O primeiro e o último

No dia 3 de janeiro, o Flamengo estreou na Copa São Paulo contra o Ji-Paraná-RO. O quarto gol rubro-negro foi marcado por Wendel, recém-promovido do time sub-17. 22 dias depois, a campanha foi encerrada pelos mesmos… pés? Quase. De cabeça, Wendel fez o único gol da final. O gol do título.

Logo após a estreia, em entrevista exclusiva à FlaTV, falou sobre a emoção do primeiro gol.

“Uma emoção muito grande fazer o primeiro gol da Copinha, é uma competição com nível lá em cima. As forças vão se igualando. Temos que ter foco para fazer mais gols nos próximos jogos”, disse, como quem sabia o que viria.

A comemoração do primeiro gol foi marcada pelo choro em homenagem ao pai.

“Meu pai me disse para jogar mais próximo da área, no sub-17 eu não fazia tanto gol. Quando marquei, lembrei dele e chorei”, contou.

Reprodução: Site do Flamengo

Veja também

  • Parabens ao Wendell!! Vou fazer meu mea culpa, achei que ele tinha uns 20 anos e o achei ruim, depois fui notar que ele não é centro-avante mas atacante de lado, e que o centro-avante é o Vitor Gabriel. Minha analise prematura foi equivocadissima, e deixo aqui meu elogio a ele e a garotada!!! O Ano começou bem!!!

    • Quantos anos ele tem? Também achei que já tivesse 19 ou 20, e também não gostei da atuação dele enquanto centroavante, perde muitos gols.
      No entanto, tenho que reconhecer que o jogo coletivo dele é bom.
      Enfim, SRN.

Comentários não são permitidos.