Funcionário de aeroporto relata ato de racismo em frente loja do Flamengo

A provocação passou dos limites logo após o primeiro apito final dos primeiros 90 minutos da final da Copa Sul-Americana. Naquele dia, 06 de dezembro, torcedores do Independiente provocaram o primeiro de muitos atos racistas que viria acontecer.

Desde aquela data foram diversos, principalmente no Twitter, principal ponte de encontro online da torcida rubro-negra. Na manhã desta segunda-feira (12) não foi nada diferente durante o desembarque de alguns torcedores do clube argentino. Em seu Facebook, um rapaz, funcionário do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Galeão, relatou mais um ato racista.

Bom dia caros amigos rubros negros. Trabalho aqui no galeão ! Um montão de argentinos nojentos torcedores do Independiente desembarcando agora. Passaram pela loja do Flamengo debochando, alguns fazendo gestos como se fosse macacos ! Nunca vi isso . Fd** !!! vontade de socar a cara desses vermes !!!“, escreveu.

A segunda partida da final está marcada para a noite da próxima quarta-feira (13). São esperados mais de 60 mil torcedores rubro-negros. Para sair campeão, basta vencer por dois gols de diferença. Em caso de apenas um gol rubro-negro, a partida vai pra prorrogação e, se persistir o resultado, para a disputa de pênaltis.

Veja também

  • Depois ainda tem torcedores por aqui que acham que a gente tem que tratar esses caras a pão de ló, reproduzindo o discurso leite com pêra dessa imprensa covarde que temos aqui e dessa COMEBOL corrupta. Já que é para ser clima de guerra, como foi para o Palmeiras ante o Peñarol no Uruguai, para nós no jogo de ida, entre tantos outros episódios de risco para torcedores, jornalistas e delegações brasileiras, que eles sintam a pressão aqui também. Estamos “politicamente corretos” demais, por isso aceitamos o Brasil ser como é.

  • Porrada nesses vermes. Antes, durante e no avião de volta tbm kkkk

  • É uma pena o nosso time não ter jogadores porradeiros, senão o jogo ia terminar com porradaria e taça na mão!

  • Quem diria, mas a Diretoria está fazendo a parte dela é a torcida nem se fala partiu para guerra com sangue nos olhos agora se espera que a polícia e o Judiciário ajam ao rigor da lei de modo a coibir atos de racismo.

  • Racismo é crime… tinha que ter filmado e apresentado a polícia, é óbvio que dá pra reconhecer, uma vez que se tem os registros de estrangeiros que entraram no Brasil… ao aqui mesmo que vemos estrangeiros cometerem crimes e não acontecer nada.

    • Basta fazer a denúncia, aeroporto é cheio de câmeras de segurança

    • Racismo não é crime. Crime é violar os artigos da lei 7716/89. Fazer gestos de macaco não viola artigos dessa lei. Estude e não escreva besteira na internet. Sabe o que é crime? Quotas raciais porque impedem brancos de entrar em certa porcentagem de vagas só porque são brancos. Isso sim, viola artigos da lei 7716/89. O STF não obedece a constituição. Tribunalzinho de merda comprado.

  • Só vou ficar 100 por cento feliz se amanhã ganharmos na bola e na porrada. Tem que quebrar um racista escroto desses em campo. Aqui não.

  • 3 a 0 no jogo aéreo e muita paulada antes do início do jogo. Passaram dos limites. Seja sócio

  • Gente precisamos só ganhar por 2 x0 depois festa no Brasil e no mundo vamos Mengão pra cima deles!!! Pra mim da 3×1 dois VIZEU e 1 diegao

  • Cadê a policia quando se precisa dela?
    Isso não vai terminar bem!

  • Cretinos e covardes. Absurdo ainda existir isso. Que todas essas provocações e atos sejam motivo de “pilha” para os jogadores. Não dá pra deixar isso barato não.

  • Vermes covardes. Quero ver fazer isto na frente da torcida do Flamengo. Contra uma pessoa é fácil.
    Que o time jogue com a alma amanhã, e que esses vagabundos sejam chutados de volta para o esgoto de onde saíram.

  • São corajosos. Depois a torcida organizada agarram eles por ai ninguem sabe porque.

  • São sempre assim, até amanhã, depois enfiam a viola no saco e o pinto no c e somem pra sempre.

Comentários não são permitidos.