Raísa Simplicio: “Guerrero não é o maior artilheiro do Brasil, mas quem liga para isso?”

Raça e dedicação se tornaram as principais armas do atacante Rubro-Negro que entendeu o que precisa para agradar a torcida.

Paolo Guerrero não é o atacante mais artilheiro do Brasil, em quase seis anos no país ele foi o “cara” que mais fez gols em apenas duas competições, a Copa da Primeira Liga 2016 e Campeonato Carioca 2017, ambas pelo Flamengo. Apesar disso, ele carrega algumas marcas importantes na carreira, como ter sido o “cara” que garantiu o inédito título mundial do Corinthians sobre o Chelsea, ser o maior jogador da história do futebol peruano, entre outros.

Contratado pelo Flamengo a peso de ouro em 2015 e até hoje o maior salário do elenco, o camisa 9 foi muito cobrado. Depois de um início promissor, com três gols em três jogos ele caiu de produção e se tornou alvo dos Rubro-Negros. Era nítido que se sentia incomodado com isso, até chorou ao marcar um gol sobre o São Paulo após longo jejum no Brasileirão daquele mesmo ano.

Depois da chegada de Diego, em 2016, as coisas começaram a melhorar para o peruano que teve com quem dividir a responsabilidade e deixou de ser tão cobrado. Guerrero evoluiu, entendeu o que é jogar no Flamengo e vem mostrando isso dentro de campo, nesta temporada.

No primeiro semestre, o peruano fez um bom Campeonato Carioca, marcando gols e se tornando artilheiro, mas foi na Copa Libertadores que a torcida descobriu como ama-ló. Com a lesão de Diego, ele foi meia, atacante, segundo atacante, centroavante, líder. Chamou a responsabilidade e ainda que não tenha sido o suficiente para classificar a equipe, ganhou o respeito de quem ainda não o respeitava.

Foto: Gilvan de Souza

Guerrero precisa se sentir bem em um lugar para desempenhar um bom futebol“, afirmou Vladimir, repórter da América Television, tradicional canal peruano.

Se antes haviam dúvidas sobre a empatia do camisa 9 com a Nação, hoje só existe uma certeza, Guerrero é como aqueles que estão na arquibancada e provou isso, mais uma vez, dentro de campo.

Há quem diga que era impossível que ele atuasse contra o Botafogo, mas se dedicou integralmente em sua recuperação, foram incansáveis sessões de fisioterapia.

Trabalhei na parte física, sábado e domingo treinei também, todos os dias trabalhando. Os fisioterapeutas toda hora perguntavam para mim se eu me sentia bem, se tava com dor ou não, eu passava esse feedback para eles, mas graças a Deus deu tudo certo, eu consegui me recuperar logo“, revelou Guerrero.

Ele entrou em campo como um leão, venceu todas as jogadas pelo alto, reclamou com o juiz como se fosse um torcedor e até levou cartão por conta disso. Jogaria apenas um tempo, mas ficou em campo até o final, não fez o gol decisivo, mas pelejou os 90 minutos. Sem estar 100%, o atacante destacou a força mental para vencer as dificuldades.

Fisicamente eu não estava 100% bem, mas mentalmente sabia que ia ajudar meu time. Precisávamos ganhar esse jogo. Me recuperei em três semanas, como eu tinha pensado. Não senti nada. Fisicamente senti um pouco, quero pegar ritmo, que é o que está faltando“.

Guerrero foi Melhor Jogador e Artilheiro do Carioca 2017.

Ansioso por mais um título nesta temporada, Guerrero avisou que o elenco está com tesão de ser campeão novamente e que seguirá lutando até o último minuto.

Esse time está com tesão de conseguir mais uma taça esse ano, esse time vai lutar até o último, a gente tem outros campeonatos também, Campeonato Brasileiro que a gente não pode deixar de lado, Primeira Liga, Sul-Americana, são muitos campeonatos que a gente tem como objetivo sair campeão e graças a Deus demos um passo muito grande“.

Guerrero pode até perder seus gols vez ou outra, irritar por alguns segundos, mas é um verdadeiro leão dentro de campo, vence quase todas pelo alto, domina cada “pedrada” e incorpora o espírito “guerreiro” quando quer, basta se apegar a força mental e a raça que usou contra o Botafogo, que sem dúvida, deixará as desconfianças para trás e entrará para a história do Clube de Regatas do Flamengo.

Raísa Simplicio (@simpraisa)

Reprodução: Goal

Veja também

  • Sou fã do guerreiro, o flamengo com ele em campo um alto aproveitamento bom, sem ele o time não joga nada e tomara qe renove logo com o Mengão ☺

  • Óbvio

  • Esse cara merece respeito. Não é artilheiro mas é um excelente jogador.

  • Eu sou um dos que criticava ele muito.

    Hj em dia acho ele excelente jogador, mas não renovaria pela idade e salari. Irá cada vez jogar menos.

  • Não sei como tem torcedores de sofá aqui desse grupo que não gosta desse jogador, o cara pode estar exausto mas não para de correr pra ajudar o time, unico mal que eu acho nele são as reclamações mesmo que normal os juízes dão cartão a ele por o mesmo estar ” manjado ”, fora isso faz um pivô sensacional, consegue levar dois zagueiros do adversario na marcação, com ele em campo o flamengo é outro.

    parabéns Guerrero, você é o simbolo de jogador que a nação verdadeira gosta.

  • Fisio que é um saco 12 horas por dia todos os dias, e se era pra voltar em 6 semana, voltou em uma, podia muito bem ficar 1 mês e meio de férias, o salário é o mesmo. Mas esse quer jogar.

Comentários não são permitidos.