Anderson Alves: “Quem é o nosso jogador mais decisivo? Você pode se surpreender!”

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Eita! Hoje tem jogo decisivo na Libertadores. Vamos ver quem pode ser nosso herói? Você sabe quem é o jogador que mais nos gerou pontos no ano nessa edição do campeonato Brasileiro? Você vai se surpreender?

Olá, coleguinhas de Coluna do Flamengo. Hoje vamos falar dos jogadores mais decisivos do Mais querido no Brasileirão até aqui. Para isso, pegamos os jogadores que mais pontos nos brindaram tendo como parâmetro o primeiro gol e a importância dele na partida. Acho que vai dar para entender quando acontecer. Aliás, se o time estava ganhando e empatou, o Flamengo perdeu pontos e ninguém os gerou. Logo vamos ignorá-los. Depois relembrarei as atuações defensivas, mas não será desta vez.

Com o América em casa, Dourado duas vezes marcou, uma de pênalti, outra com assistência de Vinícius. Ponto para Dourado. Veio o Ceará fora e dois de Vinícius, com assistências de Rodinei e Cuellar; mais um de Diego, com assistência de Paquetá. Ponto de Vinícius. Com o Internacional em casa, gol de Paquetá e jogadaça de Everton. Três pontos gerados por Paquetá. Até então, a democracia Rubro-Negra reinava “e Deus viu que era bom”.

Veio a grande partida contra o Atlético MG fora. Roubada de Vinícius e assistência para o gol vazio. Everton só empurrou. Grande partida defensiva do time! menino Vinícius pontuando. Note que os pontos vão para a conta do menino por ter feito toda a jogada. Com o Bahia em casa, duas assistências de Renê, com Diego e Paquetá marcando os gols. Ponto para o contestado Renê. Veio o Corinthians em casa, e o menino Vizeu pegou rebote depois de chute de Paquetá. Vizeu na cabeça. Não perca as contas, Vinícius seis, três de Dourado, Paquetá, Vizeu e Renê. Bem equilibrado.

Contra o Fluminense Dourado de Pênalti e Vizeu depois de boa trama de Everton Ribeiro, Rodinei e Paquetá. De novo Dourado. Paraná em casa teve Diego abrindo o placar em falta desviada e Vizeu liquidando depois de passe de Arão. Ponto para Diego. Contra o botafogo teve golaço de Sávio e depois Paquetá. Sávio na veia. Depois teve Sport em casa. Réver fez um e vacilou em outro. Paquetá, Everton e Uribe completaram. Assistências de Uribe, Marlos e Everton. Paquetá garantiu os pontos.

Contra o Cruzeiro em casa, Dourado com assistência de Everton. Novamente Dourado. E por fim na quinta, com Vitória em casa gol de rebote de Diego. Mais uma para o Homão.

As contas?

Dourado – 9

Vinícius – 6

Paquetá – 6

Diego – 6

Renê – 3

Vizeu – 3

Sávio – 3

Por incrível que pareça. Nosso jogador mais decisivo é Henrique Dourado. Claro que ele não criou as jogadas, mas o que importa é bola na casinha. Everton Ribeiro tem sido nosso melhor jogador, assim como Paquetá o foi antes da Copa do Mundo. Por outro lado, o “perna de pau que não consegue dominar uma bola” colocou três importantes bolas no fundo da rede, e isso nos valeu 9 pontos. Destaque para Vinícius, Diego e Paquetá que estão logo atrás do caneludo. Dos nossos 41 pontos, mais de dois terços vieram dos pés desses jogadores. Por isso, quando eles estiverem perto ou pegarem na bola, esperem alguma coisa.

Anderson Alves, O otimista.

5 Comentários
  • Criação de sites e aplicativos para celular