Fabio Monken: “Estamos embalando”

FOTO: GILVAN DE SOUZA / FLAMENGO

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Ontem fizemos mais um jogo muito bom. Muitas mudanças de postura de vários jogadores fazem com que, enfim, tenhamos um time de verdade. Alguns pontos e setores ainda carecem de alguma melhora, mas esse Flamengo é diametralmente oposto ao Flamengo de Barbieri.

Estamos vendo muita raça, marcação alta, disposição e, fundamentalmente, vontade de fazer gol. Cara, como isso é excelente! Fazia tempo que o Flamengo não gostava tanto de ir às redes. São dez gols nos últimos três embates, sendo três dentro e sete gols fora de casa.

No jogo de ontem à noite, mais uma vez, impomos nosso ritmo desde o início e não nos contentamos a fazer apenas um ou dois gols, “sentando” no resultado, como víamos no Flamengo de pouquíssimo tempo atrás. Fomos literalmente à caça do Paraná Clube e fizemos valer a diferença de investimento em campo, mesmo fora, como já deveríamos estar fazendo há muito.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Também pudemos perceber jogadas mais agudas, marcação alta, forte e, principalmente, combate corpo-a-corpo, com dobra e, às vezes, marcação tripla no homem com a posse de bola. Isso gera uma dificuldade gigantesca no adversário em manter a posse e facilita o trabalho de transição após a roubada na intermediária.

São esses pontos fundamentais que fizeram, em pouquíssimo tempo, com que o Flamengo voltasse a dar alguma esperança em conquista de título na torcida que está órfã deste tipo de caneco há algum tempo.

O destaque negativo vai para Diego Alves que não aceitou bem a condição de reserva de César (coisa que já fez em terras espanholas), mas acredito que isso se resolva rapidamente. Para isso basta cabeça fria e ânimos menos aflorados. Deste jeito, na base da conversa e com um pedido de desculpas (obrigatório) do goleiro ao elenco, o Flamengo retoma sua condição forte para continuar pleiteando o título.

O bom disso tudo é a mudança de postura da diretoria que já emitiu nota exigindo um pedido de perdão do arqueiro para todo o grupo como condição precípua para sua reintegração ao elenco. Isso nos dá maiores esperanças em nossos gestores, seja qual chapa for a vencedora no pleito de dezembro, nos mostrando uma quebra dos paradigmas com o abandono da indulgência, da permissividade e da leniência que tem marcado esse corpo diretor.

Indo mais além, teremos no Maracanã, no próximo sábado à noite, jogo fundamental às nossas aspirações ao futuro do campeonato. Diante da equipe palmeirense, devemos continuar impondo nosso ritmo, alavancando nossa condição de postulantes ao troféu.

O único resultado possível e imaginável é a vitória. Neste jogo de seis pontos temos que ganhar. Ponto pacífico! Nenhum placar diferente seria benéfico em relação a nosso futuro, pois uma vitória nos colocaria a um ponto de um adversário direto e nos faria um bem psicológico imensurável, o que poderia aumentar a moral do time ao ponto de seguirmos imbatíveis dentro de nossos domínios e, inclusive, fora de casa.

Os adversários (como de praxe) já começaram a choradeira. Após o jogo de domingo tanto Scolari quanto Mattos se manifestaram defenestrando a arbitragem. Eles sabem que essa intimidação funciona, principalmente pela composição da cúpula (podre e carcomida) do futebol brasileiro que integra a CBF atualmente.

Vamos ver no que dá esse entreveiro todo. Esperemos que as coisas se restrinjam às quatro linhas, que tenhamos uma excelente partida e que os três pontos venham para o lado da Gávea, após uma passeio fenomenal do Mengão contra o Palestra. Isso seria fantástico, sensacional, absurdamente maravilhoso.

Então, o que nos resta é aguardar. A confiança no trabalho de Dorival (Caymmi ou Lourival? – salve Chicca!!!) continua crescendo, principalmente pelo retrospecto de três vitórias e um empate em quatro jogos, com dez gols a favor e nenhum contra. Isso pesa a favor do Mengão e faz ainda que os adversários tenham muito mais respeito quando forem nos enfrentar.

Se a vitória contra o time do patrocínio inflacionado vier, então, esse respeito crescerá ainda mais, o que pode nos alavancar diretamente à conquista de mais um brasileirão. Esperemos que isso realmente aconteça. Que venha o jogo e o Palmeiras! Que venha Scolari, Mattos e seus asseclas! Que venha quem vier! Temos que passar o carro em tudo e em todos. E é isso que toda a Magnética espera. Com apoio maciço e irrestrito, incondicionalmente cantaremos sempre, em qualquer lugar do mundo, com orgulho, raça, amor e paixão: Ooo, ohhh, vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações rubro-negras a todos!
 Fabio Monken
Twitter: @fabio_monken

Gostou? Não gostou? Concorda, discorda? Ótimo!
O Debate sempre será salutar!
Deixe seus comentários e interaja conosco!
Pontos de vista divergentes são essenciais à evolução do homem.
Mas lembre-se: Somos todos Flamengo!
A intolerância e a falta de argumentos são os combustíveis para o fracasso!

Veja também

  • DESSES 8 JOGOS RESTANTES QUE RESTAM AO FLAMENGO PARA SER CAMPEAO VAI TER QUE VENCER PELO MENOS 5 E EMPATAR 3 . CASO CONTRARIO O TITULO DO BRASILEIRO JA ERA PORQUE A TABELA DO PALMEIRAS E BEM MENOS COMPLICADA PRINCIPALMENTE NAS ULTIMAS 5 RODADAS. EU SINCERAMENTE NAO ACREDITO QUE O FLAMENGO CONSIGA SER CAMPEAO PORQUE PERDEU PONTOS IRRECUPERAVEIS QUE ESTAO FAZENDO MUITA FALTA QUE FORAM OS 2 EMPATES COM O VASCO , A DERROTA PARA OS RESERVAS DO GREMIO E A DERROTA PARA O CEARA. PERDEU 10 PONTOS NO TOTAL. SE TIVESSE CONQUISTADO PELO MENOS 6 PONTOS DESSES 10 PONTOS SERIA O LIDER COM 2 PONTOS NA FRENTE DO PALMEIRAS.

Comentários não são permitidos.