Que saudades de você… #3 – Hernane Brocador

Salve, Nação Rubro-Negra!

Hoje nosso quadro retorna relembrando um dos maiores centroavantes artilheiros a vestir a camisa do Flamengo nos últimos tempos: Hernane, o Brocador.

Hernane chegou ao Flamengo em maio de 2012 vindo do modesto Mogi Mirim, onde fora vice-artilheiro do Campeonato Paulista do mesmo ano com 16 tentos – até então o momento mais alto de sua carreira, no auge de seus 26 anos. Antes, havia rodado por diversos clubes pequenos do Brasil sem grande destaque. Sem impressionar, sua vinda fez parte de uma filosofia de contratação de destaques de campeonatos estaduais, aos moldes das chegadas de jogadores como Val, Paulinho, Bruninho e Marcelo, dentre outros, todas a baixo custo e via empréstimos com opção de compra.

O que seria mais um jogador caricato na história recente do Flamengo começou a mudar sua sina em sua estreia, contra o Coritiba, pelo Brasileiro de 2012, quando Hernane substituiu Diego Maurício ao fim da partida e selou a vitória em 3×1. Estreia com gol já é praxe para os grandes jogadores que contratamos, mas isso não fez de 2012 o seu ano – foram apenas 14 aparições e 3 gols até o fim da temporada.

Mas sua hora, ou melhor, seu ano, ainda chegaria. Já no princípio de 2013 fomos golpeados com a saída de Vágner Love do Flamengo, o principal jogador da equipe. Com poucas opções e sem dinheiro para contratações, Hernane ganhou oportunidades e já no Campeonato Carioca teve parte de seus direitos adquiridos pelo Flamengo após marcar 7 gols e demonstrar sua qualidade. Nossa torcida, hilária e empolgada com a boa fase do atacante, logo começou a chamá-lo de “Chicharito Hernane”. Poucos esperavam, entretanto, sua réplica. Ao tomar conhecimento do novo apelido, Hernane disse, em entrevista:

“Não sabia desse apelido que colocaram em mim. Fico feliz, mas não quero ser chamado assim. Prefiro ficar conhecido como ‘Brocador'”

Nascia ali a figura de Hernane, o Brocador.

Mas nem tudo eram flores na vida do Broca: ainda desconfiados de sua capacidade e cientes da falta de qualidade técnica do centroavante, o Flamengo foi ao mercado e trouxe Marcelo Moreno por empréstimo junto ao Grêmio em busca de maior competitividade na ponta de ataque. O boliviano chegava com status de titular.

De fato, Moreno assumiu a titularidade do Flamengo. Quem não se lembra da partida entre Flamengo e Grêmio, em Brasília, que nos fez pagar R$ 300 mil aos gaúchos para ter Marcelo Moreno em campo? Quem não se lembra do fatídico comercial da FlaTV que encenava o Flamengo campeão do mundo, com aquele “faz, Moreno!”, no fim? Ele, porém, não dava o resultado esperado em campo. E Brocador teve uma brecha: com uma lesão contraída pelo concorrente, em setembro daquele ano, Hernane agarrou novamente a titularide e não soltou mais. Com atuações de gala em clássicos e principalmente na reta final da Copa do Brasil, da qual saímos campeões, o Brocador fechou aquele ano com 36 gols marcados, reconhecidamente o maior artilheiro do país.

No ano seguinte, após uma série de propostas dos mundos árabe e chinês e com problemas com lesões, Hernane foi finalmente vendido para o Al-Nassr, da Arábia Saudita, por 4,5 milhões de euros – valora até hoje não recebido pelo Rubro-Negro.

