Fabio Monken: “República das Bananas”

FOTO: REPRODUÇÃO

Salve, Salve Nação Mais Linda do Mundo!

Mais um jogo de mata-mata, mais uma eliminação! Virou rotina perdermos para times de pior investimento. Virou rotina o departamento de futebol continuar o “trabalho” sem dar qualquer satisfação à torcida. Virou rotina sermos motivo de chacota por parte da imprensa e de torcidas rivais. Viramos a república das bananas. Se perguntarem a eles, a resposta será pragmática: “vamos levando!”


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir! 


Nosso time vem mal há tempos, mas vamos levando. Venho propagando isso há várias colunas (veja o histórico), mas não observamos nada ser realizado para que alguma mudança ocorra, e vamos levando. O time não performa, corre errado, é indolente por vários momentos nos jogos, e nada, absolutamente nada, é feito para que isso mude, mas vamos levando. Estamos levando naquele lugar desde que essa diretoria assumiu a pasta do futebol.

O time da tática do arame liso continua imperando. Aliás devo ressaltar, aos mais inflamados, que essa expressão, muito antiga por sinal, não é exclusividade de nenhum jornalista, entenderam o recado? Não me venham com discurso de que somos repetidores de grande mídias porque isso, aqui nesse espaço democrático e, principalmente, por este que vos escreve, não acontece. O Flamengo virou um grande eunuco.

Dito isso, vamos aos fatos: indolência é a palavra-chave! A pergunta que não quer calar é: porque nossos atletas não fazem marcação mais cerrada? Porque tanto espaço pros adversários pensarem o jogo, coisa que nunca temos? Esse defeito é congênito, sem correção desde sempre e continuamos dando mais espaços e correndo atrás da bola quando deveríamos marcar os adversários muito mais de perto e, principalmente, acompanhá-los nas jogadas.

Ontem tomamos dois gols devido a estas duas falhas específicas. Não houve aproximação nem no chute do segundo gol e nem no cruzamento para o primeiro, tampouco houve acompanhamento a jogada no primeiro gol. Fato. O futebol moderno não permite indolência. A bola pune, mais do que nunca! Simples assim.

Falhas, falhas, falhas, e nada se corrige. Parece que treinamos pra nada, ou então os jogadores não estão comprometidos com as vitórias. Como disse nosso querido amigo Rodrigo Bigode, da TV Coluna do Flamengo, perder é do jogo, mas perder sempre? Já contabilizamos dezenove eliminações na era Bandeira. Em seis anos! Isso é patético, beira o inimaginável.

Fabricio Chicca, outro confrade do TV Coluna do Flamengo e colunista do colunadoflamengo.com, foi muito feliz no comentário pós-jogo quando disse que não tinha palavras para descrever o que estava acontecendo com o Flamengo (veja aqui). Acredito que este seja o sentimento da maioria esmagadora da Nação. Perplexidade, prostração, não temos nem a capacidade de nos indignarmos com essa situação fora de controle.

O barco está à deriva. O carro, desgovernado. Vivemos uma situação anárquica onde os jogadores escolhem o treinador e jogam a seu bel prazer. Não existe punição para o mau desempenho, nem treinamento específico para melhorar fundamentos. Somos terra arrasada. Estamos dominados per um sentimento de impotência futebolística.

Falta hombridade, falta caráter, falta indignação. Falta vergonha na cara desse bando de indolentes que habitam o futebol rubro-negro. Falta força para arrancar vitórias improváveis, para arrancarmos para títulos impossíveis, para enchermos o peito de orgulho e gritarmos para o mundo que somos Flamengo, como fazíamos outrora. Viramos a piada nacional.

Esses não nos representam. Nunca representaram, nunca representarão. Como disse aqui na semana passada, estou esperando ansiosamente por 2019. Temos que agradecer a Deus pois todos sabemos que, apesar dos homens passarem, o Flamengo fica e é eterno. Isso nos basta. O Flamengo fala por si.

Ainda bem que a República das Bananas está com os dias contados, mesmo assim, que continuemos apoiando incondicionalmente o time. Eles não têm culpa de estarem lá, a culpa é desses acéfalos que os contrataram, uma gestão absolutamente ignóbil em gestão de futebol. Quando o Manto Sagrado entra em campo, deve ser louvado. Sempre! Que essa incompetência vade retro! Valei-me São Judas Tadeu! Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações rubro-negras a todos!
 Fabio Monken
Twitter: @fabio_monken

Gostou? Não gostou? Concorda, discorda? Ótimo!
O Debate sempre será salutar!
Deixe seus comentários e interaja conosco!
Pontos de vista divergentes são essenciais à evolução do homem.
Mas lembre-se: Somos todos Flamengo!
A intolerância e a falta de argumentos são os combustíveis para o fracasso!

