BuzzFla: Flamengo x América Mineiro, um jogo com lugar especial na história

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Neste domingo tem mais um desafio para o Mengão no Campeonato Brasileiro. Buscando retomar a liderança, o Mais Querido enfrenta o América -MG no estádio Independência, em Belo Horizonte, às 16h. É a última parada antes do jogão contra o Cruzeiro, pela Conmebol Libertadores.

E se tem jogo, tem aquele especial da rodada, o BuzzFla, com curiosidades da partida. Confiram aí embaixo e vamos torcer por mais uma vitória do Flamengo logo mais.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir! 


1. Ampla vantagem

Juntando todas as partidas entre Flamengo e América Mineiro, o Mengão possui uma senhora vantagem. Em 28 jogos, são 15 vitórias contra cinco derrotas e seis empates. Nos gols marcados a diferença também é grande: 59 a 36. Em apenas uma dessas 28 partidas o Flamengo não fez gol, em 1972, quando perdeu por 2 a 0 no Mineirão.

2. Os artilheiros

Com tantas vitórias, normal que muitos jogadores tenham feitos diversos gols no confronto. Os artilheiros são lá do passado distante. Junqueira e Nonô marcaram três vezes na goleada de 8 a 1 em 1924 e mantém marca ainda não alcançada.

Com dois gols, porém, a lista é enorme. Dida, Zizinho, Ronaldinho Gaúcho, Aché, Novinha, Perácio e Deivid marcaram duas vezes e com uma grande coincidência. Tirando Deivid, todos fizeram os dois gols numa mesma partida. Apenas Deivid precisou de dois jogos, em 2011, para atingir os números. Mas teve mais um que marcou duas vezes e não podemos esquecer.

3. Noite dourada

Era a despedida de Julio Cesar e todos os olhares estavam no goleiro. Mas ainda era um jogo valendo três pontos e quem decidiu foi Henrique Dourado. Com dois gols ainda no primeiro tempo, o camisa 19 decidiu a parada a favor do Mengão.

Primeiro, Dourado recebeu cruzamento de Vinicius Junior e escorou caindo, antes do zagueiro, para abrir o placar. Depois, em sua especialidade, marcou de pênalti e deu números finais ao jogo. Quer relembrar? Se liga no vídeo da FlaTV abaixo.

4. Noite de emoção

O mesmo jogo teve uma carga emotiva enorme. A despedida de Julio Cesar, um ídolo e o terceiro goleiro que mais vestiu o Manto Sagrado. Julio estava na Europa e voltou apenas para jogar mais três meses e dizer adeus ao futebol em seu clube do coração.

Diante de mais de 52 mil torcedores, Julio vestiu a camisa 12 pela última vez. O adversário era o América Mineiro e a partida valia três pontos no Brasileirão. Era a segunda rodada da competição e o Flamengo não quis saber. Apesar da festa, vitória garantida. No final, Julio Cesar deu uma volta olímpica, agradeceu e, claro, chorou. Confira como foi tudo isso no vídeo especial da FlaTV aí embaixo.

5. Para manter a sequência

Nos últimos nove jogos, o Flamengo venceu oito e empatou um. Neste domingo, o time poderá fechar uma sequência de 10 jogos sem perder para o América, além dos três pontos fundamentais para a classificação. Nos últimos oito confrontos, oito vitórias.

– 2×1 em amistoso em 2011;

– 3×2 e 2×1 no Brasileirão 2011;

– 1×0 na Primeira Liga 2016;

– 2×1 e 1×0 no Brasileirão 2016;

– 1×0 na Primeira Liga 2017;

– 2×0 no 1º turno do Brasileiro 2018;

6. No Independência

Curiosamente, o estádio do América não foi palco de muitos jogos entre os times. Apenas dois amistosos foram disputados no lugar, bem antes da reforma que modernizou o local completamente. Lá em 1965 e depois em 1970, o Flamengo enfrentou o Coelho no estádio e foram dois empates, ambos por 1 a 1.

No primeiro, em 08 de junho de 1965, Amauri marcou o gol rubro-negro. No segundo, em 18 de janeiro de 1970, quem fez o gol foi Arílson.

Hoje tem mais um capítulo desta história. Vamos, Flamengo!

Reprodução: Flamengo Oficial

Veja também