Com dois batedores de falta no time, Paquetá revela como decidem quem vai cobrar

O Flamengo vem chamando atenção por ter dois cobradores de falta no time titular. Diego e Lucas Paquetá já marcaram gols no fundamento, o que gera certa dúvida na cabeça do torcedor sobre quem irá bater as faltas na entrada da área. Devido ao bom aproveitamento de ambos os atletas no quesito, Paquetá revelou que a escolha de quem será o cobrador é decidido em uma conversa no gramado.

O Carpegiani nos deixa bem à vontade para decidirmos em campo. Eu e Diego, assim como nos treinos, conversamos bastante para vermos a definição da barreira, se a bola está perto ou longe – comentou Lucas.

O garoto, de 20 anos, vem sendo destaque da equipe na temporada. Apesar de grande parte da torcida questionar o desempenho técnico do time, o meio-campista é poupado das críticas. Agora, sobre a escolha de quem vai cobrar as faltas ser dentro de campo, Paquetá acredita que vem dando resultado positivo a forma como decidem: “Decidimos para quem fica melhor a batida e estamos tendo sucesso”.

Lucas está em seu terceiro ano como profissional, pois subiu da categoria de base em 2016. Contudo, no seu primeiro ano na categoria de cima pouco atuou. Jogou apenas duas partidas, sendo uma pelo Campeonato Carioca e uma pela Primeira Liga. Em 2017, depois de pouco utilizado com Zé Ricardo, se firmou no então time de Reinaldo Rueda e atuou em 37 jogos. Neste ano, com novo treinador – quem comanda a equipe é Paulo César Carpegiani -, já atuou em 10 oportunidades e vem ganhando o status de líder técnico do elenco rubro-negro.

Ao todo, o Garoto do Ninho entrou em campo 49 vezes pelo Fla e marcou oito gols como profissional, seis em 2017 e dois em 2018, sendo que dois tentos foram assinalados em cobranças de falta. O primeiro foi contra a Portuguesa, no Carioca da última temporada, enquanto o segundo foi diante do Boavista, na última semana. A curiosidade é que os dois foram marcados no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Diego tem números mais expressivos. O jogador marcou quatro gols de falta pelo Mais Querido, sendo que em 78 partidas, o meia tem 26 bolas guardadas na rede pelo Mengão. Seus gols de falta foram contra San Lorenzo, Fluminense, Madureira e Boavista.

Veja também

  • Isso é o de menos, quero saber quem é que puxa a responsa com a bola rolando porque os caras chegam no ataque e não sabem o que fazer com a bola.

    • Tbm acho que falta ao flamengo desde o ano passado é um atacante ou meia atacante mais decisivo ,igual um Luan do grémio ou Dudu do palmeiras por exemplo .Temos muitos organizadores de time ,mas esses não são jogadores com caráter decisivo .Éverton Cardoso é o que mais se assemelha a esse tipo de jogador ,mas tbm não tem como ponto forte a precisão nas conclusões das jogadas .

      • Acredito que pode colocar o CR7 ou Messi e eles não irão decidir. O Flamengo decidiu implantar o estilo de posse de bola que alcançou status de jogo bonito com o Barcelona, mas tem um problema: não sabe implantar a filosofia. Assistimos nas partidas a posse, apenas pela posse, sem objetivo. Existem até livros sobre Tiki Taka , e algo fundamental para o estilo dar certo são os toque em diagonais, por quem proporcionam o “toco y mi voy”, infiltrações… os jogadores hoje atuam mantendo a posse mas com muito passe para o lado e cruzamento excessivos, não procuram o erro adversário. Tocam com preguiça, se movimentam com preguiça e finalizam de qualquer forma.

    • Tambem quero saber. mas nao existe esse jogador hoje no elenco do flamengo,infelizmente.

Comentários não são permitidos.