MP-RJ quer investigação sobre confusões no Maracanã e no hotel do Independiente

Em nota divulgada nesta quinta-feira, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (RJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor (Gaedest/MPRJ) expediu ofícios exigindo que sejam apurados as responsabilidades pelos incidentes ocorridos no jogo entre Flamengo e Independiente, no Maracanã, na noite desta quarta (13).

De acordo com a nota divulgada, a investigação não se restringirá somente ao dia da partida: os casos ocorridos no hotel na Barra da Tijuca (onde a equipe do Independiente se hospedou) também serão levados em conta. Foram encaminhados documentos e DVDs com imagens das práticas criminosas.

Além da promotoria de tutela coletiva de defesa do consumidor do próprio MP-RJ, as gravações nas imediações e dependências do Maracanã foram encaminhadas à 18ª Delegacia de Polícia (DP) do Maracanã, à CBF, ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e à Conmebol. As imagens feitas no Hotel Hilton foram enviadas à 16ª DP, da Barra da Tijuca.

Os documentos dirigidos às delegacias policiais pelo MP-RJ destacaram:

É necessária uma investigação profunda acerca dos fatos ocorridos para identificar e punir os criminosos que se travestem de torcedores para espalhar o caos, o medo e a desordem no seio social, de modo a restabelecer a paz pela qual nossa sociedade tanto anseia“, requisitando instauração de inquéritos policiais.

À CBF, ao STJD e à Conmebol, o GAEDEST/MPRJ, são pedidas providências enérgicas e efetivas, para identificar os responsáveis diretos e indiretos pelos “atos deploráveis e odiosos”, visando punições nos âmbitos desportivo e administrativo.

Veja também

  • Enquanto Bandeira de Mello jantava pacificamente com dirigentes do Independiente, os vândalos destruíam o hotel onde eles ficaram. Não satisfeitos, foram pra Copacabana continuar a destruir tudo e deixar a cidade em alerta.
    A Polícia, que monitora as redes sociais, sabia há tempos que isso iria acontecer. Não foram pegos de surpresa. Agora o MP-RJ quer que tudo seja apurado. Que se apure a responsabilidade individual de cada um, e que a Polícia explique porque não colocou desde cedo um batalhão inteiro na porta do hotel do Independiente. Outra coisa, eles tbm foram “surpreendidos” pela torcida do Flamengo, que sozinha enchia o Maracanã quando abrigava 200.000 torcedores, mas que agora abriga 80.000? A Polícia antiga conseguia segurar a parada, mas a nova não? Colocar 600 policiais pra segurar 70.000 torcedores, sendo que pelo menos uns 2000 só estariam lá pra brigar e criar confusão, tem cabimento? Achavam mesmo que iam dar conta? Até uma criança de colo sabia o que ia acontecer…rs
    Que não queiram punir a instituição Flamengo pelos atos da bandidagem que veste a camisa do clube. Por mais que se peça, se fale ou que sejam chamados ao bom senso, os bandidos travestidos de torcedores não vão mudar. Punir o clube, além de injusto, não resolve o problema. A torčida do Flamengo é um patrimônio INFORMAL do clube, não é PROPRIEDADE ESTABELECIDA do clube. Torcida é “consequência” e não “causa”. Nunca vi um clube que fosse “proprietário” de uma torcida antes de sua fundação. O vínculo que há é EMOCIONAL e EVENTUAL. Um clube não obriga ninguém a ser torcedor dele, e o controle da massa dentro de um estádio depende mais de um policial do que dos presidentes dos clubes envolvidos. O clube, na pessoa do seu presidente, não pode ser responsabilizado por atos criminosos de natureza individual, pois não há como controlar o livre arbítrio do torcedor que já sai de casa com a intenção de cometer crimes, muitas vezes a quilômetros do estádio.
    Se essa investigação for pra punir os baderneiros e criminosos que criaram o sauceiro, ou a falta de “feeling” da Polícia, tudo bem. Mas, senhores procuradores, não queiram punir o clube porque perdeu o título e obrigou o Vasco a jogar a pré-Libertadores, ou porque o Botafogo ficou de fora dela. Seria, simplesmente, o fim da picada. E não me venham com mimimi. Todo mundo sabe que isso acontece.

  • MP-RJ quer o dinheiro, isso sim.

  • E ainda tem gente querendo estádio para mais de 80mil… &;-D

  • MP-RJ é uma instituição que há anos não investiga o que tem de investigar, como os casos de Pezão, Piccianni, Prefeituras, desapropriações com desvio de finalidade, licitações irregulares, etc.

    Eles não se intrometem com quem pode comprometer a segurança deles, a vida deles e de seus familiares.

    Contudo, quando ocorrem casos que os rapazes e moças que passaram no concurso pra Promotores são de situações que não lhes trará perigo e muito holofote, aí eles estão e aparecem.

    Esperem e verão, pois esses que aí estão vão querer arrebentar com o Flamengo.

  • GESTÃO MARCIO ARAUJO MEIA DÉCADA5 DE FRACASSOS

  • A diretoria pode preparar defesa pois o Flamengo vai tomar uma punição severa, olha se não formos punidos até com a desclassificação da Liberta !!

    • desclassificação da Liberta se mantiverem os mesmos jogadores nem precisa de punição.

  • Tudo querendo aparecer se aproveitando da situação toda. O RJ vive num estado falimentar há anos e não é de agora que essas explosões sociais acontecem, no entanto esse bando de político sem vergonha se acha com moral e dever de fazer algo. Bando de hipócritas, o fato do time de maior torcida do Brasil ter perdido um título em casa, só expôs o problema que vocês todos criaram conjuntamente ao longo dos anos, afanando os cofres públicos e denegrindo a imagem do estado que vocês dizem defender. Bando de filho da fruta.

    • Posso estar enganado mas me pareceu meio intencional.

Comentários não são permitidos.