Veja também

  • É agora vão aparecer aproveitadores de todo o lado, inclusive aqueles que através de matérias fazem campanha para a oposição. Caramba! o que não faz aqueles que querem um determinado grupo no poder.

  • ja pode falar mal do bandeira?

  • Não é mais Clube de Regatas Flamengo. Agora é clube de desculpinhas Flamengo. Dá até raiva!

  • Parabéns Coluna do Flamengo, por não se vender aos enganos dessa diretoria como fez o Paparazzo rubro negro

  • Flamengo ficou abandonado pela diretoria nesse ano. EBM certamente esteve focado e preocupado com outra coisa. Politica. E ainda assim ficou acumulando cargos no clube para sua pessoa por pura arrogância. Começou não contratando um técnico para repor Rueda, tirando Carpegiani do cargo que iria assumir no clube, gerente de futebol. Cargo esse que seria de altíssima importância e não houve reposição. Depois demitem Carpegiani como Técnico, promovendo o estagiário do técnico interino da época que era o Jaime. Ou seja, não contrataram técnico novamente, além disso a função que mais havia necessidade que era um gerente de futebol, não foi suprida também, nem sequer houve planejamento pra isso. Como o amigo disse, “só foram levando”. Rodrigo Caetano demitido, não houve algum planejamento para repô-lo, promoveram Noval que estava muito bem na base, lugar de onde não poderia ter saído. Fora o descaso com o planejamento de contratações de jogadores. Sabíamos ha muito tempo da necessidade de 2 laterais, não contrataram ninguém. Assim como volante para repor Cuellar em suas ausências com seleção ou suspensões por cartão, acabaram contratando só agora em final de temporada o Piris. Tentaram o Walace e não focaram em nenhuma 2a opção na época. Zagueiro levamos sorte do Leo Duarte crescer, porque era também uma necessidade evidente não suprida. Venderam Vinícius Jr e Everton e trouxeram Vitinho depois, sendo que a ida dele ao Real Madrid era evidente e sua reposição já deveria estar incorporada ao elenco com antecedência. Enfim, uma zona. Clube completamente abandonado… sem planejamento.

  • Excelente texto!

  • Acompanho o relator.

  • Fabio, vc está correto. Uma pergunta : alguém do depto de futebol lê as nossos comentários e as coluna publicadas? Pois se todos os citados enxergam os problemas e os erros persistem, sinal de quem está lá dentro do depto estão numa redoma. Vejo vários problemas em campo. Um em específico é nossa batida de escanteios e bolas paradas px a área. Completamente previsível, sem efetividade nenhuma. Não há variação na batida; quem bate, independente de quem, é sempre nas mãos do goleiro ou de fácil afastamento e tome contra ataque pois os 2 zagueiros sobem ao mesmo tempo. A marcação já sabe o que fazer. Tem que variar a cobrança. Só lembrando, o CAP fez um gol nas flores de uma jogada armada; gol contra nós, de escanteio, jogada treinada. Ontem , no desespero, Trauco saiu levantando bolas para área com Marlos, Vitinho e Lincoln. Nossos gols a favor depende da ruindade dos zagueiro adversários.

  • BM chega a ser ridículo no assunto futebol…essa atitude de dar banana à torcida é só o que sabe mesmo, pois conquistas e títulos nada. Um banana, que só oferece bananice. Não mudou a mentalidade apesar de cometer erros e mais erros, o Zé era um aprendiz, BM efetivou, olha só as coincidências : eliminação e vexame, novamente Barbiere ainda mais novo e um aprendiz, novamente o final é trágico se repete…inacreditável como BM, Lomba são incompetentes e cegos. O Corinthians fez o quê? Demitiu e olha o que vemos…o banana fez o quê? BANCOU UM APRENDIZ. BM é teimosamente idiota e nada sabe de futebol, não sabe como essa “coisa estranha para ele” funciona…tudo errado. Mais um ano em branco, vexames e tristezas, sensações rotineiras na gestão perdedora BM no futebol. Fato. Que venha 2019, Landim vença e o DNA vencedor volte, e nós torcedores, principalmente os de raiz não vivamos só de um passado distante, mas de um presente glorioso como rege o hino: vencer,vencer,vencer….

    • DISSE TUDO! Chega de ser fracassado! Isso aqui não é vasco porra!

  • Hehe só faltou dizer que o EBM nesse último ano tem usado o Fla pra entrar na política e é por isso que estamos à deriva pelas escolhas erradas de mais um político. Deve ter lido a cartilha do Eurico.

  • Eu só queria saber uma coisa: cadê as bandeiretes fervorosas?

  • Absolutamente correto! Time sem vergonha! Dirigentes incompetentes! Será que eles não imaginam que nossa nação está gritando? Uma vez Flamengo, sempre Flamengo, Flamengo até morrer!?

Comentários não são permitidos.