Análise: Flamengo atropela Palestino e vai às oitavas da Copa Sul-Americana

Um jogo com clima de amistoso pro Flamengo. Tão amistoso que, no intervalo, poderiam ser feitas 7 substituições que ninguém questionaria. Desde a chegada do Palestino ao Rio, que no lugar de treinar preferiu curtir as praias cariocas, o clima esperado era esse. A classificação já era certa. Com gols de Vizeu, Geuvânio, Arão, Éverton Ribeiro eVinícius Jr, o time venceu por 5×0.

Vinícius Jr. comemora seu primeiro gol pelos profissionais. (Foto: Site Oficial do Flamengo)

A fragilidade do Palestino é clara. A disparidade entre os elencos é absurda e o Flamengo definitivamente não fez mais que sua obrigação. O que surpreende nisso é pensar que no ano passado fomos eliminados por esse mesmo time. A partida de hoje serviu para uma coisa: questionar algumas decisões dos departamento de futebol e comissão técnica.

O fato da partida ser praticamente um amistoso pro Flamengo poderia ser aproveitado para uma maior rodagem do elenco. Na partida de hoje, 6 jogadores que entraram como titular vêm sendo constantemente utilizados na equipe principal. Jogadores que precisam de tempo de jogo como Paquetá, Ronaldo, Vinícius Jr. e principalmente Conca, não foram aproveitados. Por mais que dois deles tenham entrado no fim, era uma boa oportunidade para vê-los jogando mais.

O caso de Conca é ainda mais questionável. O jogador, que vinha sendo preparado para ser titular esta partida, não atua há dois meses, quando entrou no fim do jogo contra o Fluminense. Quando contratado, o meia foi prometido em condições de jogo no mês de maio, que não aconteceu, sendo adiado para julho. Por mais que tenha se livrado da lesão e esteja apto para entrar em campo, o jogador claramente não recuperou sua forma física. Isso põe em xeque a decisão dos departamentos médico e de futebol na contratação de um jogador lesionado.

O jogo foi fácil, o Flamengo jogou com extrema tranquilidade – vide os dois gols em apenas 13 minutos de jogo – e fez o dever de casa. O placar elástico prova a força desse elenco quando comparado aos adversários da competição. Ser campeão se tornou uma obrigação, principalmente após o vexame da Libertadores. É a oportunidade que o Flamengo tem de se livrar da zica que assombra o clube nas últimas competições internacionais.

Créditos: Lucas Silva | 90 goals

  • O texto começa errado, pois o fla foi às oitavas, e termina e falando em obrigação de título. Mania de desconsiderar os adversários e achar que o fla é maior que todos.

    • Já pedi pra corrigirem quanto as oitavas, pequena gafe haha. Mas sim, o Flamengo tem a obrigação de ser campeão da Sula. Com o elenco milionário que montamos, após um vexame na Libertadores (ser eliminado na fase de grupos nessas condições pode ser considerado vexame). O elenco é um dos melhores da América, e a Sul-Americana não tem elencos tão fortes (os fortes foram pra liberta), vide o poderosíssimo Palestino.

  • Se deixar, o Jayme ganha as duas competições… &;-D

  • vai as oitavas, corrija!!! (2)

  • vai as oitavas, corrija!!!

Comentários não são permitidos.