Para técnico do Palestino, time sentiu fisicamente no segundo tempo

O Flamengo foi até o Chile, no Estádio San Carlos de Apoquindo e goleou o Palestino por 5 a 2 na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Apesar do placar elástico, o rubro-negro passou algumas dificuldades ao longo do confronto, principalmente no início da segunda etapa. Réver abriu o placar no minuto inicial do segundo tempo. O gol animou os mandantes que foram pra cima e conseguiram virar o placar com Joaquín Romo e Benjamím Vidal. Contudo, o time sentiu o desgaste e não conseguiu sustentar o placar, sofrendo mais quatro gols do Flamengo.

Para o técnico Germán Cavalieri a queda no comportamento físico já era esperada após os 10, 15 minutos do segundo tempo. Mas, ressaltou que “antes jogamos de igual para igual”.

O desgaste era natural, já que o time chileno estava há quase dois meses sem jogar oficialmente, e voltava de férias, tendo disputado apenas a pré-temporada. Apesar de ter garantido que a equipe jogou de igual para igual contra os cariocas, o mapa de calor dos chilenos mostra que a equipe ficou muito mais tempo posicionada no campo de defesa e faixa central. Quando subia ao ataque, explorava mais o lado direito, buscando as costas de Renê.

O resultado praticamente elimina o Palestino da competição continental. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 09 de agosto, às 21h45, na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro.

Mapa de calor do Palestino (esquerda: defesa / direita: ataque)
Reprodução: Footstats

Veja também

  • Cara em condições normais o Fla é infinitamente melhor. Achei o time nervoso no primeiro tempo. No segundo se soltou mais. Claro que 5 é um placar exagerado, mas time por time nem tem comparação. A ilha te espera…o Caldeirão tá fervendo.

  • bem capaz mesmo… tava tão frio q o time tomou 5
    e fez 2 gols de “bola parada”…

  • Timeco

Comentários não são permitidos.