Confronto entre rubro-negros dentro e fora do Maracanã marcam final

Se o clima era de paz entre torcedores e diretorias de Fla e Cruzeiro, o mesmo não pode se dizer sobre os rubro-negros, que provocaram diversos incidentes fora e dentro do estádio.

Na entrada do setor sul, em frente a rampa da UERJ, houve tentativa de invasão de dezenas de torcedores vindos do metrô. Relatos afirmam que o grupo desceu correndo em direção a entrada gritando “Uh vamo invadir!”.

Na tentativa de invasão, muita gente foi pisoteada e a cavalaria teve que agir. Catracas e grades foram quebradas por torcedores que conseguiram entrar ilegalmente. Vândalos foram detidos.

Torcedores do Flamengo detidos ao invadirem Maracanã (Foto: Bruno Giufrida)

Ainda fora do estádio, organizadas do clube carioca brigaram entre si próximo a um bar famoso por concentrar os torcedores rubro-negros.

Na Avenida Maracanã, os relatos eram de guerra. Bombas, spray de pimenta e bala de borracha foram usados pela polícia contra pessoas que tentavam entrar em confronto com a mesma.

Confusão entre torcedores nos arredores do Maracanã (Foto: Bruno Giufrida)

Houve briga entre organizadas também dentro do estádio, durante a partida, mas o que ficou marcado nas arquibancadas foram as invasões de centenas de torcedores vindos do setor sul ao setor leste.

Muitos quebraram ou pularam as grades para invadir o setor. Seguranças tentaram impedir, mas o efetivo não era o suficiente. Só após a chegada da PM a confusão terminou.

Torcedores do Flamengo mudam de setor no Maracanã (Foto: Reprodução SporTV)

Veja também