Ministro do STF sobre 87: “O Flamengo estava cheio de direitos ali”

O Ministro do Superior Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso foi o convidado desta terça-feira do programa “Conversa com Bial”, da TV Globo. Em papo sobre a exposição do STF no cenário nacional e sobre a judicialização da política, o apresentador Pedro Bial falou sobre a judicialização do título brasileiro de 1987, a Copa União. A decisão do título foi parar no STF e em abril deste ano, o tribunal votou favorável ao Sport ser declarado único campeão.

Rubro-Negro, Luís Roberto Barroso justificou o seu voto a favor do Flamengo, deixa claro que não votou simplesmente por torcer pelo Flamengo, mas porque o clube estava cheios de direitos ali.

Embora eu seja Flamengo, deixa eu dizer uma coisa que é muito importante. A lógica de um juiz não é a lógica de um amigo e inimigo. A lógica de um juiz é do certo e errado, justo ou injusto, legítimo ou não legítimo, isso vale para todas as instâncias da vida e vale pro Flamengo também. Mas o Flamengo estava cheio de direitos ali. Tanto que foi uma questão de aplicar o direito, mas os outros colegas não pensaram assim.

No dia 18 de abril deste ano, o plenário do STF votou para decidir se o título do Brasileiro de 1987 deveria ser dividido entre Flamengo e Sport. Foi um recurso da decisão da CBF de reconhecer o Flamengo também como campeão em 2011. Por 3 votos a 1, o Sport foi declarado pelo tribunal como o único campeão. O voto do Ministro Luís Roberto Barroso foi favorável a divisão do título, já os demais votaram contra, a favor que só o Sport fosse reconhecido: O corintiano Alexandre de Moraes, a Ministra Rosa Weber e o também Rubro-Negro, Marco Aurélio Mello, relator do processo.

Veja mais:

Para o Ministro, a decisão do campeão do título de 1987 não deveria ter sido judicializada e muito menos ter chegado ao STF.

Uma matéria como essa não deveria ter sido judicializada desde o começo e chegar no Supremo é menos ainda.

Veja o vídeo com a a declaração do Ministro:

http://www.dailymotion.com/video/x5xtgn9

Veja também

  • CBF é um lixo, antro de incompetência e corrupção, ela quem começou essa bosta toda de polêmica em volta do título. 87 era bem simples. Flamengo campeão da série A, inter vice. ixpo campeão da série b e guarani vice. Sem palhaçada de ir a STF. Quando é contra essas pequenices se juntam todos contra o Mengão, sem surpresas. Igual o caso de racismo, se fosse pelo Flamengo, o minúsculo cep e sua torcida na combi exigiriam que o Mengão fosse expulso. Lixos.

  • Em 2011 a CBF foi fazer média e distribuiu títulos e reconhecimentos de títulos pra todo mundo. Os torneios mequetrefes dos anos 50 e 60 ganharam status de título brasileiro (que na verdade só começou em 1971) e assim times como Palmeiras e Santos se tornaram octacampeões da noite pro dia.
    O botinha simplesmente dobrou o seu número de títulos brasileiros (2) e os tricoletes computaram a Taça de Prata de 70, entre outros beneficiados.
    E o Flamengo, que ganhou legitimamente o campeonato nacional de 1987, foi o único de todos os clubes que foi prejudicado, com a CBF voltando atrás e deixando de reconhecer nosso título conquistado já na era do campeonato brasileiro de verdade.
    Depois dizem que esse país é sério…

    • A CBF voltou atrás por conta de uma decisão judicial.
      Infelizmente, a mesma CBF cagou 87 e pagamos o pato. E mais, se não houvesse mimimi pra ver quem tem mais título e etc., os outros clubes signatários de 87, da Copa União, deveriam entrar tb nesse querela, mas…

  • O ministro Luiz Roberto Barroso tem se destacado com posições mais corretas e sensatas, dentre os demais ministros. Com relação ao título de campeão de 87 do brasileiro, o mais correto e sensato seria o Flamengo ser campeão do módulo representado pelos melhores clubes do Brasil, como é hoje a série A e, o Sport ser campeão do módulo representado pelos clubes de menor expressão, como é hoje a série B. Simples assim

    • Simples para as pessoas corretas e sensatas… &;-D

  • Esse país é uma mundiça quase tudo no futebol é decidido pela CBF ou pelo tapetão, tem time que foi campeão brasileiro duas vezes no mesmo ano, outro que foi campeão mundial duas vezes, mas só foi campeão continental uma vez, alguns anos com dois campeões brasileiros, campeonatos onde times da série A, B e C decidem o título da série A, time remanejado da série C direto para a série A, presidente da CBF que não viaja para fora do país… e o pior time campeão da série B homologado campeão da série A, por isso é gol da Alemanha, bis, bis, bis, bis, bis bis, não torço mais o Brasil desse esse dia, aconteceu comigo o improvável acabou verdadeiramente o sentimento, coisa inexplicável assim como os fatos acima citados, espero que a canarinha leve outra sacolada dessa ou pior.

    • Por isso, os clubes, se sérios fossem, deveriam lutar contra a CBF e fundar a liga de futebol aqui no país. Como se tentou fazer em 87.

  • Quem se importa com a CBF? Instituição corrupta, assim como o STF. Flamengo campeão em 87, o melhor campeonato, só com a elite do futebol brasileiro, e que timaço tinha o Fla. Vergonhoso o Sport, usando o pior tipo de tapetão, a justiça comum. Deveria ter sido punido.

  • Independentemente de tribunal o CRF foi e será sempre o campeão. Mais de 40 milhões sabem disso. Para mim nada muda e o CRF sempre será o único e legítimo campeão de 1987. A história diz isso, o Fla jogou e ganhou em campo. Isso ninguém poderá mudar. Fato. O outro “campeão” no tapetão sabe disso.

  • Uma pena oq fizeram com o Flamengo.
    Ganhamos dos maiores times do Brasil na época e o título foi para outro time…

Comentários não são permitidos.