Rodrigo Mattos: “Sem times da Turner, todos os clubes podem ter queda de renda de TV”

Se os três clubes parceiros do Esporte Interativo (Atlético-PR, Bahia e Palmeiras) não assinarem com a Globo, todos os outros times podem ter perda de receita de televisão pelo Brasileiro em 2019. Explica-se: haverá impacto na venda do pacote do pay-per-view do Nacional e deixa de valer a garantia mínima da emissora de pagamento para os clubes.  Assim, a receita de TV destinada às outras 17 equipes pode cair no próximo ano.

Até agora, a Globo assinou com 17 times para TV Aberta e pay-per-view, mesmo alguns times que já tem contrato com o Esporte Interativo como Santos, Internacional e Coritiba. A questão é que esses aceitaram um acordo com fatores de redução por terem fechado parceria com a Turner. Atlético-PR, Bahia e Palmeiras não aceitam essa queda de valores.

O Esporte Interativo deu uma garantia a esses times de cobrir parte dos valores ganhos com a Globo na TV Aberta. Essa garantia foi prorrogada e os clubes podem estender a negociação até março de 2019.

A questão é esses três times bloqueiam praticamente 30% dos jogos da Série A para o pay-per-view e Aberta caso não assinem. Isso significa que o pacote a ser vendido pela Globo seria de 70% do atual. O assinante do ppv não necessariamente vai aceitar pagar o mesmo valor por um produto que não tem todos os jogos. Isso pode representar uma queda na arrecadação dos valores com o programa.

A Globo deu uma garantia mínima de R$ 750 milhões para os clubes caso as vendas não atinjam o valor esperado. Caso superem as expectativas, os times ficam com 38% do total do pay–per-view, sendo que o restante fica com a Globo. A questão é que, pelo contrato, se não houver adesão plena dos clubes, a garantia mínima não vale mais. A distribuição de receita será feita por fatia da torcida.

Para se ter ideia, clubes como Corinthians e Flamengo devem arrecadar mais de R$ 100 milhões em pay-per-view em 2019, o que representaria quase metade de suas receitas de televisão do Brasileiro. Proporcionalmente, outros clubes que têm forte presença no ppv como Atlético-MG e Cruzeiro também seriam afetados. A participação dos clubes nos ganhos do ppv é um outro questionamento feito pelo Atlético-PR em relação ao contrato: não concorda com a distribuição de receita que é feita por declaração de torcida.

Enquanto negocia com os clubes do Esporte Interativo, a Globo pensa em estratégias para evitar uma queda na receita do ppv no caso de um pacote incompleto. Entre outros pontos, há a possibilidade de se lançar novos produtos por internet para tentar maximizar receitas.

Outro ponto em que a Globo pode ser afetado é na venda de publicidade do seu pacote futebol para 2019. Isso costuma ser feito até o final do terceiro trimestre do ano anterior, mas a emissora agora não sabe o tamanho do que tem a oferecer. Mais um prejuízo lateral é no game Cartola FC, como revelou a ”Folha de S. Paulo”. Bahia e Atlético-PR já avisaram que não aceitarão nomes de seus times incluídos no programa se não tiverem assinado contrato.

Reprodução: Blog do Rodrigo Mattos | Uol Esporte

Veja também

  • Na hora da copa união e clubes dos 13 foi cada um por si, agora com divisão de cota querem união, Flamengo receber o mesmo que Sport, Atlético Paranaense não existe, se quiser mesmo transformar em uma Premier League saiam das federações e CBF, até lá que chorem!

    • Não existe pq? Fazem parte do mesmo campeonato. Análise a notícia e vrja que sozinho o Flamengo não faz o campeonato.
      Acorda garoto!!!!

      • Sim você vai querer dividir o que de direito é do Flamengo por querer ser socialista, reclama na Alemanha, Espanha onde essa besteira de divisão nem existe é por isso que Bayer foi hexa campeão seguido, eu não reclamaria se o time que torço fizesse isso, mas se você aguentou tanto vexame de ser bom moço nessas épocas de vacas magras onde antis zoaram tanto, eu quero é que eles sofram, se quiser divisão como na Inglaterra tire torcidas organizadas, FERJ, e CBF da organização de algo, lá pode fazer isso, aqui no Brasil não, antes de chamar alguém de garoto pesquise sobre cota igualitária e onde deu certo!