Relembrar a passagem do Brocador pelo Flamengo nos traz a saudade de seus gols, das glórias vividas e também de seu estilo de jogo aguerrido. Hernane conhecia perfeitamente suas limitações e qualidades e se especializou como um centroavante de poucos e decisivos toques. Pressionava muito bem a saída de bola adversária e sabia se posicionar como poucos, em cruzamentos e em rebotes. Marcou 30 dos 36 gols de 2013 com apenas um toque na bola, em um time cujo estilo de jogo se assemelha bastante ao praticado hoje, com pontas e laterais apoiadores.

Brocador foi mais um exemplo de um Flamengo tão democrático para com seus ícones e ídolos. Sem grife, sem nome de peso, sem cifras milionárias, de estilo de vida simples e de peito aberto para entregar sua vida em campo em forma de agradecimento pela oportunidade de jogar em um clube com a nossa grandeza. Que saudades de você, Hernane!

E você, torcedor, que bons momentos tem do Brocador em sua memória?! Como seria tê-lo no elenco de hoje? Indique aqui novos personagens que você gostaria de ver relembrados neste quadro!

No “Que saudades de você…” relembrarei bons nomes de nosso passado – não necessariamente ídolos nem primores técnicos, mas jogadores que, de alguma forma, tiveram uma passagem especial pelo Flamengo. Passando por folclóricos, raçudos, engraçados, exemplares e até por aqueles que paradoxalmente não sentimos nenhuma saudade, em alguns casos, esses nomes terão aqui seu espaço semanal às sextas-feiras. E seremos democráticos! Você pode contribuir através dos comentários sugerindo novos nomes e até citando histórias e fatos que você gostaria de ver compartilhados por aqui.

 

SRN!

Rodrigo Coli

Twitter: @_rodrigocoli

Veja também

  • fazia mais gols que o guerreiro, recebendo 1/10 do salario.kkkk

  • Saudade nenhuma, dei graças a deus por ter vendido, pena que não entrou a grana, já temos um caneludo no time.

  • alôôÔÔ senhor museu posta algo interessante.

  • El tigre Ramirez

  • Outros tempos, hoje ele nem é sombra daquele de 2013, os caras param no tempo, Flamengo deveria pela grandeza ter Gignac e Caleri, ou um sonho Diego Costa, já basta Dourado que briga com a bola e é de um toque como Hernane!

  • Hernane custava pouco e cumpria o que esperávamos dele: gols e disposição. Lembro de um jogo que fez 3 gols e no fim do jogo deu um pique até a nossa intermediária pra dar carrinho matando o contra ataque adversário. Diferentemente de uns torcedores mais esnobes que aparecem por aqui, penso que aquele Brocador, no auge da forma física, seria titular indispensável nesse time de hoje. Assim como foi o Nunes – que estava longe de ser um primor de técnica – na nossa época dourada.
    SRN

    • quem vive do da passado e vasco amigo isso aqui e flamengo

      • Homenagear um dos maiores responsáveis pelo nosso último título nacional não é viver de passado. Eu penso que um camisa 9 deve fazer gol e qqr jogador do Flamengo tem que suar a camisa. Então, pra mim, vale a homenagem!

        • Verdade. Homenagear é respeitar o passado. Broca era limitado mas teve excelente custo benefício

        • Penso que nem deverias perder tempo respondendo um cara com nick chamado “diegoribas 10”. Zico choraria se visse seu numero atribuído a semelhante criatura.

          • digo a mesma responder um cara com nick com jozé com z e complicado…fica caladinho que agente da falando de quem merece homenagem e sabe jogar bola

        • homenagem agente presta pra zico , adriano imperador , petkovic , romario…esse perna de pau ai ja teve o momento de gloria dele no futebol….e acredito que nunca mais vai se repetir de novo

          • Eu discordo da sua visão elitista completamente. Me orgulho de fazer parte de uma torcida que idolatra Ronaldos Angelins e Obinas com a mesma facilidade que Romários (que por sinal, nunca ganhou nada de importante com a gente, mas que ganhou o prêmio da FIFA de melhor do mundo já como jogador do Flamengo então tá valendo).
            SRN

