Fla descarta usar Espírito Santo FC como “time B”

Em coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (19), Flamengo e Espírito Santo FC anunciaram a nova parceria que renderá, de cara, três novos jogadores para o Mais Querido. A ideia é que jogadores sem espaço no rubro-negro possam jogar pelo clube capixaba, e atleta com destaque integrem o elenco do Mengão.

Durante a entrevista de apresentação da parceria, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, destacou que não pretende usar o Espírito Santo FC como “time B” do Mengão.

— Tudo isso é possível, mas não gostaria de avançar o sinal neste momento. A parceria que estamos firmando neste momento já permite que a gente possa colocar um jogador aqui, e estamos levando para o Rio jogadores que são destaque no Espírito Santo. O caso do Manchester City com o Girona é um pouco diferente, porque existe inclusive uma vinculação acionária -, disse Bandeira.

Apesar de pouco conhecimento no cenário nacional, o Espírito Santo FC disputa o Campeonato Brasileiro da Série D, competição que dura quase o ano todo. Além deste, há também o Capixabão, o campeonato estadual.

Veja também

  • o que fala dessa gestão?
    Não me venham dizer que falta títulos, porque as anteriores de 1992 – 2009, e 2009 foi a ressalva das exceções; na Gestão Bandeira brigamos um ano para não cair (algo que era rotineiramente em todos os anos) as outras nunca trouxeram nada de bom só vergonhas e vexames em libertadores, os mexicanos que o digam, uruguaios e chilenos idem;
    na gestão BM, e falo como torcedor e não por partido, pois o meu partido éo flamengo, e em alguns aspectos não concordo como Bandeira interfere no futebol do clube;
    contudo em seu primeiro mandato ganhamos a Copa do Brasil, classificação para Libertaddores; em 2014 semi final da Copa do Brasil, campeão carioca e uma campanha pífia la Liberta e Brasileiro; em 2015 boas negociações; e um melhor planejamento para 2016; terceiro lugar brasileiro e classificação direta para liberta; em 2017, campeão carioca e dois vices um nacional outro continental, boas contratações, revelações de jogadores da base; em 2018 pode ser o ano do flamengo, digo repito e escrevo torcida rubro negra, vamos apoiar o Mengão, os moleques e quem vestir esse manto sagrado; SRN

  • Por mim, o Flamengo pegava esses milhões gastos em Gabrieus, Rafaeis e Marcios e fazia um trabalho bem estruturado para captar jovens no Brasil, si pá na América do sul e socava tudo em um time menor, os que performarem melhor, já iriam treinando no ninho. Quem sabe um dia…

  • Já escrevi sobre isso em outra reportagem , o Flamengo poderia ser dona de um clube empresa em São Paulo , disputaria o campeonato paulista e tentaria classificação para a série B do brasileiro , assim jogadores sem chances no time principal seriam emprestados para esse time que poderia ser também destino de jogadores promissores do Brasil é América latina. Assim os jogadores poderiam ser acompanhados mais facilmente. Essa empresa poderia ter filiais em outros Estados como Minas, Bahia e Santa Catarina aproveitando a grande torcida existentes nele . Os melhores jogadores seriam destinados ao Flamengo ou para vendas através do qual se financiaria esse projeto.

    • Acrescentando , o time de Minas disputaria o campeonato local e a série c , o mesmo com os outros 2 , disputando os regionais da série d.

    • Acredito que a ideia é essa. Mas vamos aos poucos. Esse pode ser o primeiro passo.

    • Sua ideia ê a melhor, mamãe.

  • O Flamengo deveria fazer uma parceria com um clube português de pequeno porte da primeira divisão (Estoril é o clube ideal).
    Emprestando todos esses jogadores que fazem 20 anos e não são aproveitados no time principal.
    Já emprestou Matheus “Bebetinho” mas o contrato acabou e não ganhou nada com a transferência para o Sporting.
    Agora emprestou Matheus Sávio e Cafú.

    • Esta é a melhor ideia. Os jogadores se adaptariam ao futebol europeu. Também aumentariam a exposição por lá.

