São Paulo x Flamengo – Curiosidades da partida

Flamengo e São Paulo se enfrentam neste domingo (22) em duelo de opostos. Enquanto o Mengão busca a 3ª vitória seguida e entrar de vez na briga pelo G4, o tricolor precisa garantir os três pontos para se afastar da zona da degola.

Retrospecto do Confronto

 41 vitórias | 35 empates | 48 derrotas
166 gols marcados | 201 gols sofridos

Última partida
Ilha do Urubu (RJ)
Flamengo 2×0 São Paulo (Brasileirão 2017)
Gol(s): Diego e Paolo Guerrero

Curiosidades e dados

  • A última vez que Flamengo e São Paulo se enfrentaram no Pacaembu foi pelo Torneio Rio x São Paulo, em fevereiro de 1998. Na ocasião, as equipes empataram em 1×1, com Leonardo marcando para o Rubro-Negro e Adriano empatando para o tricolor paulista. O jogo nunca ocorreu no estádio pelo Campeonato Brasileiro.
  • No total, foram 25 vezes que Flamengo e São Paulo se enfrentaram no local do jogo deste domingo. O Mais Querido ganhou em sete oportunidades, empatou nove e perdeu outras nove. A última vitória carioca contra o São Paulo no Pacaembu data de 1965, no torneio Rio x São Paulo, quando Airton e Berico marcaram os gols do triunfo por 2×0.
  • O estádio do Pacaembu foi uma das casas do Flamengo no Campeonato Brasileiro de 2016. O time sediou três partidas no local, com duas vitórias e um empate no saldo final e sempre com a casa cheia. No 3×0 sobre o Santa Cruz, o público presente foi de 23 mil pessoas. Contra o Figueirense, 28 mil torcedores viram mais uma vitória por 2×0. E no empate em 0x0 com o Fluminense, 30 mil torcedores, um dos maiores do ano no local, e em jogo de dois times cariocas.
  • O primeiro gol de Adriano Imperador pelo time profissional foi marcado contra o São Paulo, em 06/02/2000, em sua segunda partida pelo Flamengo. No Morumbi, pelo Torneio Rio x São Paulo, o Tricolor abriu 2×0. Rodrigo Mendes diminuiu ainda no primeiro tempo. No primeiro minuto da etapa final, Adriano recebeu na ponta, cortou para dentro e chutou forte para empatar o jogo. Leandro Machado (2) e Iranildo ampliaram na vitória final por 5×2.
  • Em 2001, os times decidiram a Copa dos Campeões, em
    dois jogos. Comandado por Zagallo, o Rubro-Negro
    venceu o primeiro confronto, por 5×3. No segundo,
    Petkovic “refez” o famoso gol de falta do Tricampeonato
    Estadual, o time perdeu o jogo por 3×2, mas ficou com o
    título pelo saldo de gols. Foi a primeira e única conquista
    de Zagallo em sua terra natal, Maceió.

Dados históricos: WSC Consultoria.

Veja também