  • depende de quanto cair pois serão três a menos para dividir no final pode ficar até melhor

  • Todas essas questões seriam facilmente resolvidas se existisse uma liga….forte e com o poder de negociação….todos os clubes reclamantes tem apelo popular apenas em seus estados de origem..eu particularmente queria a divisão igualitária..50% dividido igualmente para todos,os outros 50%seria dividido entre os melhores colocados do certame…e os clubes ficariam com o direito de exploração das publicidades estáticas…placas,back drops e etc…deixaria o campeonato bem disputado…o campeão abocanharia uma poupuda fatia…

    • Eu não quero um campeonato bem disputado…
      Só no Brasil há um campeonato com 10, 12 times favoritos ao título…
      Um campeonato com 4, 6 times favoritos já estaria bom demais,
      especialmente se o Fla for um deles…

  • De todas as receitas dos clubes, as cotas de TV são as que mais crescem. Muito mais rápido que a inflação do mercado. A atual gestão do Flamengo teve sorte em participar deste momento de alto crescimento. Desta forma, não vejo como perdas com a Globo, que de certa forma vem enfrentando clubes como o Atletico-PR e previlegiando o Flamengo. Temos que levantar as mãos pro céu e agradecer a Globo. Na época do clube dos 13 que eramos prejudicados.

    • Também concordo, o país numa crise dos diabos, sem perspectivas de melhora no curto prazo. E os clubes com ciúmes do Flamengo, só sabem dizer quero mais dinheiro pra Globo, o que eles querem, ganhar igual ao Flamengo?
      A culpa é que a grande maioria dos brasileiros são torcedores do Flamengo, quem pode mais chora menos, mas o choro é livre.

  • Isso tudo é negociação, todos os clubes tem o direito de reivindicar melhores contratos. O problema é que temos nossos campeonatos geridos por federação e confederação que deixam livre para os clubes essas negociaçoes. É mais interessante para todos contratar uma empresa para gerir uma liga dos clubes aos moldes da liga inglesa. CBF e Federações devem cuidar de regulação e regras não torneios. Mas onde lavaria o dinheiro da corrupção.

  • Esse patético paranaense e ridículo. Quer ganhar mais que os grandes e nee nem sequer tem torcida. O Bahia e o Santa Cruz São maiores que o patético paranaense pela sua imensa torcida.

  • Pra mim teria que ser assim: pode transmitir o jogo quem tiver contrato com o mandante, seria uma revolução

  • Tbm acho que quem tem maior torcida deve ganhar mais, mas isso não pode ser medido somente por declaração. No meu ponto de vista, o torcedor deveria declarar seu clube no momento da assinatura do ppv, aí sim, cada clube ganharia percentual de suas vendas. já na TV aberta, os valores poderiam ser medidos pelo “IBOPE” de cada time na temporada anterior, seriam dados mais realistas, pq tem gente que se declara torcedor de um clube, mas sequer assiste aos jogos.

    • era soh fazer a medicão do jogo visto.
      x mil pessoas viram o jogo do fla. y mil viram o jogo do curica e por ai vai.
      Como o decoder manda e recebe info, seria apenas fazer uma atualização do SW

  • Tudo no país é culpa da Globo?

    • Eles querem o comunismo, repartir de forma mais igualitária. Felizmente para o Flamengo, o mercado é capitalista.

      • É querer fazer socialismo com a torcida alheia, quem realmente da lucro para a Globo é o Flamengo, o que eles querem, é
        que o Flamengo volte a sustentar todo mundo, igual era no clube dos 13. Essa é a realidade, estão com saudades do passado.

    • Rapaz, não tenho os valores mas me parecem que os dirigentes que querem ser escravos da Globo. Lembro do Kalil dizer que não assinaria com outra emissora pq ninguém assiste, agora a Turner ofereceu mais e os clubes não aceitaram. A Globo sabe do poderio e óbvio que se aproveita, eu tbm o faria, oferece antecipação de cotas e outros “mimos” e os dirigentes aceitam. è meio que fazer um pacto com diabo, ele oferece as vantagens e assina quem quer só não adianta reclamar depois.

      • Você tem razão, os dirigentes também tem culpa nesse cartório.

