Em mata-matas entre Fla e Bota, quem chega como favorito não costuma levar a melhor

Botafogo e Flamengo se enfrentam nesta quarta, às 21:45, pela partida de ida das semifinais da Copa do Brasil. Essa será a quarta vem que as equipes se enfrentam em competições nacionais de mata-mata.

Uma curiosidade pode animar os rubro-negros: Historicamente, o time que entra como favorito no confronto é eliminado. Foi assim nas últimas três vezes que se enfrentaram nesse tipo de competição.

A primeira, pelas quartas de final Brasileirão de 1981, o Flamengo que se tornaria campeão da Libertadores e do Mundial ainda naquele ano, foi eliminado pelo rival.

O confronto de ida terminou 0x0 e na volta o Botafogo venceu por 3×1, com um gol e duas assistências de Mendonça. Zico fez o de honra para o Flamengo.

Botafogo x Flamengo - gol Baila Comigo de Mendonça

11 anos depois, na final do Brasileirão de 1992, mais um confronto. Dessa vez, o Botafogo chegou como favorito por ter a melhor campanha e jogava por dois empates para ser campeão.

No jogo de ida, essa vantagem já foi para o espaço com um 3×0 do Flamengo. Na volta, um 2×2 e o rubro-negro se sagrou pentacampeão.

Flamengo 3 x 0 Botafogo - 12/7/1992

A última partida de mata-mata nacional entre as equipes foi em 2013, também pela Copa do Brasil. O Botafogo fazia uma boa campanha no Brasileirão enquanto o Flamengo brigava para não cair.

No confronto eliminatório, os papéis se inverteram. Depois de um empate em 1×1 no jogo de ida, o Flamengo fez 4×0 na volta, com show de Hernane que marcou três vezes, e avançou para as semifinais da competição e posteriormente conquistou o título.

2013 - Botafogo x Flamengo

Nesta quarta, mais uma vez o Botafogo entra como favorito. O time alvinegro vem muito bem na Libertadores e no Brasileirão, enquanto o Fla patina na competição nacional e tem um técnico recém chegado ao clube. Vamos ver se a lógica se repete novamente.

Veja também

  • Flamengo é eternamente favorito contra o faísca

  • Em pleno século XXI e ainda tem quem fala de favoritismo NO FUTEBOL, um esporte totalmente imprevisível.

Comentários não são permitidos.