Éverton Ribeiro justifica baixo desempenho técnico em 2017 e diz: “O corpo acaba pedindo um descanso”

Éverton Ribeiro foi a contratação mais cara da história do Flamengo, o que fez com que a torcida esperasse muito de seu desempenho técnico em campo. Porém, passado os primeiros jogos, o jogador começou a ver grande parte dos torcedores questionarem suas partidas abaixo do nível em 2017. Em entrevista exclusiva ao Lance!, o jogador justificou as atuações ruins pelo fato de não ter feito pré-temporada, e por ter emendado uma sequência grande de jogos. O jogador aproveitou para frisar que este ano tem tudo para ser diferente.

O que mais pesou mesmo foi não ter feito uma pré-temporada, ter emendado uma temporada na outra. Foram muitos jogos, queira ou não o corpo acaba pedindo um descanso. Esse ano vem sendo diferente, começando um trabalho desde o início do ano, junto com todo mundo, e essa pré-temporada foi muito bem aproveitada, tem tudo para ser um excelente ano -, afirmou o jogador.

Além disso, o meia afirmou que o corpo sentiu a diferença de ritmo do futebol brasileiro para o praticado na Arábia Saudita. Éverton reafirmou que teve uma temporada atrás da outra, e que após um bom descanso, com uma preparação adequada, a expectativa é que o desempenho cresça.

– Acho que o ritmo, com poucos jogos você acaba pegando, mas o acúmulo de jogos, o corpo acaba sentindo. É normal. Quem já está acostumado sente, imagina quem vem de outra temporada, onde tem um ritmo mais leve. Foi bom para ter um aprendizado e agora é começar um novo ano -, concluiu o meia.

Éverton tem 45 jogos com a camisa rubro-negra e marcou sete gols. O atleta atuou em cinco partidas neste ano e ainda está invicto na temporada. O Flamengo entrará em campo nessa quarta-feira (28), contra o River Plate, da Argentina, e o jogo será de portões fechados, devido a suspensão imposta pela Conmebol, pelos atos de violência e invasão ocorridos na final da Copa Sul-Americana.

Veja também

  • Esse ano ele esta bem melhor. Que ele arrebente amanha!!! Pra cima deles mengao!!!!

  • Começou bem no Flamengo mas depois ficou claro que essa sequência de jogos pesou muito. O cara chegou no meio do ano passado e fez incríveis 40 jogos, mesmo sem poder jogar a Copa do Brasil e sendo poupado em tantos outros. Fazendo uma comparação tem muito time na Europa que não passa de 50 jogos na temporada. Nosso calendário foi absurdo.

Comentários não são permitidos.