  • Simples acaba com isso dando os direitos de transmissão ao mandante do jogo. Assim cada clube negocia o seu e ponto.

    • Isso mesmo

    • concordo plenamente.

    • kkk seria ótimo pro mengão e pro timinho.

    • Estava pensando nisso outro dia. Acho que não seria bom pro Mengão. Se você parar pra pensar, os jogos transmitidos na TV aberta são sempre aqueles em que o Fla é visitante, então provavelmente perderíamos muita grana com isso (apesar de uma parte ser compensada pelo PPV).

      • Acho que não cara. Os direitos de imagem do Flamengo seriam os mais disputados entre as televisões. Não precisaria todos fecharem com a Globo, um time poderia fechar com a Record outro com a Band outro com a Redetv etc.

        • Sim, mas o problema é que nesse cenário o Flamengo só poderia vender pra Globo os jogos em que seria mandante, e esses jogos são os que dão menos audiência na TV aberta (já que não podem ser transmitidos para o RJ).

          Por exemplo: um jogo América MG x Flamengo poderia ser transmitido em rede nacional (exceto MG) e teria uma audiência absurda. Nesse caso a grana iria toda para o América MG, que seria mandante. Já no jogo de volta (Flamengo x América MG), o jogo poderia ser transmitido em MG, mas perderia muita audiência, porque não haveria transmissão no RJ. A grana desse jogo com menos audiência iria para o Flamengo. Quem se daria bem nessa história seria o América MG, que iria lucrar com a audiência da torcida do Mengão, sacou?

  • Atlético PR reclamar de distribuição de receita por declaração de torcida é o mesmo de que o MA reclamar que o Kroos ganha mais que ele por ser mais técnico
    Se os outros clubes tem mais torcedores que ele e geram mais audiência que ele é lógico que tem que receber mais.

    • Discordo. Declaração de torcida é uma coisa ,o jogo que o cara vai de fato assistir é outra. Se eu sou torcedor do Flamengo e vejo jogo do Atlético então é justo que eles ganhem por isso.

      • O importante não é nem torcida, mas o IBOPE gerado por ela. Flamengo e Corinthians rendem como novelas de horário nobre enquanto o Botafogo rende como o programa da Fátima Bernardes. É óbvio que a Globo vai investir mais em Flamengo e Corinthians.

        • Mas a métrica do pay per view é a simples declaração de torcida. Tá errado. O que vale para a TV não são os jogos vendidos? Porque para o clube não vale o mesmo?

  • Brasil é um país muito atrasado, onde clubes que deveriam buscar uma posição unica, privilegiando a saúde financeira como um todo, brigam entre si, cada qual querendo seu bem estar próprio e com isso dificultando a melhora do futebol como um todo. Lamentável.

    • Concordo plenamente com isso, a primeira liga seria um bom passo pra isso, mas os clubes de São Paulo não quiseram ir contra a federação deles, pois tem privilégios. E depois houve briga novamente por receita de TV dentro dos clubes que participavam da primeira liga.
      Atl-PR e Coritiba querendo que tudo fosse dividido igualmente, enquanto o Flamengo quer que a divisão seja feita de acordo com torcida/numero de pessoas que assistem aos jogos.
      A melhor ideia seria mesmo adotar o esquema da premier league, 30% 30% 40% ou 25% 25% 50%, onde seriam uma parte fixa e igual pra todos, uma parte de acordo com desempenho no ano anterior, e a ultima parte de acordo com torcida e numero de espectadores. Assim no montante total teria uma divisão que agradaria um pouco a todos.

      Retomando seu ponto, aqui no Brasil muitos Clubes além de brigarem entre si, assumem riscos e preferem se dar mal contanto que seu rival se dê ainda mais mal. Todos só pensam em si, além de que muitos presidentes de clubes mal pensam nos próprios clubes, e muitos também jogam pra torcida agradando e fazendo média e atacando outros times, não pensando no bem estar e futuro da instituição.

      • Pois é, com isso, os clubes viram reféns de contratos televisivos, pois, sem dinheiro, não conseguem montar times competitivos e são obrigados a venderem bons atletas para fazerem fluxo de caixa, tornando o campeonato pouco atrativo e dificultando a questão do marketing e automaticamente verbas de patrocínio. Um querendo furar o olho do outro e no final todo mundo fica cego…

        • Lembro do começo dessa diretoria atual. Sem defender lógico. Mas os caras passaram dois anos tentando discurso conciliador com os outros clubes. Ninguém quis. Quiseram foi ficar levando vantagem em cima de vantagem, se aliando a FERJ e CBF em busca de interesses próprios.

