ou alguém acredita que Coxa e Santos tem o mesmo IBOPE que Flamengo x Sport ou qualquer outro clube menor….é ficar atento e negociar, no final o dinheiro não aceita desaforo…

  • Não concordo
    Um clube dá grandeza do Flamengo
    Não merecer dividir esmolas com os outros.
    Temos que ganhar mais ainda do q ganharmos
    O clube q dá mais audiência
    Tem q receber mais simples assim .
    Se eu fosse o presidente do Flamengo não​ assinaria nada
    Temos q ganhar mais ainda
    Não podemos se desvaloriza​
    Se a o lixo dá globo não negociar
    E aumentar ainda mais esse valor p Flamengo
    Vamos p esporte interativo Simples assim

  • A pergunta é estamos num país europeu?Temos valores morais,mobilidade urbana, segurança, condições de vida e humana,como os europeus? Querer só a parte que convém, é Balela.

    • Parabéns pelo comentário

  • Vcs estão esquecendo de um detalhe: as luvas!!! O Flamengo não vai perder receita de tv. Já recebeu, salvo engano, 70 milhões de luvas referente a este contrato e faltam ainda 60 milhões que serão pagos nos próximos anos.

  • O modelo é bom, é justo, ao Flamengo cabe se adequar e fazer das cotas de TV uma fatia menor de suas receitas, o problema é que não adianta igualar cotas de TV e querer um modelo europeu se temos uma federação que destrói nosso futebol. Sou favorável ao modelo, mas os clubes deveriam parar de ficar esbravejando por questões financeiras e voltarem o olhar aos desmandos das federações estaduais e principalmente da CBF

    • Vcs estão esquecendo de um detalhe: as luvas!!! Flamengo não vai perder receita de tv. Já recebeu, salvo engano, 70 milhões de luvas referente a este contrato e faltam ainda 60 milhões que serão pagos nos próximos anos.

  • Sinceramente, o modelo é justo, mas eu queria é que o Flamengo sentasse em cima da vantagem e se fodam os outros.

    Futebol brasileiro é eternamente um tentando passar a perna no outro. Os times inflacionam o mercado, não pagam direitos de atletas e impostos, aliciam, e o que mais for preciso pra montar times competitivos e se manter no topo. Aí, quando tá quase todo mundo falindo, vem um programa de recuperação fiscal que nunca é acompanhado como deveria e renova a putaria por mais uma década, fodendo com quem andou na linha.

    Exceto quando o assunto são as cotas… aí todo mundo tem um lampejo de cordialidade e solidariedade, e Flamengo e Corinthians devem abrir mão de suas naturais vantagens por serem times de massa em prol da competitividade.

    Desculpem se tô falando besteira, mas me emputece bastante esse assunto das cotas. Se essa lei de responsabilidade pegar mesmo, posso mudar de opinião. Mas não confio em ninguém nesse caos que é o futebol brasileiro.

    • Não falou besteira não, muito pelo contrário, é exatamente isso!

    • onde eu assino?

      • Também voto com o relator

  • Pessoal tem que se acalmar,as negociações são individuais e o Flamengo pra assinar vai cobrar luvas e no final vai dá no mesmo.

  • Querem saber? que fique do jeito que os outros clubes querem. O Flamengo tem que fazer valer seu tamanho em outras fontes de receita, como sócio-torcedor, publicidade, e marketing esportivo de verdade.

    Na Alemanha a diferença de cotas de TV para o clube que recebe mais – o Bayern, para aquele com a menor cota, é muito pouca. Mas o gigante de Munique faz valer seu tamanho em outras fontes de renda, e a diferença do que ele ganha com publicidade e afins é astronômica se comparada aos outros clubes.

    Que enfiem as cotas naquele lugar, nós que temos é que trabalhar para mostrar quem é que manda.

  • Eu acho justo. O que o Flamengo precisa fazer é brigar para ter mais jogos transmitidos.
    Não adianta o Flamengo ser rico e o campeonato um lixo. Vamos continuar fazendo figuração na libertadores ( como o PSG faz na champions) e com a desvalorização do campeonato os patrocínios serão menores.

    • Acho justo se todos tiverem direito a estadio tb. Quando todas as federações cobrarem a mesma coisa. E quando todos dividirem os direitos de seus estaduais da mesma maneira. Do contrario só estão tentando prejudicar o Flamengo.

      • Até concordo que possa haver alguma mudança, mas o Thiago falou td muito bem. Vamos mudar também alguns outros pontos.
        Por que diabos vem falar que o Maracana não pode ser administrado por um clube por ser público se Itaquera é público (até que se comece a pagar) e Engenhão é público? Para de conversa fiada. E esse percentual cobrado pelas federações, por que não é padronizado?
        E o voto na CBF, como pode todos os clubes votarem juntos e mesmo assim ser voto vencido?

        SRN

      • Não faz nenhum sentido o que você escreveu.

