Roberto Assaf: “Como o Flamengo vai conquistar o Brasileiro se não consegue vencer fora de casa?”

A queda diante do Grêmio, em Porto Alegre, trouxe de volta uma antiga e crônica realidade na vida rubro-negra. O Flamengo tem deficiência notável para vencer os campeões nacionais fora de casa, o que torna difícil a conquista do Brasileiro disputado por pontos corridos, daí o clube ter ganhado somente um dos 16 realizados desde 2003.

Foram 13 vitórias e 48 derrotas em 85 partidas contra 12 adversários desde 2009, quando venceu o campeonato – com este regulamento – pela primeira e única vez. Mais complicado ainda é explicar os motivos que levam o time da Gávea a acumular tantos fracassos quando sai do Rio. Talvez seja prioritariamente tarefa para um psicólogo, pois muitas derrotas foram absolutamente acachapantes, não só pelo placar, mas porque ocorreram quando o time desistiu de brigar pelo resultado, ou jogou a toalha, como se diz na linguagem do futebol.

Vale conferir abaixo alguns dados interessantes, para os adversários, é claro, mas que são suficientes para escancarar a trajetória terrível do Flamengo nos últimos nove Brasileiros, diante dos campeões nacionais, incluindo o que já aconteceu em 2018.

1) A média de gols a favor é de 0,77 por partida, ou seja, o Flamengo, na prática, não conseguiu marcar pelo menos uma vez nos 85 jogos que disputou.

2) A média de gols contra é de 1,65 por partida, ou seja, o Flamengo, na prática, tomou mais de uma bola na rede em todos os 85 jogos que disputou.

3) Em apenas 17 jogos o Flamengo deixou de tomar gol.

4) Em 40 jogos o Flamengo não marcou gol.

5) Em 10 jogos o Flamengo tomou quatro gols.

6) De 2010 para cá o Flamengo não conseguiu vencer Atlético Paranaense, Corinthians, Grêmio e Guarani.

7) De 2010 para cá venceu em apenas uma ocasião Atlético Mineiro, Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo.

8) Os únicos adversários que o Flamengo venceu duas vezes ou mais foram Bahia, Coritiba e Cruzeiro.

9) As últimas vitórias fora do Rio, fora do quadro que você vai conferir abaixo: Atlético Paranaense (2 x 1 em 21/4/74 – Curitiba), Corinthians (2 x 0 em 29/11/09 – Campinas), Grêmio (1 x 0 em 19/11/94 – Porto Alegre) e Guarani (1 x 0 em 20/7/04 – Campinas).

# Confira aqui a estatística desde 2010

ATLÉTICO / MG

13/11/10 – 1 x 4 (Sete Lagoas)

21/9/11 – 1 x 1 (Sete Lagoas)

31/10/12 – 1 x 1 (Independência)

20/10/13 – 0 x 1 (Independência)

19/11/14 – 0 x 4 (Independência)

20/9/15 – 1 x 4 (Independência)

30/10/16 – 2 x 2 (Mineirão)

13/8/17 – 0 x 2 (Independência)

26/5/18 – 1 x 0 (Independência)

Total: 9 j / 1 v / 3 e / 5 d / 7 gp / 19 gc

ATLÉTICO / PR

22/8/10 – 0 x 1 (Arena da Baixada)

12/6/11 – 1 x 1 (Arena da Baixada)

1º/6/13 – 2 x 2 (Joinville / SC)

19/10/14 – 1 x 2 (Arena da Baixada)

29/11/15 – 0 x 3 (Arena da Baixada)

11/12/16 – 0 x 0 (Arena da Baixada)

28/5/17 – 1 x 1 (Arena da Baixada)

Total: 7 j / 0 v / 4 e / 3 d / 5 gp / 10 gc

BAHIA / BA

29/5/11 – 3 x 3 (Pituaçu)

15/7/12 – 2 x 1 (Pituaçu)

31/7/13 – 0 x 3 (Fonte Nova)

