Rodrigo Caetano diz que o Flamengo conta com a torcida para afastar a crise

A confiança dos rubro-negros está abalada, a cada novo resultado ruim a paciência da torcida vai acabando. Protestos dos torcedores, entrevistas em tom de desabafo por parte do elenco e comissão técnica, polêmicas envolvendo a diretoria, tudo isso e muito mais marcaram os últimos dias do Flamengo e deixaram o clima tenso para o jogo deste domingo (19), contra o Corinthians, às 17h, na Ilha do Urubu.

Vencer o campeão Corinthians pode dar ao grupo a confiança necessária para assegurar a vaga na Libertadores 2018. E a expectativa da diretoria é de que a torcida lote a Ilha e empurre o time à conquista.

– Nossa esperança é que a gente reaja nesses jogos em casa. Que possamos reeditar bons jogos que fizemos. Tenho certeza de que o torcedor, mesmo o que vai para cobrar, no seu direito, é Flamengo. Ele quer ver o time vencer. O retrospecto na Ilha e no Maracanã mostra o quanto dependemos do nosso torcedor. Espero que eles nos apoiem e que possamos, no final, atingir a vitória nesses três jogos, que são fundamentais – afirmou Rodrigo Caetano, diretor-executivo de futebol.

A vaga na Libertadores do ano que vem pelo Campeonato Brasileiro, tem ficado cada vez mais distante, hoje está em 54%, de acordo com o matemático Tristão Garcia. Para assegurar o lugar na competição internacional, a equipe tem mais três jogos, sendo dois deles em casa (Corinthians e Santos), o que se torna um alento para um time que tem o quinto pior desempenho como visitante na competição: são nove derrotas, cinco empates e apenas quatro vitórias.


VEJA TAMBÉM:


O maior ídolo do atual elenco, Juan, pediu total atenção ao Brasileirão. O zagueiro disse que apesar do Flamengo estar nas semifinais da Sul-americana, o time rubro-negro não pode garantir que a vaga virá por esse torneio.

– Não estamos na final da Sul-Americana ainda, né? Temos que jogar a semifinal. Não podemos contar com a Sul-Americana. Claro que é um título de expressão, semana que vem vamos começar a focar no Junior Barranquilla, mas primeiro temos o Brasileiro, tem mais vaga (para a Libertadores) no Brasileiro do que na Sul-Americana. Temos de tentar até o último momento conseguir essa classificação – disse o camisa 4.

O Flamengo está nas semifinais da Sul-Americana e vai disputar contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, uma vaga na grande decisão. O primeiro confronto ocorrerá nesta quinta-feira, no Maracanã, às 21h45.

Veja também

  • Acho q temos paciência demais,ai q esta o problema,acho torcida do Flamengo passiva demais,tem certas coisas q acontecem no Fla q torcida do Corinthians jamais admitiria,não e atoa q ultimas décadas números de títulos deles são de causar inveja,isso com técnico desconhecido e time modesto como esse ano,acho q chegamos no limite da paciência.

  • Vai se F e vão se F sua corja….. A torcida está cobrando o que desde janeiro vocês não entregaram, vai brincar de Manager no PS4, aqui não, isso aqui é Flamengo !

    Está difícil de mantermos a marra flamenguistica tão comum de anos atrás e muitas vezes com o time mal, nos dias de hoje.

    Que venha 2019.

  • No início do ano, a torcida era “falso rubro negro”.
    Depois recebeu “banana” do seu presidente.
    Houve aumento de preço pra afastar a torcida do estadio.
    Houve dirigente dizendo que não se importa com a torcida fala nas redes sociais.
    E agora que o ano foi pra o lixo, a torcida é importante? Esses caras são uma piada

  • Abandonaram o campeonato antes do returno e agora que a vaca já foi para o brejo esse palhaço da corja do banana vem pedir apoio ao torcedor. Tá de brincadeira. Torrou o $ do Flamengo em lixo, acumulou vexames e eliminações. Chegou a hora dos verdadeiros flamenguistas mandarem essa turma para aquele lugar. Chega de falsas promessas e de querer iludir a torcida. Com esse DNA de perdedor e amadorismo no futebol merece é levar fumo.

  • Mas não somos falsos rubro-negros?

  • Jogando essa bolinha aí não ganha nem campeonato da Várzea, combinação perfeita :

    1) Time sem tesao ;
    2) Técnico Fraco ;
    3) Diretoria omissa ;

    Garçom, fecha 2017 e manda 2018 que pelo menos é sofrimento novo.

    Parabéns a todos os envolvidos

    Att

  • Para afastar a ma fase, ganhar as três últimas partidas do Brasileiro para ter garantia na Liberta. Ganhando a Sul-americana, temos um alento na temporada.
    Ano que vem, com tempo e revisão geral de peças, o clube tem tudo para entrar no rumo. Na minha opinião, dispensas ou empréstimos de Muralha, Para, Vaz, Marcio Araujo, Gabriel, Mancuello e Conca.

  • Agora precisa da torcida é? Caetano, na história sempre a torcida cobrou, mas os jogadores davam a resposta e iam comemorar com a Nação, tinha uma empatia maravilhosa, hoje não se vê isso. Vocês mesmo da diretoria se acham donos da verdade, BM dá bana para a torcida, fora os preços altos que afastam o torcedor mais humilde (90%) e são e muito Rubro-negros. A torcida não merece esse time sem alma, arame liso (não machuca), e isso é reflexo dessa administração fraca, que você faz parte. Não sabem nada de Flamengo. Torcedor é apaixonado e vai apoiar sim e nas criticas é que se cresce meu caro, não só nos aplausos não.

  • Pode anotar ai 2018 mais um ano de derrotas. Mudanças para 2019 ou a ruína desse clube.

Comentários não são permitidos.