Fla e Bota divergem sobre número de jogos e acordo pelo Nilton Santos fica ameaçado

Flamengo e Botafogo caminhavam para um acerto para que o Rubro-Negro jogasse como mandante no Estádio Nilton Santos pelos próximos três anos. No entanto, de acordo com informação divulgada pelo Globoesporte.com, o que era quase certo pode desandar. O motivo? Houveram mudanças nos termos acordado anteriormente.

Se antes o Mais Querido havia aceitado mandar de 18 a 20 pelejas por ano nas próximas três temporadas, o interesse mudou e os dirigentes do Fla passaram a desejar uma parceria mais curta. Conforme o Globo Esporte apurou, as diretorias de ambos os clubes voltaram a se reunir na última terça-feira (03) e uma nova oferta fora feita: redução para 1/3 da quantidade sugerida inicialmente, o que não agradou em nada o lado Alvinegro. A negociação deve continuar, porém, passou a ser encarada como complicada e o acordo fica sobre ameaça de não se concretizar.

Pelo lado do Botafogo, a conta é: qualquer acordo precisa ser de, pelo menos, 10 jogos. Afinal, precisa ser vantajoso para o clube de General Severiano. Inclusive, os valores já estavam fechados e giravam em torno de R$ 120 mil, para público abaixo de 10 mil, e R$ 370 mil, para acima de 30 mil pessoas. Com isso, o Glorioso conseguiria garantir, no pior das hipóteses, R$ 1,2 milhão com a quantidade de jogos almejados.

Luis Fernando Santos (direita) é o elo na negociação com o Flamengo (Foto: Marcelo Baltar)

Mesmo que a parceria se concretize, a operação do Engenhão irá continuar sendo responsabilidade do Bota, com um representante do outro time acompanhando o processo. Contudo, o locatário poderá colocar o escudo do time no meio do campo antes das pelejas; usar a sua própria arte gráfica no telão; escolher o locutor responsável pelo jogos e levar quiosques para venda de produtor licenciados, segundo o GE.

Já pelo lado do Flamengo, o clube imagina o Nilton Santos para jogos de maior porte, ficando como “plano A” até a Ilha do Urubu estar apta novamente, o que só deve acontecer após a Copa do Mundo. A ideia de reduzir o número de certames na casa do rival ocorreu justamente depois que os dirigentes flamenguistas se debruçaram em contas para avaliar os custos e as receitas que cada palco deve render e produzir. Afinal, fora investido R$ 18 milhões no estádio Luso-Brasileiro.

Fred Luz (direita) é o braço direito de Bandeira nas conversas com o Botafogo (Foto: Fred Gomes)

O Mengão paga R$ 300 mil todo mês para a Portuguesa-RJ, além do aluguel das arquibancadas móveis e as despesas de manutenção e operação do estádio. O Maracanã, reaberto no final do último mês, recebeu uma liminar, que está em vigor, obrigando o Consórcio a diminuir os valores de aluguel, que agora são de, no mínimo, R$ 150 mil e, no máximo, R$ 500 mil. Em ano de eleição, existe uma pressão nos bastidores sobre novas despesas e questionamentos se vale a parceria com o Botafogo.

Veja também

  • Acabou que a ilha não foi um bom negócio pelos altos custos mesmo que lotasse a lucratividade seria baixa. Era melhor então ter negociado um pacote de jogos com o Maracanã que é muito melhor que o Engenhão .

  • Tudo bem que essa gestão entende de finanças , mas gastar R$18 milhões pra reformar o estádio da ilha e ainda ter que pagar R$300 mil de aluguel e o aluguel das arquibancadas moveis foi pura burrice dessa diretoria.
    Com os custos do aluguel das arquibancadas móveis talvez seria melhor ter comprado e no fim do contrato com a Portuguesa , levaria essas arquibancadas pra Gavea e passaria a disputar os jogos do campeonato estadual contra times pequenos lá.
    Se pegar o valor do aluguel do estádio + o valor do aluguel das arquibancadas móveis é quase o aluguel do Maracanã. Fora que não teria necessidade de gastar R$18 milhões pra reformar.
    Lá no Estádio da ilha não enche , é só prejuízos e o clube deixa de faturar.

    • Bom posicionamento! Mas vamos lembrar qur na epoca do acordo o maraca tava sem expectativa de resolução, igual esta agora, e o engenhao tbm, pois o botafogo falou que não alugaria pro flamengo. Mas os custos foram altos dessa parceria com a portuguesa, ainda mais se tratando de time pequeno e endividado, dava pra fazer uma parceria melhor obviamente

  • Tem que ser bom para os dois lados ué. O botafogo só vê como sempre o lado dele. O problema do Fla é o Maracanã ter ficado tão caro e dar muito prejuízo se não lotar. É o problema de time sem estádio. Isso tem que ser visto e logo, pois não dá para ficar a mercê da “boa vontade” de ninguém. Enquanto não resolve tem que tentar um novo acordo com o maracanã, já que vai continuar a usar o estádio e por valores “justos”. A ilha é só uma solução “provisória” e só serviria para jogos de menor apelo. è uma ciranda danada. E aja negociação…

  • Houveram é duro!!! Ajusta isso! Rs

    • pode crer, acho que foi o estagiário.

    • Já cansei de reclamar da quantidade de erros de português, alguns erros vc vê que foram de digitação, mas outros, como esse aí fica difícil.

  • Ilha do urubu 18 milhões mais aluguel de 300.000 mais custo operacional x público baixo , nao sei se foi bom negócio, essa diretoria até sabe ganhar dinheiro mas do jeito que ta gastando mal como os cirinos, dourados,berrio, fora os salários astronômicos do elenco uma hora a conta pode chegar.

    • Fácil falar depois que acontecer! Quando o Flamengo fechou a parceria com a Portuguesa, tava todo mundo se gozando, dizendo que foi um bom negócio e tal. Dai perceberam que a torcida do Flamengo só aparece em jogo decisivo, ou seja, a ilha não enche, e todo mundo tem uma desculpa pra isso! Cirino todo mundo queria, foi destaque do Atl PR, Berrio destaque de um título da Libertadores e o Dourado artilheiro no Brasil em 2017…

      • Verdade, tem uma turma do amendoim aqui que só sabe criticar. Quem não tem estádio tem que se sujeitar a esse tipo de coisa.

        • Não é crítica, apenas to dizendo que infelizmente alguns investimentos não deram certo

          • Isso é normal, ainda mais se tratando de Flamengo, no passado os únicos jogadores que derem “certo” no Flamengo que eu me lembre foram o Romário e o Pet, de resto, o Flamengo contratou muitos jogadores que não deram certo. Só não acho justo criticar agora, pois na hora, todos queriam o Everton Ribeiro, Diego ( que pra mim correspondeu e está correspondendo) dentre outros.

    • Aluguel de 300 mil por mes ? Onde vc viu isso?

      • O Mengão paga R$ 300 mil todo mês para a Portuguesa-RJ, além do aluguel das arquibancadas móveis e as despesas de manutenção e operação do estádio.
        Copiei esse texto da matéria acima

        • sinistro, nao tinha aberto pra mim o resto do texto

Comentários não são permitidos.