IFAB suspende regra de cinco substituições no Carioca

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) informou na noite da última segunda-feira (22), que as cinco substituições por jogo no Campeonato Carioca de 2018 estão suspensas. A medida foi tomada devido a uma resolução da International Football Association Board (IFAB), órgão responsável por controlar as regras do futebol, e da CBF.

O Diretor do Departamento de Competições da FERJ, Marcelo Carlos Nascimento Vianna, soltou uma nota no site oficial da Federação. Nessa nota foi exposta a resolução que suspende a regra de cinco substituições.

“Indicar que a partir da 4a Rodada da Taça Guanabara do Campeonato Estadual da Série A de Profissionais de 2018, inclusive, estarão suspensos todos os efeitos estabelecidos pela RDI no 004/18 e pela RDI no 006/18, até ulterior deliberação da CBF, da FIFA e da IFAB.
Esta resolução entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário.-  Diretor do Departamento de Competições.”

A FERJ havia autorizado as cinco substituições após reunião do conselho arbitral, no dia 08 de janeiro. Os clubes viram a decisão de forma positiva, já que a pré-temporada diminuiu consideravelmente, devido à Copa do Mundo no meio do ano.

A Federação Carioca informou, também, que para a terceira rodada da Taça Guanabara, que vai começar a ser disputada nesta terça-feira (23), com o confronto entre Madureira x Boavista, está mantida a regra das cinco substituições. A suspensão da regra só vai vigorar a partir da quarta rodada do torneio, que terá início no próximo sábado (27), entre Flamengo x Vasco.

 

Veja também

  • Não acho errado a Federação Internacional brigar pela padronização das regras, se não for assim vira bagunça e daqui a pouco vai ter goleiro proibido de usar a mão. Bom exemplo da falta de padronização de regras é o Basquete onde nós EUA e Canadá as regras são uma e no resto do mundo outra. O problema ao meu ver é da FERJ que não tem o devido cuidado e acaba permitindo um monte de atrocidade desse “conselho” arbitral até então apitado pelo Euvirus.

  • A FERJ nunca faz nada certo…ai quando faz vem alguém la da casa do chapéu para atrapalhar…

    Triste.

  • Papelao da ferj!!! P variar

  • Não sei o que dizer sobre as 5 substituições ainda. Se por um lado podemos testar mais a base, por outro, isso da muita vantagem para os times “ricos”. Esses podem manter jogadores de potencial para titular no banco. Daria para a grana influenciar ainda mais. Se olhar pro próprio umbigo seria bom mas sei não.

  • é sempre assim é só o futebol da um passo para frente, que vem uma organização corrupta para fazer com que dê vários passos para trás!

  • A unica coisa que vi a FERJ fazer de bom , mas sempre tem um pra estragar e impedir o avaanço do FUTEBOL.

    Tava bom demais para ser verdade a FERJ fazendo algo de bom e util ao futebol kkkkkk

  • Alguém tem dúvidas de onde partiu a iniciativa dessa suspensão.
    Aff…. as federações deveriam promover o crescimento do futebol regional, mas aqui no rio, o que se vê, são ações irresponsáveis e clubísticas…
    Parabéns aos envolvidos por mais um ano de retrocesso…..
    Decepcionante.
    SRN

  • Sem comentários.

    • “Sem comentários.”

      Mas vc comentou! 🙂

      • kkkkkkkkkk

  • Que merda viu

  • ??????
    Lembrar a sua principal função :
    EXERCER CONTROLE DE REGULAÇÃO NAS REGRAS DO FUTEBOL .
    PARECE QUE A IFAB SE RECUPEROU DA AMINESIA E SÓ AGORA PRÓXIMO A QUARTA RODADA VEIO INTERFERIR.

  • Federações, Confederações e orgãos regulatorios são um câncer no futebol.
    Os clubes precisam de juntar e criar seu próprio campeonato, aos moldes da Premier League. Chega de tanto totalitarismo!

    • Tentaram com a Primeira Liga, mas sem o apoio dos times de São Paulo ficou de certa forma prejudicada.

      • Digo também que não deu certo até mesmo por conta dos clubes que estavam na Primeira Liga.
        Para dar valor a uma liga independente, os clubes da primeira liga deveriam ter largado de uma vez por todas o Campeonato Brasileiro. É uma atitude extrema, que culminaria no desprestígio do Campeonato Brasileiro, sendo que somente ficariam os times de São Paulo na competição, enfrentando os times nordestinos.

        Rio Grande do Sul, Minas e Rio de Janeiro possuem um apelo muito maior que somente São Paulo.

        • O problema é que se o time simplesmente abandonar o Brasileirão é punido pela CBF e não pode disputar mais nenhum campeonato organizado por ela e não pode disputar também nenhum campeonato internacional (adeus Libertadores e Sulamericana), se não houver apoio de todos os times não tem como algo desse porte ir para frente, veja que nem todos os times do Rio e nem todos do Sul apoiaram a Primeira Liga. Tem muito dirigente corrupto que ganha um por fora das Federações e CBF.

          • Mas a intenção dos clubes não criar seu próprio campeonato ?
            Por que deveria se preocupar com a punição imposta pela CBF ?
            Não entendi seu ponto de vista.

            Se 70% dos clubes realmente largarem a CBF de vez, a CBF morre.
            Se quer ganhará vagas da CONMEBOL para a Libertadores.
            Hoje a Premier League é independente, e mesmo assim a UEFA cede vagas da Champions para ela.

            A CONMEBOL certamente daria as vagas para nosso campeonato realizado pelos maiores clubes do Brasil. Isso por um fator economico.

    • Em 1987 tentou se a criação de uma liga por intermédio do Clube dos 13. Mas, os otarios não aceitam o título da Copa União por puro clubismo. Que se lasquem todos! Prefiro o Flamengo sozinho.

      • Pois é, e depois os clubistas ainda ficam reclamando da CBF. Mesmo destruindo o valor da Copa União.

  • unica coisa decente que acontece no carioca ai vem IFAB e faz voltar pra mesma merda

    • O pior é mudar o regulamento durante a competição.

  • Era uma das poucas coisas boas desse campeonato ridículo. Uma pena.

Comentários não são permitidos.