        • Como não faz sentido irmão? Deixe eu tentar resumir: Existem diversas coisas que os clubes precisariam se unir e resolver para melhorar o futebol antes de mexer nesta questão da televisão. Principalmente em relação a desmandos de “autoridades” e federações. Quando as regras estiverem mais justas e transparentes para todos, podemos começar a discutir divisão mais igualitária em cotas de TV…

  • Não concordo, acho que o clube deveria ter o direito de negociar cada um seu próprio direito de tv quando for mandante da partida. Na hora de ver os direitos do Flamengo (estadio proprio, maracana, arena macfla, terrenos cedidos aos outros do Rio, proibicao de jogar em outros estados, direito de receber o dinheiro sem passar pela ferj, taxa de 10% da ferj nos jogos, titulo de 87) fica todo mundo de bico calado agora quando é hora de meter a mão no bolo do flamengo todo mundo quer um pedaço vao pra p#p!

  • Chorar para tirar parte dos que sustentam o campeonato eles querem.
    Trabalhar duro e com seriedade por 4 anos como nossa diretoria, isso não passa na cabeça deles. Vão tentando dar “jeitinho brasileiro”, chorando pro governo, fazendo esquemas.

    Vão trabalhar cambada!

  • O Danilo ganha mais que o Cristiano Ronaldo?
    Não né? Então pronto … Nunca que o Atlético PR vai ganhar mais que o Flamengo.

  • Ué… O pessoal do sul virou comunista agora?

    • Só querem mais dinheiro, sabem que são nanicos pra conseguir e por isso estão usando essa desculpa de “igualdade” pra pegar do dinheiro dos outros. É muito fácil querer ganhar igual o Flamengo, agora cadê que se ouve desse tal de Petraglia que o Atle-PR quer receber igual a um Prudentópolis?

  • Esse contrato de 2019 à 2024 já foi assinado pelo Flamengo e foi nesses moldes aí. Mas ficou acertado um valor de luvas de 120 milhões a mais. 70 já recebemos e se não me engano os 50 restantes serão pagos em 2019.
    Ou seja, continuamos recebendo mais.

  • Acho que o Flamengo já deve considerar a possibilidade de não vender o PPV e transmitir seus jogos via streaming pela Internet daqui a alguns anos. Essa é a única forma de recebermos de maneira proporcional ao tamanho da audiência, já que a tendência é que esse papo de divisão igualitária vá ganhando cada vez mais espaço.

  • meu Deus… quem no mundo assiste a jogos do Atlético Paranaense!??? acorda Petraglia!!

    • Os torcedores do time ue kkkk

      • Coisa de de uns 1000 torcedores deve ter, e metade é família e amigo de jogador.

        • Tendo muito ou nao achei maneira a tentativa de transmitir o jogo no youtube.

      • Verdade. Sao milhoes e milhoes

  • Não temos que nos preocupar com isso, mesmo com essa mudança vamos continuar ganhando muito mais do os outros. Dessa forma é até bom porque força o time a fazer boa campanha. Quanto aos 30% de audiência nem preciso falar nada.

    • Flamengo vai negociar ainda…mas já está top…60% vindo de audiência e resultados (que vem da audiência também, já que temos mais grana por causa disso também). Até aí…tá vindo pro nosso bolso.

  • De qualquer maneira a Flamengo sempre deve ganhar mais que os outros sim, estamos cansados de bater recordes de audiência até mesmo em jogos de pouco apelo.

  • Nessa hora se fala em direitos iguais, mas quando o assunto é o título de 87, em que todos os clube dos 13 assinaram um documento não concordando com um confronto entre os módulos, ninguém está a favor do flamengo, os atuais e ex-presidente (da época) desconversam, portanto abre o olho Bandeira.

    • Todos times ja possuem direitos iguais, todos eles tem o direito de negociar com a globo e de aceitar a proposta ou nao.

  • Uma coisa é o contrato de transmissão, outra bem diferente é o “contrato sigiloso inominado adjunto”, esse é aquele contrato particular, por fora, inominado, de patrocínio pontual entre a TV e o clube para que o mesmo receba alguns milhoezinhos para fazer um ou dois anúncios na TV… = D

    Esse contrato é legal, não interfere nas cotas, pode ser sigiloso e não é nada novo no meio.

  • A diferença maior vai se dar através das luvas…E com o desempenho esportivo esperado do Flamengo vai continuar ganhando muito mais

  • tenho percebido o Bandeira muito calmo quanto a isso. Se não pagar os valores que merecemos, por direito, a pressão será muito forte para a Globo. Manteremos a dianteira dos valores com folga, tenho certeza. SRN

    • 40% igual para todos, 30% pela classificação ( vamos sempre ficar entre os três primeiros ) e 30% por transmissao, tem dúvida que vamos ter mais jogos transmitidos ? Não que eu concorde, sei que vão negociar separado com o flamengo pois não é obrigatório mas a tendência é no futuro ter uma lei que obrigue os clubes a negociar em conjunto, e com o flamengo no topo continuaremos a mandar nesse dinheiro.

    • Esse modelo de muita folga não se sustenta. Acho, que o Fla deveria receber mais, assim como o Corinthians, mas se faz necessário um modelo mais igualitário. O Fla continuará liderando receitas, porque a tv não é tudo. É ilusão achar que vamos continuar recebendo 30, 40 milhões a mais que os outros. O MUFC é maior que os 16 últimos colocados da Premier League juntos, é um dos clubes que mais arrecada no mundo, e não recebe o dobro do clube que recebe menos. Aqui é mais ou menos isso. Esse modelo não se sustenta.

Comentários não são permitidos.