          • Sim eles tentaram, e tentaram fazer isso, sem se esquecer do tamanho do Flamengo, pois não aceitaram as birras do Atlético-PR querendo que as cotas da primeira liga fossem iguais entre todos os times, por exemplo.
            Eu concordo que temos de ter uma união maior, e a divisão de hoje favorece mais Flamengo e Corinthians, mas qualquer divisão que não favoreça de alguma fora considerável Flamengo e Corinthians seria um prejuízo enorme pra esses 2 clubes, mas se todos os lados cederem um pouco todo mundo se beneficia, e esses dos times aceitariam mesmo que diminuísse um pouco a diferença de receita para os outros.
            Agora aqui todos só pensam em si, e dizem a se ele recebe X eu quero receber X também ou mais, sem contar o quanto cada clube tem a oferecer em retorno a quem está pagando.

        • É exatamente isso, mas de uma forma ou de outra, e podendo demorar muito mais, se continuarmos a crescer financeiramente assim, mesmo que com algumas vendas nesse início, imagino que em algum tempo não precisaremos mais disso, pois se comparar a receita do Flamengo já é muito maior que de todos, mesmo eles reclamando de algo aqui e ali e sempre inventando novos problemas, estamos nos caminhando pra pagar a divido toda, e depois nos distanciar financeiramente, meu medo nisso é uma falcatrua da CBF pra prejudicar o Flamengo de alguma forma e assim tentar diminuir nosso crescimento e tentar nos igualar aos que abaixo vão ficando (já começamos ver isso na proibição de venda de mando de campo, pois somos um time nacional e seríamos o único ou um dos poucos a ganhar com isso)
          Mas no fim é como você diz, todos terminam cegos, pelo menos eu vejo que o Flamengo antes de ficar cego achou um caminho pra seguir, e se manter assim (e não der nada muito errado, pois algumas coisas sempre dão errado) vamos conseguir passar e nos afastar monetariamente de todos, como o Khalil uma vez disse, Flamengo organizado ninguém segura.

      • Verdade amigo, mas pode ter certeza que nessa última parte da divisão que falou, esses 40% ou 50%, seriam motivos de outra briga dos clubes e blá blá blá. O Flamengo sempre vai receber muito mais, o Flamengo vende mais. É questão de lógica. Mas os outros clubes vem com discurso de favorecimento e mais bobagens.

    • Verdade. Mas em relação a isso o Flamengo nunca se opôs. A questão é só que não dá para o Flamengo ganhar o mesmo que o Atlético-PR. Acho que a distribuição atual da Globo, dando grande porcentagem em premiação por colocação, outra pelo o que o clube vale e outra pelo desempenho de audiência durante o campeonato sejo o mais próximo do justo. Só que quem começou essa disparidade de cotas televisivas foram os outros clubes, quando quiseram acabar com o clube dos 13, visando contratos maiores negociando individualmente, o Flamengo não teve nada com isso.

      • Isso é muito bonito na teoria, vamos ver como fica na prática, se divide 50% de forma igualitária, logo o número de transmissões ao vivo em TV aberta, tem que ser dividido da mesma forma. Ja pensou Chapecoense x Paraná para todo o país, que beleza?

      • Pois é…culpar o Flamengo pela disparidade é injusto, culpados sempre foram os dirigentes, que sempre ficaram nessa picuinha clubística. A coisa é tão absurda, que nem mesmo os dirigentes da Copa União assumem o título do Flamengo, como pode o São Paulo por exemplo ter retido a taça de bolinhas e entrar nessa briga? O próprio SP participou daquele módulo, estava lá com seu presidente, sua torcida….são atitudes assim que nos fazem entender a cabeça de dirigentes, eles jogam pra torcida, ferram seus clubes e o torcedor cabeça fraca acha lindo. Flamengo tentou mudar, tentou enfraquecer a CBF, tentou fazer algo diferente, quem comprou a briga? Ninguém. O presidente do Corinthians que poderia ter entrado junto faz o que? Dispara contra a diretoria do Flamengo. Não tem jeito, Brasil é atrasado e não vejo solução alguma pra resolver isso nos próximos 20 anos, até la, vamos aturando CBF, FERJ e Globo com seus jogos as 22:00 horas.