  • “Apesar de pouco conhecimento no cenário nacional, o Espírito Santo FC disputa o Campeonato Brasileiro da Série D” parei de ler, mas me deu mal já tava no final.

  • Lembrando que o Lincoln é capixaba. Assim como era o Sávio, Aldair, Jeovani, Fabiano Eller, o goleiro Hiran, etc.

    • E o varejão!!!!!!!!!

  • Falo isso a um tempão, mas gostaria que fosse feito com um time do RJ, tipo CFZ, Duque de Caxias, até o América que tem boa torcida e tradição.

    • Daria para levantar o time de divisões. Pegaria alguns destaques da serie B mas alguns jogadores que fizeram 20 anos e outros promissores e montaria o elenco: Thiago, T. Ennes, Thuller, Dener, Moraes, Theo, Jean Lucas, M. Sávio(Jajá), T. Santos, Lucas Silva e D. Baggio.

      • Hoje se conseguíssemos colocar esse time na séria A poderíamos colocar até jogadores mais caros: Muralha, Pará, Léo Duarte, R. Vaz, Renê, Jonas, Luiz Antônio, Canteros, T. Santos, Ederson e Kayke.

        • Dois clubes com esse tipo de conceito não podem jogar as mesmas divisões nas mesmas competições.

          • Mas não seria o FLA B e sim um time que faríamos empréstimo de jogadores, mas mesmo assim poderia dar problema né?

          • Se não estou enganado os times B dos clubes europeus (Real e Barça por exemplo) não podem disputar a mesma divisão. Normalmente disputam as divisões de acesso. Mesmo quando esses times são campeões do campeonato nacional ou chegam numa posição que daria acesso a primeira divisão eles não sobem.

            P.s.: O Real B que já foi campeão algumas vezes da segunda divisão parece que estava disputando a terceira divisão deles quando o Zidane foi o treinador.

    • Se não me engano na gestão da Patricia, ela e o ZICO fizeram algo parecido, mas por questões locais houve muitas acusações internas contra o Zico e esse foi um dos motivos que ele abandonou a gestão na época. Se não me engano!

    • Podia ser com a Portuguesa

    • Está sendo feito no Espirito Santo devido ao bom transito que o Bandeira tem por lá, já que o governador do estado é seu amigo.

  • Colocaria o sub 23 pra disputar para já voltarem mas preparados ao Mengão

  • A ideia como os colegas falaram é boa, ruim é como está sendo feita.
    Maravilha se fosse em São Paulo com um time pequeno, no qual o flamengo colocaria os seus jogadores, comissão técnica, toda a parte fisioterapia, fisiologia, ortopedia, nutrição, tudo para o bom desempenho do atleta. O time entraria apenas com campo para treinamento, hospedagem e estádio. Aí sim eu diria que o Flamengo estaria a frente e muito a frente dos outros times.
    Pensando em colocar esta molecada para pegar experiência, num paulistão, uma série B do brasileirão.
    Essa ideia o flamengo tem que colocar em prática no futuro.

    • O q não falta em sp eh time de empresário difícil entrar… No ES ninguém investe eh mto mais barato é ssem tanto empresário aliciando jogador.
      Ótima parceria

      • Verdade, mas ainda acho que essa parceria poderia ser num clube aqui mesmo do Rj. Pegar um Bangu que tem tradição e estádio próprio, ou quem sabe um Campo Grande que também tem estádio. elevaria a força dos times do Rj em cenário nacional.

  • Seria uma ótima idéia….

  • Se é pra emprestar pra jogar estadual seria muito mais jogo emprestar pra um time que jogue um estadual competitivo, emprestar pra jogar campeonato capixaba é a mesma coisa que nada.

    • Uma parceria com algum pequeno de São Paulo seria interessante. Esse Espírito Santo é pior que o Luverdense.

      • Esse time Espirito Santo é um time de empresário, inclusive é um clube empresa, está querendo crescer no cenário nacional, a Luverdense começou assim, na 4[ divisão e cresceu, acho uma boa idéia.

  • A proposta em si é interessante. No entanto, seria bom o Mengão buscar parcerias com clubes da Série B pra dar rodagem a alguns atletas da base que não puderem integrar o profissional.

Comentários não são permitidos.