Rio-2016 contrata empresa para reparos no Maracanã e monta ‘QG’

O Comitê Rio-2016 montou uma base de operações no Parque Aquático Júlio De Lamare para ser usada pela empresa ZJ, contratada para realizar os ajustes devidos no Maracanã, como determinado pela Justiça. Mas as intervenções, na prática, ainda não começaram.

O Comitê recebeu uma determinação judicial para realizar as intervenções. O governo argumenta que os estádios foram cedidos ao grupo organizador dos Jogos por nove meses para a realização do evento e que, encerrado o período exclusivo de uso, deveria devolvê-los nas mesmas condições recebidas.

Reprodução: Blog de Prima/Lance!

Veja também