Rodrigo Mattos: “Clubes articulam reunião para discutir perda de poder na CBF”

Os grandes clubes brasileiros articulam uma reunião para discutir a perda de poder dentro da eleição da CBF. Ainda não há data marcada para o encontro, nem se sabe quantos times estão dispostos a comparecer. Certo é que alguns clubes insatisfeitos com a mudança se mexeram para um encontro para debater possíveis medidas.

Na quinta-feira passada, dia 23, uma assembleia da CBF composta apenas por federações estaduais decidiu mudar o estatuto da confederação. Pelo novo formato, as federações passaram a ter voto com peso três, os clubes da Série A, dois, e os clubes da Série B, um. Com isso, as entidades estaduais têm maioria com 81 votos, contra 60 das agremiações.

Desde a divulgação da mudança, dirigentes de clubes como Atlético-MG, Santos, Flamengo, Grêmio e Vasco reclamaram da mudança de estatuto. Nenhum deles foi consultado. Apesar disso, nenhum deles tinha decidido agir até agora contra a medida.

A única ação contra a mudança de estatuto da CBF tinha sido do deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), que foi relator da Lei do Profut e entende que a lei não foi respeitada, pois times de futebol tinham de ter participado da assembleia. Ele foi ao Ministério Público Estadual pedir providências.

Agora, os clubes articulam uma reunião que não deve contar com todos os membros da Série A. Mas, segundo um dos articuladores, a maior parte dos principais times deve estar presente, incluindo os clubes paulistas. Não há uma pauta pré-definida de discussão, nem data, nem local. É um início de um movimento.

Reprodução: Uol

Veja também

  • Tem certeza, que não piada de 1º de abril não? A CBF só continua mandando porque certos dirigentes não desejam mudar o futebol nacional, o que eles querem é que as coisas continuem como estão, para que possam atrasar salários, adiantar receitas, não exibir o balanço verdadeiro do clube para os torcedores e a imprensa, continuar pressionado arbitragem para conseguir vantagens futuras, não se preocupar com segurança e conforto dos torcedores e o principal continuar mamando nas tetas do clube e fazendo negociatas, já que o dinheiro não é deles mesmo. Sãos uns hipócritas e coniventes, principalmente lá pelas bandas de SP, porém no fim quem se fode é o torcedor em geral, pois sem dúvida nenhuma poderíamos ter no Brasil uma liga tão forte quanto a Premier League, até por que a Copa União começou 5 anos antes; Ainda bem que o Mengão já passou dessa fase, agora só temos que abrir bem os olhos pois aposto que esses safados vão querer puxar o nosso tapete.

    SRN #CambadaDeFDP

  • Isso não vai dar em nada, vão sair de lá da CBF abanando o rabo como sempre. Não acredito em união de clube. A maioria desses dirigentes preferem ver seu clube achincalhado pelos poderosos que lutar pela liberdade em conjunto, reservando assim um futuro próspero para o futebol brasileiro.

  • Meu Deus como pode ter alguém que não esteja insatisfeito com este golpe da CBF? Se os 12 grandes se unirem a CBF coloca o rabo entre as pernas, se os clubes da série A se unirem ela acaba, e se os clubes das série A e B se unirem ela é enterrada, e se os clubes das séries A, B e C se unirem, nem vão se lembrar que ela um dia existiu, talvez só para não esquecerem do exemplo ruim a não ser seguido.

  • os clubes não sabem a força que eles tem, se agirem unidos derrubam a CBF e todas esses merdas de federações que ficam acada vez mas ricas as custas dos clubes

  • vão se reunir, mas agir nunca. vão aceitar tudo que vem da CBF.

    • Como sempre…

Comentários não são permitidos.