28/9/14 – 1 x 2 (Fonte Nova)

25/6/17 – 1 x 0 (Fonte Nova)

Total: 5 j / 2 v / 1 e / 2 d / 7 gp / 9 gc

CORINTHIANS / SP

8/8/10 – 0 x 1 (Pacaembu)

8/9/11 – 1 x 2 (Pacaembu)

10/10/12 – 2 x 3 (Pacaembu)

1º/9/13 – 0 x 4 (Pacaembu)

27/4/14 – 0 x 2 (Pacaembu)

25/10/15 – 0 x 1 (Itaquerão)

3/7/16 – 0 x 4 (Itaquerão)

Total: 7 j / 0 v / 0 e / 7 d / 3 gp / 17 gc

CORITIBA / PR

13/11/11 – 0 x 2 (Couto Pereira)

8/9/12 – 0 x 3 (Couto Pereira)

2/10/13 – 2 x 0 (Couto Pereira)

17/8/14 – 1 x 0 (Couto Pereira)

13/6/15 – 1 x 0 (Couto Pereira)

31/7/16 – 2 x 0 (Couto Pereira)

16/11/17 – 0 x 1 (Couto Pereira)

Total: 7 j / 4 v / 0 e / 3 d / 6 gp / 6 gc

CRUZEIRO / MG

1º/9/10 – 0 x 1 (Uberlândia)

3/8/11 – 1 x 0 (Sete Lagoas)

22/7/12 – 0 x 1 (Independência)

8/9/13 – 0 x 1 (Mineirão)

1º/6/14 – 0 x 3 (Uberlândia)

3/6/15 – 0 x 1 (Mineirão)

16/6/16 – 1 x 0 (Mineirão)

16/6/17 – 1 x 1 (Mineirão)

Total: 8 j / 2 v / 1 e / 5 d / 3 gp / 8 gc

GRÊMIO / RS

22/9/10 – 2 x 2 (Olímpico)

30/10/11 – 2 x 4 (Olímpico)

24/6/12 – 0 x 2 (Olímpico)

17/11/13 – 1 x 2 (Arena)

7/12/14 – 1 x 1 (Arena)

1º/11/15 – 0 x 2 (Arena)

22/5/16 – 0 x 1 (Arena)

5/11/17 – 1 x 3 (Arena)

4/8/18 – 0 x 2 (Arena)

Total: 9 j / 0 v / 2 e / 7 d / 7 gp / 19 gc

GUARANI / SP

29/8/10 – 1 x 2 (Brinco de Ouro)

Total: 1 j / 0 v / 0 e / 1 d / 1 gp / 2 gc

INTERNACIONAL / RS

25/7/10 – 0 x 1 (Beira Rio)

21/8/11 – 2 x 2 (Beira Rio)

2/9/12 – 1 x 4 (Beira Rio)

21/7/13 – 0 x 1 (Caxias do Sul / RS)

20/7/14 – 0 x 4 (Beira Rio)

8/7/15 – 2 x 1 (Beira Rio)

16/10/16 – 1 x 2 (Beira Rio)

Total: 7 j / 1 v / 1 e / 5 d / 6 gp / 15 gc

PALMEIRAS / SP

2 / 6 / 10 – 1 x 0 (Pacaembu)

20/7/11 – 0 x 0 (Pacaembu)

15/8/12 – 0 x 1 (Barueri / SP)

17/9/14 – 2 x 2 (Pacaembu)

16/8/15 – 2 x 4 (Pacaembu)

14/9/16 – 1 x 1 (Allianz Parque)

12/11/17 – 0 x 2 (Allianz Parque)

13/6/18 – 1 x 1 (Allianz Parque)

Total: 8 j / 1 v / 4 e / 3 d / 7 gp / 11 gc

SANTOS / SP

5/12/10 – 0 x 0 (Vila Belmiro)

27/7/11 – 5 x 4 (Vila Belmiro)

12/9/12 – 0 x 2 (Vila Belmiro)

