Paquetá exalta Barbieri e revela liberdade que tem com o treinador

O Flamengo aproveitou a paralisação dos torneios para a Copa do Mundo da Rússia para poder dar um período de dez dias de descanso ao seu plantel. Porém, o clube vem soltando entrevistas exclusivas à FlaTV e, nesta semana, um dos entrevistados fora um dos jogadores mais regulares desta temporada, o meio-campista Lucas Paquetá.

O garoto de apenas 20 anos falou sobre a oportunidade que ganhou com o antigo treinador do Fla, Reinaldo Rueda. Segundo Lucas, ele aproveitou a oportunidade que recebeu de atuar de centroavante, pois poderia demorar a aparecer uma chance de atuar em sua real posição. Além disso, o jovem detalhou sobre o seu posicionamento em campo e em qual posição se sente mais à vontade para jogar.

Posição que eu sempre joguei na base foi no meio-campo. Com Zé, a gente jogava com dois meias, e eu era um pelo lado esquerdo. É a posição que me sinto mais à vontade, ajudando na construção do jogo, chegando de trás. Com o Rueda, tive a oportunidade de jogar como centroavante, foi a primeira que tive. A gente tem que estar preparado. Talvez, se eu tivesse esperando a oportunidade no meio, ela não viria tão rápido como veio de centroavante —, disse a joia.

O jogador ainda comentou sobre a liberdade que tem com o técnico interino Mauricio Barbieri. Na visão de Paquetá, o atual comandante o deixa confortável para que haja conversa entre as partes e também para que ele possa opinar sobre em que posição prefere atuar: “Com o Barbieri, tenho a liberdade de conversar com ele de que me sinto mais à vontade no meio. É o que vem acontecendo“.

Lucas Paquetá vem sendo muito especulado em clubes da Europa. Na última semana, saíram muitas informações sobre o assunto, inclusive, vindo da Inglaterra. De acordo com o jornal The Mirror, o Liverpool, através do seu treinador Jürgen Klopp, tem interesse no atleta e estaria disposto a pagar R$ 212 milhões de reais — aproximadamente 43 milhões de libras.

Lucas vem atuando como uma espécie de segundo volante e desempenhando um papel mais defensivo, contudo, também auxilia na armação das jogadas. O meio-campista já atuou em 29 partidas oficias, das 35 em que o Fla disputou nesta temporada. Paquetá balançou as redes cinco vezes e deu o mesmo número de assistências em 2018.

O jovem tem multa rescisória no valor de 50 milhões de euros — cerca de R$ 216 milhões na cotação atual —, no entanto, os dirigentes rubro-negros pretendem aumentar o valor. Paquetá e diretoria devem conversar em breve para prolongar o contrato do menino, que vai até 2020, e, com isso, elevar a quantia da multa contratual.

Veja também