Ex-Flamengo, Obina fala sobre a família e relembra infância humilde

O agora ex-atacante Obina, que se tornou xodó da torcida do Flamengo enquanto vestia a camisa do clube, entre 2005 e 2009, relembrou, em entrevista concedida ao Baú do Esporte, sua infância difícil na ilha de Itaparica, relembrando as dificuldades financeiras que sua família passou.

O ex-atacante, que entrou em campo 151 vezes com a camisa do Flamengo, marcando 38 gols, lembrou de uma carta escrita pela mãe, na qual ela pedia 35 reais para comprar remédios.

“Filho, pedi para sua irmã escrever esta carta porque preciso de 35 reais. Tenho que comprar um remédio. Você pode nos ajudar? Siga firme aí em Salvador. Te amo.”

O ex-jogador destacou a dificuldade do momento, e afirmou que os desafios o impulsionaram a alcançar o sucesso.

— Eu não tinha (os 35 reais). Aquele momento foi difícil para mim. E eu guardei aquilo no coração. Pensei: minha mãe precisa muito mais de mim. A cada dia da minha vida eu vou me doar mais.

Além do Flamengo, Obina rodou por Vitória (seu clube de formação), Fluminense de Feira, CRB, Al Ittihad-ARA, Palmeiras, Atlético-MG, Shandong Luneng-CHI, Bahia e Matsumoto Yamaga-JAP.

Veja também

  • Obina Horou o Manto Ele sim nos Deu Alegria nos tempos Mais Difíceis sempre foi decisivo.no Brasileiro salvando o mengão e na copa do Brasil contra o Vasco Valeu Obina Que Deus o Abençoe sempre.

  • Esse sim honrou o manto quanto nao era na técnica era na raça.

  • Já terminou a matéria?
    Materia ruim.
    Ridículo publicar está matéria.

Comentários não são permitidos.