Réver deseja vencer Brasileirão pelo Fla para ‘fechar ciclo’ de conquistas

O Flamengo está buscando títulos em três frentes neste segundo semestre. O clube é o líder isolado do Campeonato Brasileiro, está nas quartas de final da Copa do Brasil e está nas oitavas de final da Copa Conmebol Libertadores. O zagueiro Réver comentou sobre o assunto e não escondeu a sua vontade de conquistar um em especial.

Em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN, o jogador falou sobre a felicidade de ter chegado ao Fla em junho de 2016. O zagueiro, contudo, comentou sobre os títulos que o time está disputando e revelou o seu desejo em vencer o Campeonato Brasileiro, título no qual falta para a sua galeria de troféus.

Vim para o Flamengo com uma felicidade e mais uma nova oportunidade na minha carreira, de poder mostrar o meu talento, o meu futebol. Tenho buscado ajudar da melhor maneira possível, buscando títulos. Ficarei muito feliz e muito grato ao Flamengo, se por acaso conseguir almejar essas conquistas importantes que nós temos ainda este ano e que vamos fazer de tudo para buscar. Para que, de repente, eu possa fechar o meu ciclo de títulos. Claro, cada título tem a sua importância. Eu nunca conquistei um campeonato brasileiro e almejo muito isso na minha carreira, para que eu possa fechar aí: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores —, disse o capitão.

Apesar do defensor ainda não ter conquistado o título do Brasileirão, ele tem uma marca importante na competição: é o zagueiro que mais balançou as redes dos adversários no Nacional. Ao todo, o camisa 15 da Gávea marcou 31 gols, sendo que por quatro clubes diferentes. Logo atrás, Leonardo Silva, do Atlético-MG, tem 30 tentos.

Réver chegou por empréstimo ao Rubro-Negro em meados de 2016 e fizera 30 partidas e marcou dois gols em sua primeira temporada defendendo o Manto Sagrado. Agora, em 2017, o defensor participou de 59 jogos e marcou sete tentos. Neste ano, foram, até então, 21 pelejas e duas bolas nas redes. Ao todo, são 110 embates disputados e 11 gols assinados pelo Flamengo.

Veja também

  • A única coisa que temos visto o Réver fazer, é falar.
    Parece que está temeroso de perder o seu cargo e apela para enrolar a galera.
    É hora de banco para Réver. No último jogo, mais uma vez, mostrou que defender não é mais a sua praia. Falhou no lance do gol do Sport.

Comentários não são permitidos.