Felipe Vizeu garante amadurecimento e projeta 2018 com muitas conquistas

Felipe Vizeu não teve um bom começo em 2017, chegou a ser terceira opção no ataque e muito criticado pela torcida. Contudo, após a venda de Damião e, principalmente, após a suspensão de Guerrero, ele ganhou muito espaço no elenco.

Apesar de alguns torcedores ainda não apoiarem totalmente o centroavante, ele ganhou a simpatia de grande parte da Nação. Principalmente após suas atuações na Sul-Americana, marcando 5 gols e sendo o artilheiro do Rubro-Negro no torneio.

Inclusive, ele vêm recebendo procura de alguns clubes como Independiente-ARG, Santos e alguns europeus. O LANCE conversou com a diretoria do Fla para saber sobre as sondagens e a possibilidade dele ser uma moeda de troca no negócio por Zeca.

Os diretores admitiram as sondagens, mas falaram que até o momento não chegou nenhuma proposta oficial. Além disso, negaram a possibilidade de envolver o jogador da base rubro-negra para contar com o lateral ex-Santos no ano que vem.

Vizeu sabe da responsabilidade que deve ter no início da temporada. Com Guerrero ainda suspenso, o camisa 47 deve ser a principal referência no ataque. Segundo entrevista citada pelo jornal LANCE, ele admitiu ter adquirido muita experiência em 2017 e prometeu um ano de 2018 ainda melhor.

Felizmente, tive um 2017 bastante proveitoso. Aprendi e amadureci bastante com as experiências que o ano me proporcionou. Isso faz com que eu tenha as melhores expectativas para 2018. Hoje, me sinto um atleta e um homem mais maduro e pronto para os desafios profissionais. Com muita dedicação e confiança, tenho certeza que esta temporada será de novos aprendizados e, acima de tudo, muitas conquistas.

Veja também

  • O Vizeu não deixa nada a desejar quando comparado há muitos outros centroavantes do futebol brasileiro, eu acho que o Flamengo deveria apostar na titularidade dele pelo menos até o fim da copa, quando terá Guerrero (ou não) de volta

  • prefiro valorizara a Base do que alguns “craques” trintão

  • “Além disso, negaram a possibilidade de envolver o jogador da base rubro-negra para contar com o lateral ex-Santos no ano que vem.”
    Tomara q seja verdade. Tem q ficar e provar se pode ser o nosso centroavante. Jogador experiente já temos de sobra pra dar suporte aos meninos. Não adianta só ter prata da casa como reserva ou terceira opção na posição. A mescla tem q ser no time titular também.

    • Confesso que meu sonho seria um dia poder ver jogadores da base brilhando na equipe titular, imagine: Diego Alves, Klebinho, Léo Duarte, Juan, Michael, Ronaldo, Jean Lucas, L. Paquetá, Diego, Vinícius Júnior e Vizeu.

      • Imagina se não tivesse vendido o Roger

        • Acho que ele deu mole ao querer sair pra fora, poderia ter aguardado mais um pouco fazendo um bom contrato com o clube e depois indo para uma equipe melhor.

        • Boa tarde e SRN. Qual Roger vcs estão falando?

  • Galera sei que o ano não foi bom, porém, acredito na melhora do ER7, Geuvânio e na evolução do Paquetá, Vinícius Junior e Vizeu, caso não seja possível fechar com grandes jogadores por falta de verba eu iria de 4-4-2:
    Diego Alves(César e Thiago), Rodinei(Klebinho), Réver(Rhodolfo e Léo Duarte), Pablo(Juan), Everton(Trauco e Michael), Cuellar(Ronaldo), L. Paquetá(Arão e Jean Lucas), Diego(Ederson), Everton Ribeiro(Berrio), Geuvânio(Vinícius Júnior) e F. Vizeu(Lincoln).

  • Se não for pra trazer um atacante de ponta, prefiro investir nele como 9 e colocar um segundo atacante mais qualificado ao seu lado, Everton Cardoso é muito esforçado mas não dá.

    • Verdade. Gosto do Éverton Cardoso, mas na verdade era pra ser um bom reserva.

Comentários não são permitidos.