26/5/13 – 0 x 0 (Brasília / DF)

25/5/14 – 0 x 0 (Morumbi)

19/11/15 – 0 x 0 (Vila Belmiro)

3/8/16 – 0 x 0 (Cuiabá / MT)

20/8/17 – 2 x 3 (Pacaembu)

25/7/18 – 1 x 1 (Vila Belmiro)

Total: 9 j / 1 v / 6 e / 2 d / 8 gp / 10 gc

SÃO PAULO / SP

8/9/10 – 0 x 2 (Morumbi)

2/10/11 – 2 x 1 (Morumbi)

29/7/12 – 1 x 4 (Morumbi)

13/11/13 – 0 x 2 (Itu/SP)

24/9/14 – 2 x 2 (Morumbi)

10/5/15 – 1 x 2 (Morumbi)

1º/10/16 – 0 x 0 (Morumbi)

22/10/17 – 0 x 2 (Pacaembu)

Total: 8 j / 1 v / 2 e / 5 d / 6 gp / 15 gc

TOTAL

Jogos – 85

Vitórias – 13

Empates – 24

Derrotas – 48

Gols pró – 66

Média de gols pró – 0,77

Gols contra – 141

Média de gols contra – 1,65

Reprodução: Roberto Assaf | Rua Paysandu

Veja também

  • A torcida precisa receber nossos jogadores no aeroporto ou ir ao centro de treinamento fazer aquela cobrança, que nos fez ter atitude. O time está se acomodando…alerta geral!

  • No campeonato brasileiro,tem que descansar os titulares e jogar com os reservas de forma inteligente(estão descansados e querendo mostrar jogo,mais motivados),fechado e jogar por uma bola

  • O suposto “jornalista” encheu linguiça, escreveu um monte de bobeira e não disse nada. Mais chato que água de salsicha.

  • Meu caro, isso só vai mudar quando o Flamengo começar a ter mentalidade de time grande. A verdade é que em outros tempos, o Flamengo tinha mentalidade de time grande e investimento de time pequeno, hoje é perfeitamente o contrário, esse time precisa de uma mentalidade vencedora urgentemente, isso tem que começar de cima e ser passado para baixo, os jogadores precisam ter um motivo para fugir da derrota a todo custo.

  • O que me deixa mas revoltado é o desempenho do Flamengo no Sul e em SP, e isso não é algo recente… Porra, veio. Que é isso? Tava reparando o retrospeecto do bambis e vascaidos, e os bambis só tem 2 vitórias a mais que eles. Tem que mudar isso!

  • Pelo menos duas derrotas foram decepcionantes. Perder para o Grêmio, jogando com os reservas e para Chapecoense è dose.

  • Primoroso trabalho do Assaf. O Fla mesmo antes de 2009 já não ganhava de ninguém, exceto em poucos Brasileiros, enquanto sobra contra os cariocas. Lamentavelmente estamos nos tornando pequenos. Arrisco a dizer que Fla, grande mesmo, era o Fla dos anos 80. Há uma evidente imposição de outros times ante o Fla. Vexames atrás de vexames até mesmo no Maraca.

  • “A média de gols contra é de 1,65 por partida, ou seja, o Flamengo, na prática, tomou mais de uma bola na rede em todos os 85 jogos que disputou.”
    A matéria é interessante, mas a interpretação da estatística nem tanto.
    Outrossim, temos em média 43,75% de aproveitamento fora de casa. Estatisticamente falando isso está muito abaixo do ideal?

  • Em 2011, o Flamengo ganhou na Vilamoura 5×4 e não o contrário… em 2017, o Flamengo empatou com o Corinthians em 1 x 1 no Itaquerão… melhor rever esses dados…

    • Como eu escrevi em outro comentario, o suposto “jornalista” não tinha o que fazer, muito menos o que escrever então, para aparecer um pouco, escreveu esse monte de bobeira que não serve pra nada.

Comentários não são permitidos.