  • O problema aí é a audiência. Clubes da Turner vão penar com falta dela. Se tiver alguma melhora imagino mais times assinando tb, mas hj , audiência quase zero. E os anunciantes querem audiência. Lógica de mercado! Mas tomara que dê certo, outra fonte de renda para os clubes, monopólio sempre é prejudicial.

    • clubes da Turner tiveram duas ou três partidas transmitidas em tv aberta, ai eu pergunto que audiência eles vão perder? já não transmitem os jogos deles, na tv fechada a mesma coisa, por isso fecharam com a Turner assim terão maís jogos transmitidos do que as duas ou três partidas que lhe restam, acordem!

      • Não passa do Palmeiras? É um deles

  • A maior perda será pra esses clubes.

    É blefe.

    • Esse colunista parece um profeta do Apocalipse. Hora escreve sobre perdas do Maracana, e prega construção de estadio novo. Será que ele é lobista dos interesses econômicos? Depois fala em perdas da TV, mas omite o fato que as cotas não param de crescer para todos os clubes.

      Não caiam nessa conversa. O Flamengo é quem mais tem a agradecer. Deixa eles morrerem de inveja em outra freguesia.

  • É muito lamentável o $$$$poder$$$ da globo (o melhor exemplo é o caso CBF) com os “parceiros” diretores desses clubes, incluindo o Mengão.
    Com isso a globo impõe horários ridículos. Em alguns jogos escala o fraquíssimo narrador luiz carlos junior, que abertamente torce contra o Mengão. Ele não consegue se controlar kkkkk. Ainda não foi demitido pois certamente tem algum relacionamento mais profundo com algum diretor da globo.
    A equipe do Esporte Iterativo dá um banho nos “globelezas”! Pena que não consegue a adesão de mais clubes, talvez pelo “histórico” da globo com eles.

    • A globo não tem culpa.

      A chance era o clube dos 13. Mas eles próprios se sabotaram.

    • cara,com relação aos caras do EI darem um banho, eu discordo, pois eles puxam muuuitoo saco dos clubes parceiros deles tbm, longe de serem parciais.

  • Se esses clubes tiverem bons lucros com Turner vai servir de exemplo para os demais e aos poucos eles vão saindo da Globo que manipula o campeonato e horários dos jogos. O reinado da Globo parece estar chegando ao fim, bom para nos telespectadores que paga um absurdo pelo ppv.

  • Tendo apenas 3 equipes, a Turner conseguirá transmitir apenas 6 jogos no campeonato inteiro. E com audiência ridícula.

    • Na verdade são 6 equipes.

    • Cada um joga uma vez e?

      • E pq precisa ter o direito de transmissão dos dois clubes para transmitir.

        • Entendo.mas 6 clubes são 3 jogos, vc tem a possibilidade de ter de 2 a 6 jogos n mesma rodada. Pois sao 6 que vao fechar com a ei

          • 6 clubes voce pode ter de 0 a 3 jogos em uma rodada.

          • Isso segundo a lógica e a matemática, mas de acordo com o amigo ali, é de 2 a 6 jogos kkkk

          • Cada equipe das 6 pode jogar na mesma rodada com outras 6 equipes da Globo, assim esses 6 jogos poderiam não serem transmitidos

    • Pois é.

      Sem transmissão nem a própria torcida acompanhará.

    • Independente, além de ser uma busca de novos horizontes, também é pra dar uma fim no monopólio da Globo, sou Flamengo, mas com a ei,a globo vai perder o medo e deixar de achar que é dona do nosso futebol como sempre achou..

    • então três são os jogos que a rgt já transmite desses clubes(quando transmite) durante o ano, estes não tem vez na globo a não ser privilegiar o ppv para os do eixo rj sp e depois se todos os EI não caírem e todos o da b subirem o EI pode ter 11 times na fechada e 4 na aberta.

    • Se informa melhor, a Turner tem bem mais que 3 equipes. 3 Equipes é o número que ainda não acertou com a Globo pra transmissão em TV ABERTA a partir do ano que vem.

Comentários não são permitidos.