Willian Arão comenta bom momento do Flamengo e fala sobre briga por posição com Diego

FOTO: CARLA ARAÚJO / COLUNA DO FLAMENGO

O Flamengo aplicou 4 a 0 no Paraná, em pleno Durival de Britto. O resultado consolidou o Rubro-Negro de vez na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. O volante Willian Arão concedeu entrevista na zona mista do estádio e destacou o bom momento vivido pelo time e também por ele.

É um momento bom, um momento de confiança, um momento de afirmação, um momento em que a gente tem feito tudo que fazemos nos treinos. Então, temos colocado em prática e temos sido muito felizes. Conseguimos ganhar os jogos e defender bem. Estou muito feliz pelo meu momento e pelo momento do time também —, disse o volante ao SporTV.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Arão tornou-se titular da equipe comandada por Dorival Júnior, após Diego Ribas ter se lesionado na parte anterior da coxa direita, na partida que sagrou a eliminação do Fla na Copa do Brasil. No entanto, o camisa 10 voltou de lesão e ficou entre os reservas neste domingo (21). O volante afirmou que sempre houve briga por posição entre os atletas e ponderou que Diego pode entrar no lugar de outros jogadores.

Briga sempre teve. Sempre houve briga por posição. O Flamengo montou um elenco qualificado, justamente para isso, para que pudéssemos manter um nível, um nível alto. Então, sempre teve essa disputa por posição. O Diego é um grande jogador e, obviamente, não tem só eu em campo, existem outros jogadores, ele pode entrar em outras posições. Com certeza, se o treinador optar por ele ou por outro, vamos dar conta do recado —, concluiu o atleta.

Após a goleada sobre o Paraná, o Flamengo se reapresenta nesta terça-feira (23), para focar no próximo adversário, que será o Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro. A partida será disputada no Maracanã e vai ter início às 19h (horário de Brasília), do próximo sábado (27). O jogo é válido pela 31ª rodada da competição e apenas quatro pontos separam o Alviverde do Rubro-Negro, que encontra-se na segunda posição (o Internacional joga nesta segunda (22), contra o Santos, e pode ultrapassar o Mais Querido na tabela).

  • A lesão de Diego só comprovou o que Reinaldo Rueda sempre disse. Diego e Everton Ribeiro não jogam juntos. Não com Paquetá no time. Arão traz uma consistência maior ao meio de campo. Cuellar sozinho na marcação fica sobrecarregado e sobrecarrega os zagueiros quando passam (o que é difícil…rs) por ele. Vitinho não sabe marcar. Everton Ribeiro também não. Diego muito menos. Paquetá conseguia pela força física, mas também não é a dele. Por isso o Flamengo estava sofrendo muitos gols. Recuar Paquetá é um desperdício de talento. Ele deve sempre estar perto da área. É mais goleador do que Diego. Dorival foi ajudado pela lesão de Diego, cabe a ele agora manter suas convicções e não se deixar levar pelo nome do jogador.

    Saudações Rubro-negras

  • É o jogador mais fraco neste meio de campo, mas se acha um “Andrade” do time,a ponto de citar outros jogadores do meio para sair.

  • Flamengo 3x 0 no Palmeiras vamos lotar o Maracanã com com mais um recorde de público isso porque o Palmeiras vira desfalcado e com time reserva depois de levar uma surra lá na Argentina

Comentários não são permitidos.