          • vc deve ser um comunista cotoco…..leva o brocador pra casa e coloca ele pra dormi na sua cama entre vc e sua mulher .ai vc dormi de conchinha pra ele ok

          • Hahahah Eu achei que vc fosse só um moleque que n entendesse de futebol, mas esse ultimo comentário já comprovou o que os outros disseram, vc realmente é molequinho retardado. kkkkkk

          • sou um moleque que viu zico jogar….e ver zico jogar e ver brocador jogar vc ver o tanto que brocador e insignificante e sem qualidade….ue pena que eu não posso le chamar de moleque e nem vou …..mais fica aqui o meu recado pra vc…não vejo mais se a midia fala mais desse cidadão…..a não ser do dinheiro que esse perna de pau não conseguiu receber por causa dele

          • Se vc realmente tiver idade p ter visto Zico jogar, eu só posso sentir pena de vc. Pq alguém dessa idade dificilmente tem mais possibilidade de crescimento, o que significa que vc vai ter esse pensamento limitado e infantil de tentar ofender quem discorda de vc pra sempre.

          • Ahh, só p constar, Zico não merece homenagens, a Zico se oferece devoção. Eu, por exemplo, tenho 33 anos. Nunca vi o Galo jogar uma partida profissional, mas acredito na divindade dele e ponto!
            SRN

  • acho que vou ser colunista..pq tanta babaquice se escrevem aqui

  • o cara quando não tem inteligencia suficiente pra escrever uma coluna do tamanho do flamengo…escreve essas babaquice. esse jogador não faz falta nem mim deixa saudade….alguns torcedores do flamengo so falam em custo e beneficio o flamengo hje um time grande na parte finançeira não deve nada a ninguem..e meu sonho e ver o flamengo com elenco de qualidade e caro com jogador com media de 8,5 pra 10 ainda que ele custe um milhão ou mais…ainda que tenhamos o banco caro com jogadores de qualidade e custo de 600 mil pra la….coisa que esse brocador nunca teve…nem quem escreveu essa coluna…hj o flamengo tem estrutura de time europeu e lucra muito mais que alguns time da europa….torcedor com senso de pequinines

    • Errado. Desde Romario, o Flamengo nunca mais teve um jogador que fizesse 36 gols num ano. Não interessa se não tinha técnica, sua finfun era fazer gols e ele fazia. É quanto a você ser colunista, não vai rolar você escreve mim deixa saudade, mim é índio.

      • Concordo! Engraçado que os mesmos caras que esnobam o Brocador e pedem alguém com mais nome, tbm pedem Diego no banco porque não se pode jogar só com nome. Percebe a incoerência?

  • depois vão esta falando que o dourado é o melhor!!! é só começar fazer gol… rsrs

    • Se ele fizer 36 gols esse ano eu digo que ele é melhor que o Romário, nem importa se for td de pênalti.

  • Ano mágico aquele de 2013 pra ele e pro Flamengo, maluco jogava com sangue nos olhos, porém muito limitado(não tanto quanto o Dourado).

    • Mágico para o Flamengo? Se não me falha a memória o Fla ficou na parte de baixo da tabela, o que salvou o ano foi a copa do Brasil…

  • saudades sim mas querer jogando no meu time nunca!!!!

    • rsrrs, deixa o lincoln brocador subir de produção, fica para história, nada mais.
      os árabes já pagaram a agentém???

    • Concordo

  • Esse sim deu alegrias a torcida. E custo muito menos que o Pivô.

  • Meu Deus…… Saudade de uma desgraça dessa.

    • Tirou as letras do meu teclado?????grande atacante foi dose…?????aquele ano dele “atípico” diga_se de passagem ficou apenas no imaginário dos torcedores…acabou o encanto…deu meia noite e a carruagem voltou a ser uma tremenda abóbora ????????pqp eu não li isso…GRANDE ATACANTE???????

Comentários não são permitidos.