Fla garante fidelização para sócio-torcedores, mas admite dificuldade para implantação

Na última segunda-feira (26), a TV Coluna do Flamengo divulgou entrevista realizada com o gerente do Programa Sócio-Torcedor, Bruno Dias. Dentre os assuntos questionados pela repórter Carla Araújo, esteve a questão da ‘fidelização’ do torcedor para a garantia de ingressos.

Este é um dos fatores mais questionados na estrutura atual. As críticas são principalmente pelo fato de que o sistema não dá prioridade para aqueles que costumam ir a uma maior quantidade de partidas. Sendo assim, um torcedor pode acompanhar o clube durante toda a campanha na temporada, mas acabar fora de duelos com maior relevância, sendo preterido para dar lugar àqueles que têm planos mais caros. Sobre isso, Bruno garantiu que existe proposta em andamento, mas revelou dificuldade para fazer as mudanças.

— Dentro de 2018, a gente pretende entregar o que todo mundo chama da fidelidade, fidelização… A gente trabalha em cima de dois pilares, que a gente chama de lealdade e frequência em jogos, o engajamento com o Programa. Isso requer desenvolvimento e tecnologia. A gente já desenhou o modelo do negócio, de como isso vai funcionar. A gente acredita, não tem como dar uma data, porque é um desenvolvimento tecnológico. A gente está construindo um avião em pleno voo. Não tem como ‘desligar’ o Programa Sócio-Torcedor e fazer todas as melhorias que esperam. Por isso é um passinho de cada vez, mas é sim uma coisa que a gente espera entregar muito em breve para nossos torcedores.

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Veja também

  • Sou sócio há 05 anos morando no interior de São Paulo somente para ajudar o Mengão! Lógico que todos gostamos de ganhar uma camiseta de anos anteriores hahahaha

Comentários não são permitidos.