Números jogam contra Éverton Ribeiro, enquanto Vinicius Jr pede passagem no time titular

Após a vitória do Flamengo sobre o Emelec, na última quarta-feira (14), cresceu o debate sobre a titularidade de Vinicius Junior. Até porque, o garoto entrou no segundo tempo e marcou dois gols, sendo o responsável direto pela virada do Mais Querido em cima dos equatorianos. A pressão maior vem de parte da torcida, que implora para o treinador Paulo César Carpegiani colocar o menino entre os onze iniciais no lugar de Éverton Ribeiro, que, apesar de ser a contratação mais cara na história do Fla, ainda não apresentou um futebol convincente. Inclusive, os números jogam contra o meio-campista.

Éverton está há nove jogos sem marcar, enquanto o garoto de apenas 17 anos é o artilheiro da equipe na temporada com seis gols em onze partidas. Vinicius ainda conta com uma assistência, além de estar em campo 550 minutos – o que daria cerca de 6 partidas completas -, já o meia-atacante tem 713 minutos jogados e tem o mesmo número de assistência que a joia rubro-negra.

Ele (Carpegiani) vem sempre me colocando no momento certo. Ele disse para eu ter tranquilidade que ele vai me colocar no momento certo para ajudar o Flamengo.  Toda quarta-feira e domingo temos mais uma oportunidade de mostrar o nosso trabalho —, afirmou Vinicius na chegada do Flamengo ao Rio de Janeiro.

Aliás, os números de Vinicius Junior é superior aos de Neymar e Gabriel Jesus, se comparados com a mesma idade ou com o mesmo período em atividade. Segundo o site ‘Footstats‘, o flamenguista tem 1.613 minutos como atleta profissional do Fla e, nas estatísticas, Vinicius tem uma média de 33,6 minutos jogados por partida e 10 gols marcados, enquanto Ney e Jesus marcaram sete gols cada em uma média de 55,6 minutos jogados por partida.

Se formos analisar as pontarias, a mira do menino rubro-negro também é melhor: 47,5% dos chutes do jogador do Mengão vão em direção ao gol, contra 44,7% de Jesus e 45,8% de Neymar. Aliás, a cada 6,1 finalizações, Vinicius marca um gol. Neymar (6,8) e Gabriel Jesus (6,7) precisaram de mais.

Veja também

  • Dinheiro do VJr muito mal gasto pela diretoria.

    Trouxeram ER que nao joga nada. Diego Alves ta pegando menos que o Cesar. Geuvanio inutil.

    Seria muito melhor não ter vendido o moleque, mantido o time com o goleiro cesar, paqueta.

    Agora vendem Vizeu, jovem promessa e compram esse traste desse ceifador que perde gol feito todo jogo.

    Vai gastar mal assim la longe.

    • Tirando Geuvânio, todos vieram a pedido da própria torcida. Acho que temos um time muito bom, não é para tanto. Diego Alves pode melhorar.

  • Esse Everton Ribeiro é uma mala pesada. Custa muito $$$$ e rende pouco. O Carpegiani tbm é fraquinho, pois não enxerga quem é quem no elenco.

  • Acho que levando em conta o critério de merecimento, o Everton Ribeiro é quem merece ir pra reserva, mas forçar o Vinícius Jr pelo lado direito é limitar em demasia o garoto de 17 anos.
    Ainda acredito no Everton Ribeiro, já mostrou no proprio Flamengo que pode ser um jogador diferenciado, mas ficar com ele titular por nome nunca vai fazer ele melhorar.
    Olhos abertos também com Diego, que antes desse jogo contra o Emelec vinha fazendo péssimas partidas.
    Temos uma garotada muito forte que também merecem oportunidades, caso do Jean Lucas, Ronaldo e Lucas Silva

    • Acho engraçado falarem que Everton Ribeiro ainda não apresentou futebol convincente, enquanto Diego com muito mais tempo no Flamengo também não convenceu a todos e continua com imenso prestigio.

      Não vejo problemas em um jogador como Everton Ribeiro, Diego, ou até o Everton Cardoso ficarem no banco quando não estiverem jogando bem, mas pelo que podemos ver os treinadores não pensam assim.

      Os treinadores ao que parece costumam pensar que vale correr o risco e escalar os veteranos de titular pros jogos.

      E infelizmente com isso em mente, Carpegiani continua escalando Diego e Everton Ribeiro juntos como titular, pois deve gostar do jeito que eles ‘seguram a bola’ e ‘prendem o jogo no ataque’, ainda que essas jogadas não se convertam em gols, graças ao pífio desempenho de Dourado.

      Mas essa ‘estrategia’ está queimando os 22 Milhões usados pelo Flamengo para comprar Everton Ribeiro, pois o jogador está sendo preterido e mal aproveitado!

      E o pior de tudo é ver a torcida injustamente queimando o jogador mais caro do elenco.

      • É exatamente o que não entendo, o nível que o Ribeiro demonstrou é o mesmo do Diego, ahhh…o Ribeiro não demonstrou nada demais, “o homem lindo da nação” também não.
        Ambos podem ir para o banco, mas tem que lembrar, se o Vini, não demonstrar o comprometimento necessário para jogar os 90 minutos vai ficar difícil.

  • Éverton Ribeiro é um crack da bola,eu continuo achando que ele vai emplacar…

    • Tb acho, mas enquanto nano emplacar, vai esquentar um banco.
      Infelizmente tem jogador que quando veste essa coisa sente o peso, está parecendo ser o caso dele, vc não vê o cara solto em campo.
      No meu time ele briga com o EC pela vaga e Vini Jr seria titular com Diego e Paquetá. Só que o EC joga menos, mas entrega mais pro time.

  • Desculpa turma o Vinícius jr (joga muitooooO) ainda não tem estrutura para jogar os dois tempos no mesmo nível e entrar no segundo tempo além de pegar um adversário cansado não queima etapas.
    Ta bom assim, fica combinado a turma se mata e depois ele entra e mata o adversário kkkkk

    • Faz sentido. kkkk. Mas time que quer mudar de patamar, ser campeão, não pode depender de um garoto de 17 anos.

      • Há controvérsias, talento não tem idade.

  • Eu tiraria o Everton Cardoso. Explico: ER7 começa bem as partidas, como aconteceu no último duelo, mas cai de produção conforme o jogo avança. No segundo tempo ele não entra pra decidir nada. É um jogador pra começar jogo. Everton Cardoso já é o contrário. Ele cresce de produção conforme o jogo aumenta a intensidade. Ter o Everton Cardoso no banco é um bom trunfo para o segundo tempo. É um jogador veloz que muda uma partida, pois consegue ditar o ritmo do jogo. Com a volta do Berrío, o time poderia tirar ER7 e mais um e lançar os dois velocistas na segunda etapa, o que criaria um time extremamente rápido e mortal. Precisamos ter alternativas de jogo para cada adversário, utilizando os jogadores de maneira inteligente. Em algumas partidas poderíamos começar com os velocistas, se preciso for. Foi dessa maneira que o Real venceu o PSG. No momento certo mexeu no time. Como suas peças são de maior qualidade, o PSG não pode substituir à altura.

  • Eu não tiraria o Everton Ribeiro, colocaria o Everton 22 na lateral esquerda e o vinicius no ataque ou o Jean Lucas na meiuca

Comentários não são permitidos.