Empresa envolvida em reforma da Ilha do Urubu aponta Fla como culpado por queda de torres

Em fevereiro de 2018, o que antes era o símbolo de mais uma evolução se tornou mais um problema para o Flamengo: a Ilha do Urubu sofreu grandes danos por conta de temporal no Rio de Janeiro, com algumas das torres de iluminação indo ao chão. O clube ainda busca respostas para o ocorrido, e a reportagem do programa Os Donos da Bola apurou algumas versões do problema.

Dentre as visões apresentadas no programa desta segunda-feira (16), esteve a de Ricardo Lindenmeyer, representante da Metalsinter, empresa responsável pelas fabricação das torres. Ao explicar o incidente, Ricardo afirma que a queda das torres de iluminação foram causadas por erros do Fla e de terceiros, uma vez que as falhas estavam presentes no processo de fundação, que não diz respeito à Metalsinter.

— Nós comprovamos que houve uma falha clássica de construção civil no estaqueamento da fundação das torres, que era de total responsabilidade do Flamengo e de suas empresas contratadas. Nós não tínhamos participação alguma. Nos estranha também é que, até agora, o Flamengo não tenha enviado nenhum laudo comprovando as mentirosas acusações que fazem contra nossas empresas nas mídias sociais —, disse o representante.

O contrato do Flamengo com a Portuguesa para utilização da Ilha do Urubu foi rescindido no início do mês de julho. O vínculo original tinha duração até o fim de 2019. Entretanto, os problemas relacionados ao estádio não devem ser resolvidos por tão cedo, uma vez que o próprio CEO do Fla, Bruno Spindel, garante que o assunto deve ser retomado apenas com a nova diretoria, que assumirá no próximo ano.

CONFIRA A MATÉRIA DO “OS DONOS DA BOLA”:

Veja também

  • Só sei de uma coisa, se você contrata um profissional pra cuidar da sua casa e paga certinho tem todos os documentos mostrando de quem é a responsabilidade processe ele, agora a culpa é de quem fez o concreto é de quem colocou as torres e agora vem dizer que a culpa é do Flamengo, pagou pra executarem a obra tem que assumir imagina essas torres instaladas por esses caras em escolar públicas, praças era só chover, tipico de brasileiro culpar os outros!!!!

  • Tem que arregaçar o Sr. Ricardo Lindenmeyer, que deve ser pau mandado da oposição traía. Apertem que ele confessa!

  • Acidentes acontecem e erros também.
    As torres caíram sem implicar em danos pessoais. Assim, se a queda foi um erro de de instalação, o CRF terá que arcar com os devidos custos previstos em contrato com a Portuguesa, pois parece que caberia ao CRF, gerenciar a referida instalação. Entretanto, se não houve culpa do Mengão, cuja condução das atividades na Ilha do Urubu foi até elogiada, há uma boa grana para cobrar do Sr. Ricardo Lindenmeyer que fez uma forte acusação conta o clube, em canal popular.

Comentários não são permitidos.