Comentarista aponta falha do Fla em série de jogos no mês de agosto: “Não soube ‘rodar’ o elenco”

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

O Flamengo terminou o mês ‘duro’ de agosto e o saldo acabou não sendo positivo. A equipe carioca foi eliminada da Conmebol Libertadores e perdeu pontos importantes pelo Campeonato Brasileiro. Entretanto, na Copa do Brasil, o clube ainda segue vivo e disputará a semifinal contra o Corinthians. Para o comentarista Gian Oddi, da ESPN, o Rubro-Negro não soube aproveitar bem o seu elenco.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos, para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir! 


Durante o programa ‘Bate Bola na Veia‘, o jornalista criticou a maneira como o Fla ‘rodou‘ o elenco, uma vez que contou com calendário apertado e partidas decisivas por três competições distintas. Oddi ainda ressaltou que o desgaste físico dos jogadores fizeram com que a equipe sentisse mais nos jogos considerados ‘grandes’.

— Foi uma agenda complicada, com todos os jogos pesados. Mas o clube não soube rodar o elenco e modificar o time da maneira que precisaria ter mudado. Isso ficou muito claro pra mim. A gente falou sobre o elenco que o Flamengo tem e sobre as alternativas. Pode ter falhas específicas e pontuais, mas em algumas posições têm jogadores pra rodar e alternar mais. E o principal fator é o desgaste físico, e pelo fato do Flamengo não ter rodado tanto o elenco, acabou sentindo mais —, disse.

Com a eliminação no torneio continental, o clube da Gávea virou a chave para a Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Neste último, a equipe carioca se prepara para enfrentar o Ceará, no próximo domingo (02). A partida será disputada no estádio do Maracanã e terá bola rolando às 11h (horário de Brasília). Com 41 pontos, o Fla ocupa atualmente a terceira colocação na tabela.

Veja também

  • Ridiculo esse comentario: “Não soube rodar o elenco”!

    Depois do resultado adverso é facil dizer isso, mas por outro lado não tivemos nenhum jogador machucado por lesão desfalcando o time neste sequencia de jogos, então a comissão técnica soube sim rodar o elenco!

    Flamengo precisa mudar a forma de jogar, e não necessariamente a formação tática.

    Atacar só quando for para fazer gol, ficar tocando e cansando os adversários, de forma fria e sem se desgastar. Isso é dificil, e exige muita habilidade e treino, mas é a única forma de se ganhar tantos jogos decisivos num curto espaço de tempo com tantos campeonatos disputados em alto nível simultaneamente.

    SRN

  • Não soube rodar porque é praticamente inexistente, o time titular tem carências, o banco é inexistente e o jogo contra o Cruzeiro deixou isso evidente. Quando precisamos mudar algo na partida, colocamos Dourado, um garoto da base que pouco jogou no profissional (Lincoln) e o Geuvânio. Pois então, que poderoso elenco é esse que temos?

Comentários não são permitidos.